Fraates I da Pártia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde outubro de 2011)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.

Fraates I da Pártia, filho de Friapácio[1] (191176 a.C.), governou o Império Parta desde 176 a.C. até 171 a.C.. Subjugou os mardos,[1] uma tribo das montanhas de Elburz. Morreu logo depois e, apesa de ter vários filhos, indicou como seu sucessor seu irmão Mitrídates I da Pártia, considerando que este era um homem de habilidade extraordinária, e pensando mais como um rei do que como um pai, colocando os interesses do país acima dos interesses dos filhos.[1]

Justino (ou Pompeu Trogo) menciona que Friapácio teve dois filhos, Fraates I e Mitrídates I, mas, logo em seguida, menciona que o sucessor de Fraates II, filho de Mitrídates I, foi Artabano I, tio de Fraates II;[2] historiadores modernos supõem que Artabano I fosse filho de Friapácio, portanto irmão de Fraates I.[3]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c Justino, Epítome das Histórias de Pompeius Trogus, 41.5 [la] [en] [en] [fr] [ru]
  2. Justino, Epítome das Histórias de Pompeius Trogus, 42.2 [la] [en] [en] [fr] [ru]
  3. Encyclopedia Iranica, Artabanus [em linha]
Precedido por
Friapácio da Pártia
Rei da Pártia
176 a.C.171 a.C.
Sucedido por
Mitrídates I da Pártia


Árvore genealógica baseada em Justino, com uma extrapolação (Artabano I filho de Friapácio):

Friapácio I
Fraates I
Mitrídates I
Artabano I
Fraates II
Mitrídates II