Francisco Augusto da Silva Rocha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Silva Rocha
Nome completo Francisco Augusto da Silva Rocha
Nascimento 1864
Mealhada
Morte 1957 (93 anos)
Nacionalidade Portugal portuguesa
Ocupação arquitecto

Francisco Augusto da Silva Rocha (Mealhada, 1864-1957) foi um arquitecto português.

Trata-se de um expoente da arquitectura Arte Nova, e responsável pelas marcas desse estilo em todo o centro histórico da cidade de Aveiro.[1] Trabalhou em projectos com Ernesto Korrodi.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Residência do arquitecto em Aveiro

Francisco Augusto da Silva Rocha nasceu na Mealhada no ano de 1864 e viveu em Aveiro.[1] Foi professor de Desenho e Director da Escola de Desenho Industrial.

Em 1896 casou com Olinda Augusta Soares, filha de João Pedro Soares (proprietário da Casa dos Arcos).

Foi responsável pela remodelação do Edifício da Capitania. A Escola Industrial foi mandada construir pelo Ministro da Cultura, António Arroio, que era amigo e admirador de Silva Rocha. A inauguração foi no dia 3 de Novembro de 1903. A escola continuou a funcionar no edifício até 1918.

Em 1904-1906 fez a sua casa, na Rua do Carmo.[1] É o autor das Casas do Major Pessoa[2] e de Mário Belmonte Pessoa, da Vivenda do advogado António Peixinho.

Passou alguns dissabores, chegando mesmo a ser admoestado pela Sociedade dos Arquitectos em 1928.[carece de fontes?]

Referências

  1. a b c «Casa da Rua do Carmo nº12 e nº14». Instituto de Gestão do Património Arquitectónico e Arqueológico. Consultado em 23 de Janeiro de 2012 
  2. A República das Artes Tugaland ed. [S.l.]: Tugaland. 2010. ISBN 978-989-8179-85-2  |nome1= sem |sobrenome1= em Authors list (ajuda)

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

A única tese de Mestrado sobre Arte Nova em Portugal e sobre a obra de Silva Rocha é da autoria da sua bisneta Maria João Fernandes. A obra será publicada em livro.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]