Forte de D. Luís I

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Mapa de Portugal - Distritos plain.png
Construção ()
Estilo
Conservação
Homologação
(IGESPAR)
N/D
Aberto ao público

O Forte D. Luís I, também referido como Forte de Caxias e Forte-prisão de Caxias, localiza-se na freguesia de Caxias, Concelho de Oeiras, distrito de Lisboa, em Portugal.

História[editar | editar código-fonte]

Integrante do Campo Entrincheirado de Lisboa, foi iniciado em 1879 com o nome de Forte de Caxias, sendo concluído em 1886.

Em 1901 recebeu o nome de Forte Rei D. Luís I, em homenagem ao falecido soberano, D. Luís I de Portugal.

Em 1916 passou a ser utilizado como estabelecimento prisional, ali sendo detidos soldados insubordinados do Regimento de Infantaria N.º 1. No ano seguinte, recebe assaltantes de mercearias (maio de 1917), grevistas da construção civil (9 a 18 de julho), e 63 dos 84 funcionários dos telégrafos-postais (3 a 12 de setembro) em greve desde 1 de setembro de 1917, solidários com os seus 900 colegas detidos a bordo do navio "Lourenço Marques", nas águas do rio Tejo.

Com a implantação do Estado Novo Português, o reduto sul do forte passou a ser utilizado como prisão política (24 de janeiro de 1935), tendo se destacado como a que maior número de presos políticos acolheu até à sua desativação com a Revolução dos Cravos (1974).

O forte foi cedido à Direcção-Geral dos Serviços Prisionais em dezembro de 1988, tendo entrado em funcionamento, nessa data, o Reduto Norte. O Reduto Sul, após obras de adaptação, entrou em funcionamento em 1995.

Características[editar | editar código-fonte]

Na sua origem, era uma fortificação permanente, que compreendia dois redutos: Norte e Sul.

Atualmente no Reduto Sul, para além dos alojamentos dos reclusos, está instalada uma enfermaria - que serve todo o Estabelecimento Prisional -, gabinetes médicos, refeitório e copa, para além de uma biblioteca, um ginásio, salas de aula, dois recreios, campos de jogos, alojamento dos guardas e estruturas de apoio.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Camera-photo.svg
Ajude a melhorar este artigo sobre Arquitetura ilustrando-o com uma imagem. Consulte Política de imagens e Como usar imagens.