Francesco Maria Piave

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2016). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Francesco Maria Piave

Francesco Maria Piave (Murano, 18 de maio de 1810 – Milão, 5 de março de 1876), foi poeta e libretista de ópera. Tornou-se conhecido por ser amigo próximo de Giuseppe Verdi, tendo escrito os libretos de várias de suas óperas.

Assim como Verdi, Piave foi um ardoroso nacionalista italiano. Durante as Cinco Jornadas, em 1848, Verdi escreveu a Piave por ocasião da saída da cidade das tropas austríacas comandadas por Radetzky, e nesta carta dirige-se a ele como "Cidadão Piave".

Piave foi autor dos libretos das óperas Ernani, I Due Foscari, Atilla, Macbeth, Il Corsaro, Stiffelio, Rigoletto, La Traviata, Simon Boccanegra e La Forza del Destino. Começou a elaborar também o libreto da ópera Aida, mas não o completou.

Outros compositores como Giovanni Pacini, Saverio Mercadante, Federico Ricci e Michael Balfe também tiveram óperas com libretos escritos por Piave.

Ícone de esboço Este artigo sobre a biografia de um(a) escritor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.