Frank De Winne

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Frank De Winne
Nascimento 25 de abril de 1961 (58 anos)
Ledeberg, Bélgica
Nacionalidade Bélgica belga
Carreira espacial
Cosmonauta da ESA
Tempo no espaço 198d 17h 34min
Seleção 1998
Missões Soyuz TMA-1, Soyuz TM-34, Soyuz TMA-15, Expedição 20, Expedição 21
Insígnia da missão Soyouz TMA-1 logo.svg Soyuz TM-34 logo.png Soyuz-TMA-15-Mission-Patch.png ISS Expedition 20 Patch.svg ISS Expedition 21 Patch.svg

Frank De Winne (Ledeberg, Gante, 25 de abril de 1961) é um astronauta e militar da Bélgica e o segundo belga a ir ao espaço.

Graduou-se na escola de pilotagem da Força Aérea da Bélgica e tornou-se piloto de caças Mirage 5. A partir de 1992 operou como piloto de testes da força aérea de seu país e durante as operações da OTAN na Guerra dos Bálcãs, foi líder de esquadrão de combate.

Com a patente de coronel da aeronáutica, De Winne tem 2400 horas de voo em diversos tipos de caças como Mirage, F-16, Tornado e Jaguar.

Em outubro de 1998 ele foi selecionado para treinamento como astronauta pela Agência Espacial Europeia e completou o curso em 2000 e no ano seguinte foi designado para o Centro de Treinamento de Astronautas Yuri Gagarin, perto de Moscou.

Em outubro de 2002 foi ao espaço a bordo da nave Soyuz TMA-1 para um missão de dez dias na Estação Espacial Internacional e retornou a bordo da Soyuz TM-34, tornando-se o segundo belga, após Dirk Frimout, em órbita. Durante a missão, De Winne levou a cabo experiências no campo da educação e de ciências físicas.

Em maio de 2009 voltou ao espaço na nave russa Soyuz TMA-15, para outra estadia a bordo da ISS, como integrante e engenheiro de voo da Expedição 20 e comandante da Expedição 21, as primeiras com seis integrantes desde a construção da estação orbital.

De Winne tornou-se, assim, o primeiro astronauta da Agência Espacial Europeia a comandar uma expedição de longa duração da ISS.

Ver também[editar | editar código-fonte]