Francisca Maria Garfunkel Rischbieter

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Francisca Maria Garfunkel Rischbieter
Nascimento 1929
Santos
Morte 27 de agosto de 1989 (60 anos)
Cidadania Brasil
Alma mater Universidade Federal do Paraná

Francisca Maria Garfunkel Rischbieter, conhecida como ''Franchette'' (Santos, 1929[1] - Curitiba, 27 de agosto de 1989) foi uma engenheira brasileira.

Francisca foi uma das responsáveis pela implantação do plano de reurbanização de Curitiba.

Formada pela turma 1950 da Universidade Federal do Paraná, começou a trabalhar na divisão de pavimentação da cidade e em 1963 foi nomeada diretora do Departamento de Urbanismo. Franchette acompanhou o planejamento urbano desde 1965, antes mesmo da criação da Assessoria de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba, transformada depois em IPPUC.[2]

Francisca foi esposa de Karlos Rischbieter, ex-ministro da Fazenda no governo de João Baptista de Oliveira Figueiredo. Faleceu em 27 de agosto de 1989, aos 60 anos, de câncer, em Curitiba.[3]

O Jardim Botânico de Curitiba leva seu nome como homenagem de Curitiba pelos serviços prestados para com a cidade.[4]

Referências

  1. Título: Um jardim para Fanchette Casa da Memória
  2. Trecho do texto "Memória urbanística para preservar a nossa cidade", de Aramis Millarch, publicado originalmente no "Estado do Paraná", caderno "Almanaque", p. 03, em 24/06/1990.
  3. Revista Veja, 6 de setembro, 1989 - Edição n° 1095 - DATAS - p. 100.
  4. Parques e Bosques de Curitiba Site Oficial de Curitiba