Franklin Chang-Díaz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Franklin Chang-Diaz)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Franklin Chang-Díaz
Nome completo Franklin Ramón Chang-Díaz
Nascimento 5 de abril de 1950 (69 anos)
San José, Costa Rica
Nacionalidade Costa Rica costarriquenho
Estados Unidos norte-americano
Progenitores Mãe: María Díaz Romero
Pai: Ramón Chang Morales
Cônjuge Peggy Doncaster
Filho(s)
  • Lidia
  • Miranda
Alma mater Universidade de Connecticut
Instituto de Tecnologia
de Massachusetts
Ocupação Engenheiro mecânico
Físico
Carreira espacial
Astronauta da NASA
Tempo no espaço 66d 18h 16min
Seleção Grupo 9 da NASA 1980
Tempo de AEV 19h 31min
Missões
Insígnia da missão STS-61-c-patch.png Sts-34-patch.png Sts-46-patch.png Sts-60-patch.png Sts-75-patch.png Sts-91-patch.svg Sts-111-patch.png
Aposentadoria 7 de agosto de 2005

Franklin Ramón Chang-Díaz (San José, 5 de abril de 1950) é um físico e ex-astronauta norte-americano, nascido na Costa Rica. Participou de sete missões espaciais, no programa dos ônibus espaciais da NASA, o que faz dele hoje o recordista de missões no espaço, ao lado de Jerry Ross.

Chang-Diaz, filho de pai de ascendência chinesa e mãe de ascendência espanhola (os dois costa-riquenhos de nascimento), nasceu na capital San José e mudou-se para os Estados Unidos para completar seus estudos secundários. Colou grau em engenharia mecânica em 1973 e em física de plasma aplicada no Instituto de Tecnologia de Massachusetts em 1977, para o qual trabalhou no campo da tecnologia da fusão e propulsão de foguetes movidos a plasma.

NASA[editar | editar código-fonte]

Em 1980 foi selecionado para o programa de astronautas e subiu pela primeira vez ao espaço a bordo da missão STS-61-C, da nave Columbia, em 1986. Suas missões subsequentes foram a STS-34 da Atlantis, que colocou a sonda Galileo em órbita para Júpiter, em 1989, a STS-46 em 1992, a STS-60 em 1994, primeira missão conjunta do programa Mir-NASA e que levou entre os tripulantes do ônibus espacial Discovery um cosmonauta russo, Sergei Krikalev.

Sua quinta missão espacial foi na STS-75 Columbia, em fevereiro de 1996, que colocou satélites em órbita terrestre. Em 1998, a STS-91 Discovery, outra missão do ônibus espacial à estação orbital Mir e finalmente a STS-111 em 2002, sua sétima e última missão, quando Chang-Diaz realizou três caminhadas espaciais para trabalhos na construção da Estação Espacial Internacional.

Entre 1993 e 2005, Chang-Diaz também exerceu as funções de diretor do laboratório de propulsão espacial avançada no Centro Espacial Lyndon B. Johnson. Neste último ano de serviço, aposentou-se da NASA e fundou a Ad Astra Rocket Company, uma empresa de alta tecnologia dedicada à pesquisa e desenho de propulsores a plasma.

Atualmente, ele é professor de física na Universidade Rice e na Universidade de Houston. Graças a sua carreira de astronauta e a seu sucesso científico, ele foi condecorado diversas vezes na Costa Rica e feito cidadão honorário do país pelo Congresso Nacional. O Centro Nacional de Alta Tecnologia da Costa Rica, entre outras instituições, foi batizado com seu nome.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Franklin Chang-Díaz