Frederico Guilherme, Grão-Duque de Mecklemburgo-Strelitz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Frederico Guilherme
Grão-Duque de Mecklemburgo-Strelitz
Reinado 6 de setembro de 1860
a 30 de maio de 1904
Antecessor(a) Jorge
Sucessor(a) Adolfo Frederico V
 
Esposa Augusta de Cambridge
Descendência Frederico Guilherme
Adolfo Frederico V, Grão-Duque de Mecklemburgo-Strelitz
Casa Mecklemburgo-Strelitz
Nome completo Frederico Guilherme Carlos Jorge Ernesto Adolfo Gustavo
Nascimento 17 de outubro de 1819
  Neustrelitz, Mecklemburgo-Strelitz
Morte 30 de maio de 1904 (84 anos)
  Neustrelitz, Mecklemburgo-Strelitz, Império Alemão
Enterro Mirow, Alemanha
  6 de junho de 1904
Pai Jorge, Grão-Duque de Mecklemburgo-Strelitz
Mãe Maria de Hesse-Cassel
Religião Luteranismo
Assinatura Assinatura de Frederico Guilherme
Brasão

Frederico Guilherme de Mecklemburgo-Strelitz (17 de outubro de 1819 - 30 de maio de 1904) foi um soberano alemão que governou o estado de Mecklemburgo-Strelitz desde 1860 até à sua morte.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nasceu em Neustrelitz, filho de Jorge I, Grão-Duque de Mecklemburgo-Strelitz e da princesa Maria de Hesse-Cassel. Passou a sua infância e adolescência em Neustrelitz e depois foi estudar História e Jurisprudência na Universidade de Bonn. Depois de terminar os seus estudos, foi viajar, visitando a Itália e a Suíça. Mais tarde tornou-se doutor de Direito Civil pela Universidade de Oxford.

Frederico Guilherme sucedeu ao seu pai como grão-duque no dia 6 de setembro de 1860. Durante o seu reinado, Mecklemburgo-Strelitz tornou-se um estado-membro da Confederação da Alemanha do Norte e depois do Império Alemão. Frederico Guilherme era um grande proprietário, sendo que mais de metade do seu grão-ducado era sua propriedade pessoal.[1]

No dia 12 de agosto de 1862, Frederico Guilherme foi investido cavaleiro da Ordem da Jarreteira pela rainha Vitória do Reino Unido.[2]

Casamento e descendência[editar | editar código-fonte]

Frederico Guilherme casou-se no dia 28 de junho de 1843 no Palácio de Buckingham com a princesa Augusta de Cambridge, um membro da família real britânica e neta do rei Jorge III. Os dois também eram primos em segundo grau pelo lado do pai. Tiveram dois filhos:[3]

Frederico Guilherme e a sua esposa Augusta celebraram as bodas de diamante distribuindo 25 pfenning do tesouro público a cada cidadão do grão-ducado.[4]

Frederico Guilherme
Franz Xaver Winterhalter, 1853. Na Royal Collection

Honras[editar | editar código-fonte]

Alemãs

  • 1819: Grão-Ducado de Mecklemburgo-Strelitz Ordem da Coroa Wéndica[5]
  • 18 de dezembro de 1844: Eleitorado de Hesse Ordem do Leão Dourado[6]
  • 6 de setembro de 1860: Grão-Ducado de Hesse Ordem de Luís[7]
  • 1861: Reino de Hanôver Ordem de Santo Jorge[8]
  • 1862: Flagge Herzogtum Anhalt.svg Ordem de Alberto, o Urso[9]
  • 23 de agosto de 1863: Grão-Ducado de Oldemburgo Ordem de Pedro Frederico Luís[10]
  • agosto de 1865: Ducado de Nassau Ordem do Leão Dourado da Casa de Nassau[11]
  • 1877: Ducado de Saxe-Coburgo-Gota Ordem da Casa Ernestina da Saxônia[12]

Estrangeiras

Ancestrais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. http://query.nytimes.com/mem/archive-free/pdf?res=9A07E6DE113DE633A25752C3A9639C946597D6CF
  2. The Gentleman's Magazine". F. Jefferies. 1862. pp. 350.
  3. http://www.thepeerage.com/p10092.htm#i100918
  4. http://query.nytimes.com/gst/abstract.html?res=9E06EFDF1F3BEE33A25756C0A9619C946297D6CF
  5. Grossherzoglich Mecklenburg-Schwerinscher Staatskalendar, 1902, p. 6
  6. Hof- und Staats-Handbuch des Großherzogtum Hessen (1879), "Großherzogliche Orden und Ehrenzeichen" p. 44
  7. Hof- und Staats-Handbuch ... Hessen (1879), "Großherzogliche Orden und Ehrenzeichen" p. 11
  8. Hof- und Staats-Handbuch des Königreich Hannover (1865), "Königliche Orden und Ehrenzeichen" p. 38
  9. Hof- und Staats-Handbuch für des Herzogtum Anhalt (1894), "Herzoglicher Haus-Orden Albrecht des Bären" p. 16
  10. Hof- und Staatshandbuch des Großherzogtums Oldenburg: für das Jahr 1878, "Der Großherzogliche Haus-und Verdienst Orden" p. 33
  11. Staats- und Adreß-Handbuch des Herzogthums Nassau (1866), "Herzogliche Orden" p. 9
  12. Staatshandbücher für das Herzogtum Sachsen-Coburg und Gotha (1884), "Herzogliche Sachsen-Ernestinischer Hausorden" p. 32
  13. Shaw, Wm. A. (1906) The Knights of England, I, Londres, p. 208
  14. "A Szent István Rend tagjai" Arquivado em 2010-12-22 no Wayback Machine.
  15. Jørgen Pedersen (2009). Riddere af Elefantordenen, 1559–2009 (em dinamarquês). Dinamarca: Syddansk Universitetsforlag. p. 466. ISBN 978-87-7674-434-2 
  16. «Sveriges statskalender (1877) p.368» (em sueco). Consultado em 6 de janeiro de 2018 – via runeberg.org 
  17. Shaw, p. 61
  18. «The Gentleman's Magazine». F. Jefferies. 1862. p. 350 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]