Frank Lautenberg

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Frank Lautenberg

Frank Raleigh Lautenberg (Paterson, Nova Jersey, 23 de janeiro de 1924Nova Iorque, 3 de junho de 2013[1] ) foi um empresário e político dos Estados Unidos que exercia o cargo de senador por Nova Jersey, eleito pelo Partido Democrata.

Em dezembro de 2009, propôs uma medida em retaliação ao Brasil, que suspendia a votação que estabeleceria isenção tarifária para exportações brasileiras por um ano para os Estados Unidos, devido à decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) do Brasil de manter a guarda do menino Sean Goldman com a família materna. Essa moção foi retirada por Lautenberg depois que o STF voltou atrás em sua decisão.[2]

Morreu em Manhattan de pneumonia viral, em 3 de junho de 2013. Era, à época, o senador mais idoso dos Estados Unidos.[3]

Referências

  1. "Sen. Frank Lautenberg, D-N.J., dies at age 89". CBS News. 3 de junho de 2013. Consult. 3 de junho de 2013. 
  2. Ricardo Noblat (23 de dezembro de 2009). "Cai represália contra Brasil após decisão do STF sobre Sean" (em português). O Globo Online. Consult. 4 de junho de 2013. 
  3. France Presse (3 de junho de 2013). "Morre Frank Lautenberg, membro mais idoso do Senado dos EUA" (em português). EM.com. Consult. 3 de junho de 2013. 
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.