Francisco Couceiro da Costa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Francisco Manuel Couceiro da Costa
Nascimento 12 de setembro de 1870
Aveiro, Portugal
Morte 21 de abril de 1925 (54 anos)
Viena, Áustria
Ocupação Político, jurista

Francisco Manuel Couceiro da Costa GCC (Aveiro, 12 de setembro de 1870 - Viena, 21 de abril de 1925) foi um político e jurista português.

Bacharel em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, iniciou a sua carreira primeiro como conservador do Registo Predial e depois delegado do Ministério Público e juiz de Direito, respectivamente em Cabo Verde, S. Tomé e Príncipe, Lourenço Marques e Margão.[1]

Pertenceu ao Partido Evolucionista.

Foi o 114.º Governador da Índia Portuguesa, entre 1910 e 1917, o primeiro após a Proclamação da República Portuguesa e foi ministro da Justiça, entre 27 de Janeiro a 30 de Março de 1919 durante o governo de José Relvas.[2] Nessa altura passa a ministro plenipotenciário estacionado em Madrid de 1919 a 1921, Berlim de 1921 a 1922 e Viena de 1922 a 1924[3], ano em que a 16 de Outubro foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem Militar de Cristo,[4] e onde depois veio a morrer.

Dados genealógicos[editar | editar código-fonte]

Pais:

Casado com:

Filhos:

Referências

  1. «Francisco Manuel Couceiro da Costa». Primeirarepublica.mj.gov.pt 
  2. «Governo de José Relvas». Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas 
  3. «Costa, Francisco Manuel Couceiro da (1870-1925)». Maltez.info 
  4. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Francisco Manuel Couceiro da Costa". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 5 de outubro de 2015 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Tratado de Todos os Vice-Reis e Governadores da Índia, Afonso Zúquete, Editorial Enciclopédia, Lisboa, 1962, pág. 248
  • Anuário da Nobreza de Portugal, Direcção de Manuel de Mello Corrêa, Instituto Português de Heráldica, 1ª Edição, Lisboa, 1985, Tomo II, pág. 645 e 794

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
José Maria de Sousa Horta e Costa
Governador-Geral da Índia Portuguesa
1910 - 1917
Sucedido por
Francisco Maria Peixoto Vieira
Precedido por
Francisco Joaquim Fernandes
Ministro da Justiça
1919
Sucedido por
António Granjo
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.