Franco Bitossi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Franco Bitossi
Franco Bitossi 1974 World Championship Road Race Montreal Canada.jpg
Informação pessoal
Nome nativo Franco Bitossi
Nascimento 1 de setembro de 1940
Camaioni di Carmignano
Cidadania  Itália
Ocupação ciclista desportivo (d) e ciclista de ciclocross (d)
Informação equipa
Desporto ciclismo
Disciplina estrada
Equipas profissionais
1961-1962
1963-1964
1965-1972
1973
1974-1975
1976
1977
1978
Philco
Springoil-Fuchs
Filotex
Sammontana
Scic
Zonca-Santini
Vibor
Gis Gelati
Maiores vitórias
GV - Camisolas complementares e etapas:

Giro d'Italia:
Classificação da montanha Jersey green.svg (1964, 1965 e 1966)
Classificação por pontos Jersey violet.svg (1969 e 1970)
21 etapas
Tour de France:
Classificação por pontos Jersey green.svg (1968)
Classificação da combinada Jersey combined.svg (1968)
4 etapas
Monumentos:
Giro de Lombardia (1967 e 1970)
Clássicas:
Campeonato de Zurique (1965, 1968)
Voltas Menores:
Volta à Suíça (1965)
Tirreno-Adriático Jersey blue.svg (1967)
Volta à Catalunha Vencedor Volta à Catalunha (1970)
Campeonatos nacionais:
Campeonato da Itália em Estrada Gold medal with cup.svg MaillotItalia.PNG (1970, 1971 e 1976)

Estatísticas
Franco Bitossi no ProCyclingStats


Franco Bitossi, nascido a 1 de setembro de 1940 em Camaioni di Carmignano é um ciclista italiano já retirado, que foi profissional entre 1961 e 1978.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Franco Bitossi começou no ciclismo muito jovem, aos 17 anos, ganhando 10 vitórias, em 1957, em categoria estreia. De 1959 a 1961, correu em categoria amador conseguindo 21 vitórias.

Sua primeira vitória como profissional foi uma etapa dos Três Dias do Sul sob as cores da equipa Philco. Em 1964 correu para o conjunto Springoil-Fuchs e ganhou quatro etapas no Giro d'Italia, entre elas a mítica etapa de Cuneo-Pinerolo. Em 1965 alinhou pela equipa Filotex e ganhou a Volta à Suíça (levantou os braços em duas etapas) e o Campeonato de Zurique. Em 1966 ganhou duas etapas do Giro d'Italia e outras duas do Tour de France bem como a Coppa Sabatini. Em 1967 conseguiu a vitória da Tirreno-Adriático, o Giro de Lombardia e a Coppa Agostoni. Em 1968 ganhou de novo duas etapas do Giro d'Italia e outras duas do Tour de France onde ganhou também a classificação da regularidade (único italiano junto com Alessandro Petacchi em conseguir este camisola), se impôs de novo no Campeonato de Zurique e na Coppa Sabatini, ganhando também a Coppa Bernocchi. Em 1969 conseguiu a classificação por pontos do Giro d'Italia sendo líder desta classificação de princípio a fim do Giro.

Em 1970, converteu-se em Campeão de Itália em Estrada e ganhou, entre outras, 4 etapas do Giro (bem como a classificação da regularidade por segundo ano consecutivo) e a Volta à Catalunha. Conservou seu título de campeão de Itália em 1971 ao ganhar a prova do G. P. Indústria e Comércio de Prato.

Em 1972, foi portada de todos os jornais do mundo após os Campeonatos do Mundo celebrados em Gap na França. Bitossi ia em cabeça e na mesma linha de meta foi apanhado pelo grupo do italiano Marino Basso e teve que conformar com a medalha de prata. Esta desafortunada chegada lhe fez ainda mais famoso que se tivesse ganhado.

Em 1973, uniu-se à formação Sammontana com a qual ganhou o Giro do Veneto e o Giro de Emília. Ao ano seguinte, com o conjunto Scic, conseguiu quatro etapas da Volta à Suíça e três no Giro d'Italia.

Em 1976 voltou a converter-se em Campeão de Itália em Estrada militando nas fileiras do conjunto Zonca Santini. Ao ano seguinte mudou outra vez de equipa fichando pelo Vibor com o que ganhou o Grande Prêmio Cidade de Camaiore. Nesse mesmo ano foi selecionado para competir nos Campeonatos do Mundo onde conseguiu uma esplêndida medalha de bronze em San Cristóbal (Venezuela).

Terminou sua carreira em 1978 baixo as cores da equipa Gis Gelati. Muito regular, Franco Bitossi também era conhecido como cœur fou (Coração louco), devido a uma arritmia cardíaca que o obrigou a deixar de correr.

Sua combatividade foi muito popular e converteu-se num dos campeões que fizeram tão popular o ciclismo em Itália.

Palmarés[editar | editar código-fonte]

Resultados nas grandes voltas[editar | editar código-fonte]

Corrida 1961 1962 1963 1964 1965 1966 1967 1968 1969 1970 1971 1972 1973 1974 1975 1976 1977 1978
Giro d'Italia - - 28.º 10.º 7.º 8.º 15.º 9.º 10.º 7.º 23.º Ab. Ab. 9.º 26.º Ab. 73.º Ab.
Tour de France - - - - - 17.º - 8.º - - - - - - - - - -
Volta a Espanha - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Mundial em Estrada MaillotMundial.PNG - - - - - Ab. - 4.º Ab. 9.º 16.º 2.º 14.º Ab. - - 3.º -

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  1. Palmarés de Franco Bitossi em memoire-du-cyclisme.net