Forte de Crismina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Searchtool.svg
Esta página foi marcada para revisão, devido a incoerências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a coerência e o rigor deste artigo.
Forte de Crismina
CrisminaFort1.jpg
Mapa de Portugal - Distritos plain.png
Construção (1762)
Estilo Forte
Conservação Abandonado, em ruínas
Homologação
(IGESPAR)
IIP
(DL 95/78 de 29 de Setembro de 1978.)
Aberto ao público Acesso condicionado (Propriedade Particular)

O Forte de Crismina ou Forte da Cresmina, localiza-se em 38° 43′ 22″ N, 9° 28′ 42″ O, sobre o mar, a Sul da praia da Água Doce, na Freguesia e Concelho de Cascais, Distrito de Lisboa, em Portugal.

Pequena fortificação de marinha, foi erguido para o aquartelamento de uma pequena guarnição, com o fim de embaraçar o desembarque de uma eventual força ofensiva naquele trecho do litoral.

Atualmente entre a Estrada Marginal e o mar, junto à EN 247, encontra-se classificado como Imóvel de Interesse Público através do Decreto nº 95, de 29 de Setembro de 1978.

Descrição[editar | editar código-fonte]

Trata-se de um forte de arquitectura militar barroca, de planta hexagonal irregular, apenas com algumas paredes erguidas, de um só piso. No frontespício abre-se uma porta, ligeiramente arqueada, sobreposta por uma lápide.[1]

Referências

  1. CCDR LVT, À Descoberta das Sentinelas, Roteiro de Castelos e Fortalezas da Região de Lisboa e Vale do Tejo.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Património de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Camera-photo.svg
Ajude a melhorar este artigo sobre Arquitetura ilustrando-o com uma imagem. Consulte Política de imagens e Como usar imagens.