Franca Basquetebol Clube

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Franca
Franca logo
Nome completo Franca Basquetebol Clube
Torcedores Francano
Mascote Touro
Ligas NBB
Campeonato Paulista
Liga Sul-Americana
Fundação 10 de maio de 1959 (59 anos) (como I.E.E.T.C.)
Arena Poliesportivo Pedro Murilla Fuentes (Pedrocão ou Poli)
Arena Capacidade 6.000 pessoas
Localização Franca, SP, Brasil
Cores Vermelho, Branco, Preto
              
Presidente Luis Aurélio Prior
Treinador Helinho Garcia
Títulos 4 Campeonato Pan-Americano de Clubes
6 Campeonato Sul-Americano de Clubes Campeões
11 Campeonato Brasileiro
12 Campeonato Paulista
Material esportivo Overtime
Patrocinador Principal SESI
Magazine Luiza
Website www.francabasquete.com.br

O Franca Basquetebol Clube, por razões de patrocínio Sesi/Franca, ou simplesmente Franca Basquete, é um tradicional clube brasileiro de basquetebol, sediado na cidade de Franca, no estado de São Paulo.

História[editar | editar código-fonte]

O Franca Basquete foi fundado em 10 de maio de 1959,[1][2][3] quando o professor de Educação Física, Pedro Fuentes, o Pedroca, organiza uma equipe no Instituto Estadual de Educação Torquato Caleiro (I.E.E.T.C.), posteriormente chamado de Escola Estadual Torquato Caleiro, para disputar os torneios oficiais do estado.[4] A partir daí começava a história do clube mais vitorioso do país. O Franca possui o maior número de Campeonatos Brasileiros (11), é o segundo maior vencedor do Campeonato Paulista com 12 títulos, além de ter 4 Pan-Americanos e 6 Sul-Americanos.[5] Também é o único clube de basquete do Brasil a não ter se licenciado ou interrompido suas atividades por um ano sequer desde a sua fundação.[5][2] Por essas façanhas, o time fez a cidade de Franca ser conhecida como "Capital do basquete brasileiro". Durante esses mais de 50 anos ininterruptos de basquete, fez grandes jogos, decisões e clássicos com outras equipes brasileiras, entre elas: Monte Líbano, Sírio, Rio Claro, Dharma/Yara Franca, COC/Ribeirão Preto e Bauru, com quem tem atualmente a maior rivalidade.

No clube, atuaram vários jogadores que se destacaram no basquetebol brasileiro, tais como: os irmãos Hélio Rubens, Toto e Fransérgio Garcia ("irmãos Metralha"), Fausto Giannecchini, Demétrius, Fernando Minucci, Chuí, Jorge Guerra (Guerrinha), Fábio Pira, Rogério, Helinho, Anderson Varejão, Murilo Becker, e tantos outros. O professor Pedro Murilla Fuentes (Pedroca) teve grande importância no basquete francano. Ele é considerado o "pai do basquete francano" por seu método de trabalho e dedicação, além de ter sido o primeiro técnico da equipe. O ginásio poliesportivo de Franca leva o seu nome como forma de homenagem.[4]

Vários estrangeiros tiveram sucesso com a camisa do basquetebol francano, como o uruguaio Tato López e os norte-americanos Patrick Reynolds e Dexter Shouse. Mais recentemente, outros jogadores vindos dos Estados Unidos tiveram identificação com a torcida francana, como Tony Stockman (temporada 2009/2010), Maurice Spillers (temporada 2010/2011), Kevin Sowell e Eddie Basden (temporada 2011/12) ganharam a simpatia do torcedor.

O clube foi por duas vezes, vice-campeão do Campeonato Mundial Interclubes: em 1975 (sob a denominação de Esporte Clube Amazonas Franca) e em 1980 (como Associação Atlética Francana).[4]

Em 2008, o Franca liderou um conjunto de oito clubes paulistas em um boicote ao Campeonato Nacional de Basquete organizado pela CBB. Foi realizado uma competição paralela, a Supercopa de Basquete, na qual foi campeão.[6] O Franca Basquete ainda foi um dos fundadores da Liga Nacional de Basquete, em agosto de 2008.

Mais recentemente, o Franca teve como campanhas de destaque, o vice-campeonato do Novo Basquete Brasil 2010-11, sendo derrotado pelo Brasília na decisão por três jogos a um; e em 2017, já como Sesi/Franca, o vice-campeonato do Campeonato Paulista, ao ser derrotado pelo Paulistano por três jogos a dois.[7]

Em 2018, a equipe francana novamente chegou à decisão do estadual contra o Paulistano. Ao fazer dois a zero no playoff final, o Franca conquistou o seu 12º título paulista e encerrou um jejum de 11 anos sem levantar a taça do campeonato do estado de São Paulo.[8]

Nomes oficiais[editar | editar código-fonte]

Os nomes adotados pelo time, ao longo de sua história, variam conforme o patrocinador, instituição ou clube que mantiveram o basquete:[4][9]

  • Instituto Estadual de Educação Torquato Caleiro (1959-1960)
  • Clube dos Bagres (1961-1971)
  • Emmanuel Franca Esporte Clube (1972-1974)
  • Esporte Clube Amazonas Franca (1975-1977)
  • Associação Atlética Francana (1977-1984)
  • Associação Francana de Basquetebol (1984-1988)
  • Ravelli Franca Basquetebol (1989-1991)
  • Franca Basquetebol Clube (1991-)

Após a fundação do Franca Basquetebol Clube, em 1991, o nome fantasia mudou conforme o patrocinador:

* Sem patrocinador oficial.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Continentais
Competição Títulos Temporada
Latin America (orthographic projection).svg Campeonato Pan-Americano de Clubes 4 1993, 1994, 1997 e 1999
Flags of the Union of South American Nations.gif Campeonato Sul-Americano de Clubes Campeões 6 1974, 1975, 1977, 1980, 1990 e 1991
Nacionais
Competição Títulos Temporada
Brasil Campeonato Brasileiro 11 1971, 1974, 1975, 1980, 1981, 1990, 1991, 1993, 1997, 1998 e 1999
Estaduais
Competição Títulos Temporada
São Paulo Campeonato Paulista 12 1973, 1975, 1976, 1977, 1988, 1990, 1992, 1997, 2000, 2006, 2007 e 2018
São Paulo Campeonato do Interior 12 1962, 1963, 1964, 1965, 1966, 1967, 1968, 1971, 1972, 1975, 1976, e 1977

Basketball.svg Outros Torneios[editar | editar código-fonte]

Grande Copa da Divisão Especial Paulista: 2 vezes (1987 e 1988).
Campeonato Paulista da Divisão Especial do Interior: 2 vezes (1987 e 1988).
Torneio Preparação da Divisão Especial Paulista: 1982.
Torneio Início do Paulista/Copa EPTV: 2005.
Supercopa de Basquete: 2008.
Copa Ouro: 2008.
Liga de Desenvolvimento de Basquete - LDB (Sub-22): 2016.

Campanhas de destaque[editar | editar código-fonte]

Treinadores[editar | editar código-fonte]

Elenco atual (temporada 2018-2019)[editar | editar código-fonte]

Franca Basquetebol Clube
Jogadores Comissão Técnica
Pos. # País Nome Altura Nascimento Último Clube
Armador 4 Brasil Alexey 1,80 m 08/10/1995 Campo Mourão
Armador 5 Brasil Elinho 1,90 m 27/12/1989 Paulistano
Pivô 6 Brasil Big 2,08 m 31/03/1995 Base
Ala 7 Brasil Didi 1,95 m 02/07/1999 Base
Ala/Pivô 9 Brasil Lucas Dias 2,07 m 06/07/1995 Paulistano
Armador 14 Brasil Cassiano 1,85 m 18/01/1997 Base
Ala/Pivô 15 Brasil Cipolini 2,03 m 14/06/1986 Brasília
Ala 18 Brasil Jimmy 1,90 m 11/03/1990 Mogi
Pivô 23 Brasil Augusto 2,01 m 04/12/2000 Base
Pivô 30 Brasil Rafael Hettsheimeir 2,08 m 16/06/1986 Bauru
Ala/Armador 32 Estados Unidos David Jackson 1,95 m 12/08/1982 Vasco da Gama
Ala 33 Brasil Gui Abreu 1,98 m 02/06/1999 Base
Ala/Armador 40 Brasil André Goés 1,95 m 05/03/1987 Universo/Vitória
Técnico
Auxiliar Técnico
  • Pablo Costa
Outros Membros
  • Lula Ferreira (Diretor Técnico)
  • Edu Mineiro (Supervisor)
  • Anderson Luis do Nascimento (Médico)
  • Rogério Barbosa (Fisioterapeuta)
  • Douglas Nazar (Preparador Físico)
  • Jhonatan Vinicius Cintra (Estatístico)
  • Wellington de Paula (Mordomo)



Legenda
  • (C) Capitão
  • (S) Suspenso
  • (J) Juvenil
  • (INJ) Contundido

Elenco
• Última atualização: 12/10/2018

Últimas temporadas[editar | editar código-fonte]

Franca Basquetebol Clube
Temporada Novo Basquete Brasil Liga das Américas Liga Sul-Americana Jogos Abertos do Interior Campeonato Paulista
Pos. J V D Classificação Classificação Classificação Fase Máxima
2008/2009 33 18 15 Final
2009/2010 33 21 12 Semi Final
2010/2011 38 27 11 Semi Final
2011/2012 34 16 18 12º Quartas de Final
2012/2013 31 21 10 Quartas de Final
2013/2014 42 20 22 Semi Final
2014/2015 40 19 21 Semi Final
2015/2016 33 15 18 Primeira fase
2016/2017 33 21 12 Semi Final
2017/2018 31 22 9 Final
2018/2019 —º Final


Legenda:
     Campeão
     Vice-campeão
     Classificado à Liga das Américas
     Classificado à Liga Sul-Americana

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]