Francisco Xavier Lopes de Araújo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Francisco Xavier Lopes de Araújo
Nascimento 10 de fevereiro de 1828
Campanha
Morte 9 de março de 1886 (58 anos)
Rio de Janeiro
Cidadania Brasil
Ocupação militar

Francisco Xavier Lopes de Araújo, primeiro e único barão de Parimã (Campanha, 10 de fevereiro de 1828Rio de Janeiro, 9 de março de 1886) foi um militar, engenheiro e professor brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho de Francisco Xavier de Araújo e de Ana Luísa Xavier de Araújo, casou-se com Rita Emília Alcântara de Araújo.

Entrou para o exército, matriculando-se na Escola Militar do Rio de Janeiro, no curso de engenharia, concluído em 1855, obtendo o grau de bacharel em matemática.

Como tenente participou da comissão brasileira de demarcação de limites com o Uruguai, sob as ordens do barão de Caçapava. Em 1865 foi convocado para Guerra do Paraguai, onde participou com distinção da Batalha de Tuiuti, da vitória em Curuzu e da Batalha de Curupaiti.

Terminada a guerra, foi promovido a major do corpo de engenheiros. Foi sucessivamente nomeado chefe da comissão de demarcação de limites com o Paraguai, em 1872; com a Bolívia, em 1875; e com a Venezuela, em 1884.

Promovido a coronel de corpo de engenheiros em 1878. Mais tarde é nomeado diretor do Imperial Observatório do Rio de Janeiro e professor de Astronomia da Escola Central.

Era comendador da Imperial Ordem da Rosa, cavaleiro da Imperial Ordem de São Bento de Avis.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]