Fred Mandel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Fred Mandel
Informação geral
Nome completo Frederick Lawrence Mandel
Nascimento 1953 (64 anos)
Origem Estevan, Canadá
País  Canadá
Gênero(s) Rock
Instrumento(s) Teclado, guitarra
Período em atividade 1977-atualmente
Afiliação(ões) Pink Floyd, Queen, Alice Cooper, Elton John

Fred Mandel (Estevan, 1953) é um músico canadense. É tecladista[1] e guitarrista.

Mandel se envolveu com a música desde a sua infância. Começou a tocar piano aos quatro anos, e aos oito aprendeu a tocar violão. Em 1964, com onze anos, sua família mudou-se para Toronto, local no qual presenciou a ascensão de vários artistas importantes do rock, Jimi Hendrix, The Who e The Rolling Stones.

Suas primeiras contribuições como músico de estúdio ocorreram durante o final da década de 1970, com destaque a trabalhos do cantor Alice Cooper. Em 1979, Fred participou do álbum The Wall, da banda Pink Floyd.[1]

Na década de 1980, Mandel foi convidado a trabalhar com o Queen como músico convidado, durante a turnê de divulgação do álbum Hot Space. A partir disso, sua boa relação com o quarteto possibilitou-o a participar como músico contratado nas gravações do disco The Works. Mandel tocou teclado em canções como "Man on the Prowl" e três singles do álbum, "Radio Ga Ga", "Hammer To Fall", e "I Want to Break Free" (o famoso solo de sintetizador nesta última, muitas vezes confundido com guitarra, é tocado por Mandel em um Roland Jupiter 8).[2] Em projetos paralelos de músicos deste grupo, Mandel participou do Star Fleet Project do guitarrista Brian May[3] e o álbum Mr. Bad Guy, de Freddie Mercury.

Fred Mandel ainda trabalhou em vários álbuns do cantor Elton John, do qual é fã.[4]

Discografia selecionada[editar | editar código-fonte]

Álbuns:

Referências

Accordrelativo20060224.png Este artigo sobre um(a) músico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.