Fortaleza Eben-Emael

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo.
Uma das antigas casamatas que protegiam o forte.

A Fortaleza Eben-Emael (em francês: Fort d'Ében-Émael) é uma fortaleza belga actualmente desactivada, localizada entre as cidades de Liège e Maastricht, próxima entre a fronteira da Bélgica com a Holanda, numa das margens do Canal Alberto.[1] Foi construída para defender a Bélgica de um possível ataque alemão. Construída entre 1931 e 1935, tinha a reputação de ser impenetrável[1] e, na época, a maior do seu género no mundo.[1]

Quando se deu o ataque alemão contra a fortaleza, através de tropas paraquedistas, no dia 10 de Maio de 1941, a até então "fortaleza impenetrável" resistiu durante pouco mais de 24 horas, tendo-se rendido e os seus militares feitos prisioneiros.[1] As suas peças de artilharia, aliás, foram capturadas ou neutralizadas em apenas 15 minutos.[2] Este acontecimento abriu caminho para as forças alemãs continuarem o seu caminho pela Bélgica, Holanda, e consequentemente até ao norte de França.[1]

Apesar de a fortaleza ainda ser propriedade do Exército da Bélgica, não tem qualquer tipo de função militar, servindo apenas como museu e ponto turístico.[2]

Referências

  1. a b c d e «Hitler's Secret Attack on the World's Largest Fort | HistoryNet». HistoryNet (em inglês). 7 de agosto de 2012. Consultado em 20 de junho de 2016 
  2. a b «Ontdek fort Eben-Emael». Fortissimus Eben-Emael. Consultado em 20 de junho de 2016