Frederico Carlos da Prússia (1893–1917)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Frederico Carlos
Príncipe da Prússia
Fried. Karl of Prussia 4910526328 a7eeec449b o.jpg
Frederico Carlos
 
Nascimento 6 de abril de 1893
Morte 6 de abril de 1917 (24 anos)
Pai Frederico Leopoldo da Prússia
Mãe Luísa de Schleswig-Holstein


Frederico Carlos
Informações pessoais
Modalidade Saltos
Nacionalidade Alemanha alemão
Medalhas
Jogos Olímpicos
Bronze Estocolmo 1912 Saltos por Equipes

Frederico Carlos da Prússia (Tassilo Guilherme Humberto Leopoldo Frederico Carlos), (6 de abril de 1893 - 6 de abril de 1917) foi um príncipe alemão e cavaleiro de competição que participou nos Jogos Olímpicos de 1912.

Família[editar | editar código-fonte]

Frederico Segismundo era o segundo filho do príncipe Frederico Leopoldo da Prússia e da sua esposa, a princesa Luísa de Schleswig-Holstein. Os seus avós paternos eram o príncipe Frederico Carlos da Prússia e a princesa Maria Ana de Anhalt-Dessau. Os seus avós paternos eram o duque Frederico VIII de Schleswig-Holstein e a princesa Adelaide de Hohenlohe-Langenburg. As suas tias paternas eram as princesas Maria da Prússia, casada com o príncipe Henrique dos Países Baixos, Isabel Ana da Prússia, casada com o grão-duque Frederico Augusto II de Oldemburgo e Luísa Margarida da Prússia, casada com o príncipe Artur, duque de Connaught. Entre as suas tias maternas estava a princesa Augusta Vitória de Schleswig-Holstein, esposa do kaiser Guilherme II da Alemanha.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Frederico fez parte da equipa alemã nos Jogos Olímpicos de 1912, vencendo uma medalha de bronze nas provas equestres.[2]

Lutou na Primeira Guerra Mundial entre 1914 e 1917, comandando as FA(A) e realizando patrulhas aéreas com Jasta Boelcke sempre que possível. Durante uma dessas patrulhas, no dia 21 de março de 1917, foi forçado a aterrar quando uma bala atingiu o motor e lhe feriu ligeiramente o pé. Aterrou na base aérea de Albatros, mas quando fugia para a linha de batalha alemã ficou gravemente ferido nas costas devido a uma descarga das tropas australianas. Foi depois levado para o campo de batalha australiano onde se manteve como prisioneiro até morrer dos seus ferimentos no dia 6 de abril de 1917.

Referências

  1. C. Arnold McNaughton, The Book of Kings: A Royal Genealogy, in 3 volumes (London, U.K.: Garnstone Press, 1973), volume 1, page 67.
  2. «Estáticas no Sports Reference». Consultado em 19 de dezembro de 2015. 

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]