Forças Armadas de Taiwan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Forças Armadas de Taiwan
中華民國國軍
National Emblem of the Republic of China.svg
O emblema da nação
País Taiwan
Fundação 16 de junho de 1924
Ramos Flag of the Republic of China Army.svg Exército

Flag of the Republic of China.svg Marinha

  • Flag of the Republic of China Marine Corps.svg Fuzileiros Navais

Flag of the Republic of China Air Force.svg Força Aérea
Flag of the Republic of China Military Police.svg Polícia Militar

Sede(s) Taipé
Lideranças
Comandante em chefe Presidente Tsai Ing-wen
Ministro da Defesa Feng Shih-kuan
Chefe do Estado-Maior Admiral Lee Hsi-min
Pessoal ativo 290 000[1]
Orçamento USD $10,5 bilhões (2008)
Indústria
Fornecedores estrangeiros  Estados Unidos
 França
 Países Baixos
 Israel
África do Sul
Flag of Spain.svg Espanha
 Alemanha
 Itália
 Reino Unido
Militares da Guarda de Honra do exército.

As Forças Armadas da República da China (chinês: 中華民國國軍, pinyin: Zhōnghuá Mínguó Guójūn), também chamada de Forças Armadas de Taiwan, são a principal força de defesa nacional da nação taiwanesa. É composta de um exército, marinha (incluindo corpo de fuzileiros), força aérea e polícia militar. É considerada uma das melhores forças armadas da Ásia, com um grande orçamento e um número considerável de recrutas disponíveis (quase 300 mil).[1]

Desde 2002, os militares taiwaneses estão sob direta subordinação civil, pelo Ministério da Defesa e o Parlamento (Yuan).

Foi formada a partir do antigo Exército Nacional Revolucionário Chinês, até ser oficialmente renomeado como Forças Armadas da República da China em 1947 devido a implementação da nova constituição do país.[2]

Até a década de 1970, o principal objetivo declarado das forças armadas de Taiwan era retomar a China continental das mãos dos comunistas através do "Projeto Glória Nacional".[3] Atualmente, a principal missão dos militares é defender as ilhas de Formosa, Penghu, Kinmen, Matsu e outras localidades pertencentes a Taiwan na região contra um ataque do Exército de Libertação Popular chinês,[4] devido as disputas do estatutos políticos da República da China.[5]

Apesar da cooperação com nações vizinhas na Ásia e da importações de armas da Europa, é com os Estados Unidos que Taiwan mantém seus maiores e mais extensos laços militares. Os estadunidenses exportam enormes quantidades de armamentos para este país, além de fazer ocasionalmente exercícios militares conjuntos, apesar dos protestos do governo chinês.[6]

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b "Taiwan Military Strength". Página acessada em 15 de dezembro de 2015.
  2. «Constitution of the Republic of China Clause 138 - National Defence - The land, sea and air forces of the whole country shall be above personal, regional, or party affiliations, shall be loyal to the state, and shall protect the people». Consultado em 16 de dezembro de 2015. 
  3. «Overview - Taiwan Military Agencies». globalsecurity.org. Consultado em 16 de dezembro de 2015. 
  4. «2004 National Defense White Paper» (PDF). ROC Ministry of National Defense. Consultado em 15 de dezembro de 2015.. Arquivado do original (PDF) em 1 de setembro de 2006 
  5. «2004 National Defense Report» (PDF). ROC Ministry of National Defense. 2004. Consultado em 15 de dezembro de 2015.. Arquivado do original (PDF) em 11 de março de 2006 
  6. "US and Taiwan bolster military ties as Beijing flexes muscles in region". Página acessada em 17 de dezembro de 2015.

Ligação externa[editar | editar código-fonte]