Frei Gaspar da Encarnação

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Frei Gaspar da Encarnação
Frei Gaspar da Encarnação.png
Frei Gaspar da Encarnação
Período 1749 - 2 de Agosto de 1750
Antecessor(a) Marco António de Azevedo Coutinho
Sucessor(a) Sebastião José de Carvalho e Melo
Dados pessoais
Nascimento 1685
Lisboa
Morte 1752 (67 anos)

Gaspar de Moscoso e Silva, conhecido como Frei Gaspar da Encarnação (Lisboa, 1685 - 1752), foi um religioso português.

Frequentou a Universidade de Coimbra, onde se doutorou em Cânones. Em 1710 foi nomeado reitor dessa mesma universidade. Cinco anos depois deixou as vestes da reitoria e de deão da sé de Lisboa para entrar no convento franciscano do Varatojo, onde veio a professar, em 20 de Junho de 1715, com o nome de Frei Gaspar da Encarnação. Teve uma grande participação política, após a morte do cardeal da Mota, no reinado de D. João V. Com a subida ao trono de D. José I, perdeu toda a sua influência política.

Era irmão de D. Martinho Mascarenhas, 3º marquês de Gouveia casado com Inácia Rosa de Távora, ambos filhos de D. João Mascarenhas, 5º conde de Santa Cruz e Teresa de Moscoso Osório, 1ª marquesa de Santa Cruz.

Fonte[editar | editar código-fonte]

  • Innocencio Francisco da Silva, Apontamentos Acerca de D. Luis Francisco de Assis Sanches Baena (1707-1782) dados à luz e offerecidos a seu terceiro neto o ex.mo senhor Visconde de Sanches de Baena», Lisboa, 1869, p. 11.