Frango tikka masala

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Frango tikka masala
Chicken Tikka Masala KellySue.JPG
Frango tikka masala, servido em cima de arroz
Região Incerta; subcontinente indiano ou Escócia
Ingrediente(s)
principal(is)
Frango, iogurte, pó de pimenta chili, alho, gengibre, cebola
Variações Substituição do frango por cordeiro, peixe, ou paneer
Receitas: Frango tikka masala   Multimédia: Frango tikka masala

Frango tikka masala é um prato de pedaços de frango assado marinado (frango tikka) em um molho curry temperado. O molho é geralmente cremoso e de cor alaranjada. Existem várias reivindicações para seu lugar de origem, incluindo a região do Panjabe, do subcontinente indiano ou Glasgow, na Escócia. Ele está entre os pratos mais populares do Reino Unido, o que levou um ministro do governo, Robin Cook, a dizer em 2001 que o frango tikka masala era "um verdadeiro prato nacional britânico".

Composição[editar | editar código-fonte]

Frango tikka masala consiste em frango tikka (pedaços de frango marinados em especiarias e iogurte) assado em um forno tandoor e servido com um molho de masala (mistura de especiarias).[1] Um molho de tomate com coentro é geralmente usado, mas não há uma receita padrão de frango tikka masala; uma pesquisa revelou que em 48 receitas diferentes, o único ingrediente comum era o frango.[2][3] O molho normalmente inclui tomates (frequentemente como purê), nata, creme de coco e especiarias. Temperos como açafrão, pimentão, purê de tomate ou corante podem ser usados para dar a cor laranja ao molho e/ou pedaços de frango.

Variantes[editar | editar código-fonte]

Outros pratos tikka masala podem substituir o frango com cordeiro, peixe, ou paneer.

Origem[editar | editar código-fonte]

A origem do prato é disputada.

Rahul Verma, um crítico gastronômico que escreve para O Hindu,[4] disse que provou o prato em 1971, e que suas origens estavam no Panjabe. Ele disse: "este é basicamente um prato Panjabe com menos de 40-50 anos e deve ser uma descoberta acidental que teve improvisações periódicas".

Outra explicação é que ele se originou em um restaurante indiano em Glasgow, na Escócia,[5][6] provavelmente da comunidade bangladesa que comandava a maioria dos restaurantes indianos no Reino Unido.

Em julho de 2009 o então membro do parlamento britânico Mohammad Sarwar apresentou uma proposta na câmara dos deputados pedindo que o parlamento apoiasse uma campanha para que o frango tikka masala recebesse o status de produto alimentício típico de Glasgow na União Europeia.[7] O movimento não foi escolhido para debate, e Sarwar não falou sobre este assunto no Parlamento.[8][9]

Historiadores de comida étnica, Peter e Colleen Grove discutiram várias declarações de origem do frango tikka masala, concluindo que o prato "foi certamente inventado na Grã-Bretanha, provavelmente, por um chef bangladês".[10]

Popularidade[editar | editar código-fonte]

Em 2001, o secretário do exterior britânico Robin Cook mencionou o prato em um discurso aclamando os benefícios do multiculturalismo na Grã-Bretanha, declarando:

Frango tikka masala é agora um verdadeiro prato nacional britânico, não apenas por ser o mais popular, mas também por ser uma ilustração perfeita da maneira que a Grã-Bretanha absorve e adapta influências externas. Frango tikka é um prato indiano. O molho masala foi adicionado para satisfazer o desejo do povo britânico de ter sua carne servida em molho."[11][12][13][12][13][14]

Frango tikka masala é servido em restaurantes de todo o mundo,[15][16] incluindo restaurantes indianos na Grã-Bretanha e América do Norte. Em 2012 um levantamento de 2.000 pessoas na Grã-Bretanha, afirmou que é o segundo prato estrangeiro mais popular para cozinhar, depois de stir-fry's chineses.[17][18]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Lloyd, J and Mitchinson, J. The Book of General Ignorance.
  2. Jackson, Peter (2010). A Cultural Politics of Curry in "Hybrid Cultures, Nervous States: Britain and Germany in a (post)colonial World". Amsterdam: Rodopi BV. p. 172. ISBN 9789042032286. Consultado em 3 de junho de 2014 
  3. Webb, Andrew (2011). Food Britannia. [S.l.]: Random House. p. 177. ISBN 978-1847946232. Consultado em 3 de junho de 2014 
  4. «Author profile: Rahul Verma». The Hindu 
  5. «From Charles Mackintosh's waterproof to Dolly the sheep: 43 innovations Scotland has given the world» 
  6. «From Bangladesh to Brick Lane» 
  7. «UK Parliament Early Day Motions 2008-2009» 
  8. «UK Parliament Archives 2008-9» 
  9. «UK Parliament Archives 2009-10» 
  10. «Is It or Isn't It? (The Chicken Tikka Masala Story)». Menu Magazine 
  11. «Robin Cook's chicken tikka masala speech: Extracts from a speech by the foreign secretary to the Social Market Foundation in London». Guardian. 19 de abril de 2001 
  12. a b Mannur, Anita (2009). Culinary Fictions: Food in South Asian Diasporic Culture. [S.l.]: Temple University Press. p. 3. ISBN 978-1-4399-0077-2 
  13. a b Collingham, E. M. (2006). Curry: A Tale of Cooks and Conquerors. Oxford; NY: Oxford University Press. p. 2. ISBN 0-19-517241-8 
  14. Jo Monroe, Star of India: The Spicy Adventures of Curry (Wiley: 2005 ISBN 9780470091883) pp. 136-137.
  15. «Tastes that travel». The Hindu 
  16. «Curry is the Spice of Life» 
  17. «Stir-fry now Britain's most popular foreign dish» 
  18. «Vindawho? Chicken tikka masala knocked off top spot by Chinese stir-fry as Britain's favourite dish». Mail Online