Francisco León de la Barra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde fevereiro de 2012). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Francisco León de la Barra
Nascimento 16 de junho de 1863
Querétaro
Morte 23 de setembro de 1939 (76 anos)
Biarritz
Sepultamento Biarritz
Cidadania México
Cônjuge Refugio Borneque, María Elena Borneque
Alma mater Universidade Nacional Autónoma de México
Ocupação político, diplomata, advogado, juiz

Francisco León de la Barra y Quijano (Querétaro, 16 de junho de 1863 - Biarritz, França, 23 de setembro de 1939) foi um político e diplomata mexicano. Ocupou interinamente o cargo de presidente do México entre 25 de maio e 6 de novembro de 1911.

Licenciado em direito pela Universidad Nacional, é eleito deputado federal em 1891. Entra para o corpo diplomático em 1896 servindo como embaixador em vários países da América do Sul, Bélgica, Países Baixos e Estados Unidos. Durante este tempo ganha reputação como autoridade em direito internacional e é nomeado ministro de relações exteriores em 1911. Assume interinamente a presidência após a renúncia de Porfírio Díaz e terminado o seu mandato, após a eleição de Francisco Madero, viaja para a Itália. Volta a ser nomeado ministro de relações exteriores em 1913 e em 1914 é eleito governador do Estado do México, cargo de que se demite pouco depois para seguir a sua carreira em direito internacional na Europa. Foi presidente do Tribunal Permanente de Arbitragem sediado em Haia e participou em várias comissões internacionais após a Primeira Guerra Mundial.

Referências

Precedido por
Porfírio Díaz
Presidente do México (interino)
25 de Maio a 6 de Novembro de 1911
Sucedido por
Francisco Madero