Frank Frazetta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Frank Frazetta
Frazetta-by-origa.jpg
Frazetta em ilustração de Graziano Origa, 1997
Nascimento 9 de fevereiro de 1928
Local Brooklyn, Nova York, EUA
Morte 10 de maio de 2010 (82 anos)
Local Fort Myers, Flórida
Nacionalidade norte-americano
Área(s) de atuação ilustração, pintura, escultura
Prêmios Prêmio Chesley (1988, 1995, 1997)
Prêmio Hugo (1966)
Prêmio Spectrum Grand Master of Fantastic Art (1995)

Frank Frazetta (nascido Frank Frazzetta /frəˈzɛtə/; Brooklyn, 9 de fevereiro de 1928Fort Myers, 10 de maio de 2010) foi um ilustrador estadunidense de ficção científica e fantasia, conhecido por seu trabalho com quadrinhos, capa de livros, pinturas, posters, capa de discos e outros tipos de mídia.

Era conhecido como o "grande chefão" da indústria de fantasia e um dos mais renomados ilustradores do século XX. Em 2003 foi tema do documentário "Painting with Fire".[1] Frank fazia parte do Hall da Fama do Prêmio Eisner desde 1995 e do Hall da Fama Jack Kirby desde 1999.[2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Frank nasceu no bairro do Brooklyn, em Nova Iorque, em 1928. Era o único menino entre outras três irmãs. Frank passava a maior parte de seu tempo com sua avó, que foi uma grande encorajadora do neto em se empenhar nas artes desde os 2 anos. O sobrenome original da família era Frazzetta, mas Frank removeu um "z" no começo da carreira por motivos comerciais.[2]

Aos 8 anos, Frank ingressou na Academia de Belas Artes do Brooklyn, uma escola pequena, dirigida por Michel Falanga.[3]

Carreira[editar | editar código-fonte]

No começo da carreira de Frank não era comum dar os créditos completos dos artistas que trabalhavam em revistas e livros, por isso é provável que a extensão completa do trabalho de Frank seja desconhecida. Seu primeiro trabalho com quadrinho foi em uma história do "Snowman", de John Giunta, na Tally-Ho Comics (Dez. 1944), publicada pela Swappers Quarterly.[2]

Seu próximo trabalho confirmado foi em Treasure Comics nº7, de julho de 1946. Graham Ingels foi o primeiro a reconhecer o talento de Frank na indústria e a lhe dar trabalhos na Standard Comics, em 1947.[carece de fontes?] Frank desenhava quadrinhos de variados estilos, incluindo western, fantasia, mistério e dramas históricos. Alguns de seus primeiros trabalhos foram assinados como "Fritz" e ele chegou a recusar alguns trabalhos dos estúdios Disney.[4]

No começo dos anos 1950, Frank trabalhou para a EC Comics, National Comics, Avon Comics entre outras. Muito de seu trabalho era feito em colaboração com seu amigo Al Williamson e seu mentor Roy G. Krenkel.[5] Seus trabalhos para as capas de Buck Rogers começaram a chamar a atenção da indústria e ele começou a trabalhar com Al Capp nas tirinhas de Li'l Abner.[2] Em novembro de 1956, Frank se casou com Eleanor Kelly, com quem teve quatro filhos, Frank Jr., Billy, Holly e Heidi.[2]

Deois de 9 anos trabalhando com Capp, Frank retornou à indústria de quadrinhos, onde ajudou Harvey Kurtzman e Will Elder em três histórias de Little Annie Fanny para a revista Playboy.[carece de fontes?]

Últimos anos[editar | editar código-fonte]

Em seus últimos anos, Frank foi acometido por vários problemas de saúde, incluindo na tireoide, que ficou sem tratamento por muitos anos. Vários AVCs o deixaram com o braço direito quase que totalmente paralisado e ele acabou aprendendo a desenhar com o braço esquerdo. Em 2009, Frank moravam em uma propriedade nas Montanhas Poconos, na Pensilvânia, onde montou um pequeno museu aberto ao público. Em 17 de julho de 2009, sua esposa e sócia, Eleanor "Ellie" Frazetta, morreu após um ano lutando contra o câncer.[6]

Pouco depois da morte da esposa, em dezembro de 2009, o filho mais velho de Frank, Frank Jr., foi preso acusado de roubar do museu da família cerca de 20 milhões de dólares em obras de arte do pai.[6] Segundo a polícia, Frank Jr. teve a ajuda de outros dois homens para arrombar a porta do museu e levar cerca de 90 pinturas.[7] Frank Jr. alegou que tinha permissão do pai para remover as obras, mas o pai e o filho mais novo atestaram no tribunal que ele não tinha autorização para pegar os quadros.[8]

Morte[editar | editar código-fonte]

Frank morreu em Fort Myers, na Flórida, em 10 de maio de 2010, aos 82 anos, vítima de um AVC em um hospital próximo a sua casa.[9] Ele foi tema de um documentário, lançado no ano de 2003.[2]

Lista de Obras[editar | editar código-fonte]

Pinturas[editar | editar código-fonte]

  • Carson of Venus – 1963
  • Tales from the Crypt – 1964
  • Lost City – 1964
  • Land of Terror – 1964
  • Reassembled Man – 1964
  • Wolfman – 1965
  • Conan the Barbarian – 1966
  • Conan the Adventurer – 1966
  • King Kong – 1966
  • Sea Monster – 1966
  • Spider Man – 1966
  • The Sorcerer – 1966
  • Swords of Mars – 1966
  • Winged Terror – 1966
  • The Brain – 1967
  • Bran Mak Morn – 1967
  • Cat Girl – 1967
  • Conan the Conqueror – 1967
  • Conan the Usurper – 1967
  • Night Winds – 1967
  • Sea Witch – 1967
  • Snow Giants – 1967
  • Conan the Avenger – 1968
  • Rogue Roman – 1968
  • Swamp Ogre – 1968
  • Egyptian Queen – 1969
  • Mongol Tyrant – 1969
  • Primitive Beauty / La of Opar – 1969
  • Savage World / Young World – 1969
  • Vampirella – 1969
  • A Princess of Mars – 1970
  • Downward to the Earth – 1970
  • Eternal Champion – 1970
  • The Godmakers – 1970
  • Nightstalker – 1970
  • Pony Tail – 1970
  • The Return of Jongor – 1970
  • Sun Goddess – 1970
  • Tyrannosaurus Rex – 1970
  • Woman with a Scythe – 1970
  • Conan the Destroyer – 1971
  • Desperation – 1971
  • John Carter and the Savage Apes of Mars – 1971
  • At the Earth's Core – 1972
  • Birdman – 1972
  • Creatures of the Night – 1972
  • The Silver Warrior – 1972
  • Thuvia, Maid of Mars – 1972
  • A Fighting Man of Mars – 1973
  • Atlantis – 1973
  • Black Emperor – 1973
  • Black Panther – 1973
  • Black Star – 1973
  • Conan of Aquilonia – 1973
  • The Death Dealer I – 1973
  • Flash for Freedom – 1973
  • Flying Reptiles – 1973
  • Ghoul Queen – 1973
  • Gollum – 1973
  • The Mammoth – 1973
  • Monster Out of Time – 1973
  • The Moon Maid – 1973
  • Serpent – 1973
  • Tanar of Pellucidar – 1973
  • Tarzan and the Ant Men – 1973
  • Tree of Death – 1973
  • Barbarian – 1974
  • Flashman on the Charge – 1974
  • Invaders – 1974
  • Madame Derringer – 1974
  • The Mucker – 1974
  • Paradox – 1975
  • Dark Kingdom – 1976
  • Bloodstone – 1975
  • Darkness at Times Edge – 1976
  • The Eighth Wonder / King Kong and Snake – 1976
  • Fire Demon – 1976
  • Queen Kong – 1976
  • Golden Girl – 1977
  • Castle of Sin / Arthur Rex- 1978
  • The Cave Demon – 1978
  • Kane on the Golden Sea – 1978
  • Sound – 1979
  • Witherwing – 1979
  • The Sacrifice – 1980
  • Las Vegas – 1980
  • Seven Romans – 1980
  • Fire and Ice – 1982
  • Geisha – 1983
  • The Disagreement – 1986
  • Victorious – 1986
  • Predators – 1987
  • The Death Dealer II – 1987
  • The Death Dealer III – 1987
  • The Death Dealer IV – 1987
  • The Death Dealer V – 1989
  • Cat Girl II – 1990
  • The Countess and the Greenman – 1991
  • Dawn Attack – 1991
  • The Moons Rapture / Catwalk – 1994
  • Beauty and the Beast – 1995
  • Shi – 1995
  • The Sorceress – 1995
  • The Death Dealer VI – 1996
  • From Dusk till Dawn – 1996

Capas de Álbum[editar | editar código-fonte]

  • "Welcome to the LBJ Ranch!", 1965 álbum de comédia de Earle Doud e Alen Robin
  • Roy Orbison - The Fastest Guitar Alive álbum de trilha sonora (1967)
  • Herman's Hermits – Both Sides of Herman's Hermits (1966) Capa frontal em aquarela, contracapa em nanquim. O nome consta como "Frizzeta" nas notas.
  • Dust – Hard Attack (1972)
  • Waterhole No. 3 Soundtrack LP de Roger Miller(1973)
  • Nazareth – Expect No Mercy (1977)
  • Molly Hatchet – Molly Hatchet (1978)
  • Molly Hatchet – Flirtin' with Disaster (1979)
  • Molly Hatchet – Beatin' the Odds (1980)
  • Yngwie MalmsteenWar to End All Wars (2001)
  • Wolfmother – Wolfmother (2006)

Referências

  1. «Frank Frazetta 1928–2010». Comics Beat. 10 de maio de 2010. Cópia arquivada em 1 de maio de 2011 
  2. a b c d e f Dave Itzkoff (ed.). «Frank Frazetta, Illustrator, Dies at 82; Helped Define Comic Book Heroes». The New York Times. Consultado em 19 de julho de 2020 
  3. «Frank Frazetta Interview». The Comics Journal. 10 de maio de 2010. Cópia arquivada em 14 de maio de 2010 
  4. «Frank Frazetta Bio». frankfrazetta.net. 2 de maio de 2019. Consultado em 19 de julho de 2020 
  5. «Frank Frazetta Interview « The Comics Journal». classic.tcj.com. Consultado em 19 de julho de 2020 
  6. a b «Frazetta Son Arrested in $20M Burglary from Family Art museum». Pocono Record. 10 de dezembro de 2009. Consultado em 19 de julho de 2020 
  7. Frank Howard (ed.). «Feud over Frazetta family fortune leads to criminal charges (with video)». Pocono Record. Consultado em 19 de julho de 2020 
  8. David Kidwwll (ed.). «Frazetta son in court for preliminary hearing». Pocono Record. Consultado em 19 de julho de 2020 
  9. «Morre Frank Frazetta, ilustrador de Conan e Tarzan». G1. 10 de maio de 2010. Consultado em 11 de maio de 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Frank Frazetta