Françoise-Louise de Warens

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Françoise-Louise de Warens

Louise Éléonore de la Tour du Pil (Vevey, 31 de março de 1699[1]Chambéry, 19 de julho de 1762[2]), baronesa de Warens, foi uma nobre francesa. Tornou-se amante e protetora de Rousseau quando ele estava com 20 anos. O primeiro encontro entre os dois está registrado na obra do escritor intitulada Confissões".

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Françoise-Louise de Warens

Referências

  1. Albert Gonthier, Montreux et ses hôtes illustres, éditions Cabedita, 1999, ISBN=9782882952677, p. 19, [1]
  2. Les confessions, de Jean-Jacques Rousseau, éd. intégrale publiée sur le texte autographe conservé à la Bibliothèque de Genève, précédée d'une introduction et suivie de notes et d'un index, Publié par Garnier frères, 1930, note n° 135, page 240, voir [2]
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.