Frances O'Connor (artista circense)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Translation to english arrow.svg
A tradução deste artigo está abaixo da qualidade média aceitável. É possível que tenha sido feita por um tradutor automático ou por alguém que não conhece bem o português ou a língua original do texto. Caso queira colaborar com a Wikipédia, tente encontrar a página original e melhore este verbete conforme o guia de tradução.
Ambox grammar.svg
Esta página ou secção precisa de correção ortográfico-gramatical.
Pode conter incorreções textuais, e ainda pode necessitar de melhoria em termos de vocabulário ou coesão, para atingir um nível de qualidade superior conforme o livro de estilo da Wikipédia. Se tem conhecimentos linguísticos, sinta-se à vontade para ajudar.
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde janeiro de 2016). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde janeiro de 2016).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Frances O'Connor
A atriz circense fazendo uma refeição.
Nascimento 8 de Setembro de 1914
Granite Falls (Minnesota)
Morte 30 de Janeiro de 1982 (67 anos)
Long Beach (Califórnia)
Nacionalidade norte-americana
Ocupação Atração de circo e atriz
Principais trabalhos Freak Show

Frances Belle O'Connor (8 de setembro de 1914, Granite Falls (Minnesota) - 30 de Janeiro de 1982, Long Beach (Califórnia)) foi uma artista circense americana. Nascida sem braços, sua extrema beleza natural fez com que ela aparecesse frequentemente em diversos espetáculos no circo conhecida como "A Beleza sem Braços" ou "Vênus de Milo da vida real". Ela podia fazer coisas normais como comer, beber, escrever e fumar cigarros, tudo usando os pés. Ela ainda fazia tricô e costura com os pés como um hobby. Ela trabalhou primeiramente com AI G Circus e, em seguida, a partir de meados da década de 1920 até meados da década de 1940 com o Ringling Brothers e Barnum e Bailey Circus

Filme[editar | editar código-fonte]

O'Connor apareceu no filme de 1932, Freaks, dirigido e produzido por Tod Browning. O filme gira em torno de um grupo de pessoas com deficiência física que atuam em um Show de Horrores. No filme ela é mostrada fazendo coisas do dia a dia somente com os pés.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Sua mãe serviu como sua empresária do showbiz. Frances O'Connor nunca se casou e nem teve filhos. Após se retirar do circuito de showbiz, ela morreu em extremo esquecimento em Long Beach, California, com 67 anos em 1982

Ligações externas[editar | editar código-fonte]