Frei Lagonegro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Frei Lagonegro
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Frei Lagonegro
Bandeira
Brasão de armas de Frei Lagonegro
Brasão de armas
Hino
Apelido(s) "Bom Sucesso"
Gentílico frei lagonegrense
Localização
Localização de Frei Lagonegro em Minas Gerais
Localização de Frei Lagonegro em Minas Gerais
Frei Lagonegro está localizado em: Brasil
Frei Lagonegro
Localização de Frei Lagonegro no Brasil
Mapa de Frei Lagonegro
Coordenadas 18° 10' 04" S 42° 45' 57" O
País Brasil
Unidade federativa Minas Gerais
Região intermediária[1] Governador Valadares
Região imediata[1] Guanhães
Municípios limítrofes Coluna, Itamarandiba, São José do Jacuri, São Sebastião do Maranhão
Distância até a capital 385 km
História
Emancipação 21 de dezembro de 1995 (23 anos)
Aniversário 21 de dezembro
Administração
Prefeito(a) Leandro Gonçalves Fernandes (PTB, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [2] 168,790 km²
População total (estimativa IBGE/2018[3]) 3 469 hab.
Densidade 20,55 hab./km²
Clima Tropical ((Aw))
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 39708-000
Indicadores
IDH (PNUD/2000 [4]) 0,612 médio
PIB (IBGE/2008[5]) R$ 23.794.000,00 mil
PIB per capita (IBGE/2016[5]) R$ 6 847,23
Sítio oficial (Prefeitura)

Frei Lagonegro é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. Sua população estimada em 2018 era de 3 469[3] habitantes, conforme dados do IBGE. Localiza-se no Vale do Rio Doce.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1948, Dona Delmira, esposa de Manoel Fagundes, doou um terreno em uma localidade conhecida como Bonsucesso, em homenagem ao padroeiro local, Senhor Bom Jesus, onde seriam realizadas as festas e comemorações. Esse fato começou a atrair pessoas para região que assim que chegavam, recebiam um lote para que ali pudessem se instalar. 

Os primeiros moradores do povoado de Bonsucesso foram: José Gonçalves de Almeida, Ronaldo Romão, Joviano Líbano, Juca Flor, Zacarias Ferreira dos Santos, Antônio Ramos, José Maria Costa (conhecido como Zé Balainho) e Sebastião Fragoso. A primeira missa foi celebrada em uma casinha de sapé, realizada por Frei Bernardino de Lagonegro, também conhecido pelo povo da região como "Capuchinho Vigário".

Anos mais tarde, chefiados por Aprígio Rocha, os senhores Antônio Lino, Antônio Fragoso, Agostinho Gonçalves e Romualdo Romão construíram a primeira igreja do povoado, que tinha como celebrante o padre Otávio, que alguns anos depois, foi substituído pelo Padre Júlio.

O topônimo é em homenagem a Frei Lagonegro, pela sua dedicação, amor e serviços prestados à comunidade.

Formação Administrativa[editar | editar código-fonte]

Distrito criado com a denominação de Frei Lagonegro, pela Lei Estadual n.º 2.764, de 30/12/1962, subordinado ao município de São José do Jacuri. Em divisão territorial datada de 31 de dezembro de 1963, o distrito de Frei Lagonegro, figura no município de São José do Jacuri. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1988. Elevado à categoria de município e distrito com a denominação de Frei Lagonegro, pela Lei Estadual n.º 12.030, de 21/12/1995, desmembrado de São José do Jacuri. Sede no antigo distrito de Frei Lagonegro. Constituído do distrito sede. Instalado em 1 de janeiro de 1997. Em divisão territorial datada de 2003, o município é constituído do distrito sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2014.

Tem em sua história, grande contribuição do ex-prefeito Lindnelson José Neto (Nico), que foi o grande fomentador da ideia de tornar o distrito um município.

Referências

  1. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Base de dados por municípios das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias do Brasil». Consultado em 10 de fevereiro de 2018 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. a b «Estimativa populacional 2018 IBGE». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de agosto de 2018. Consultado em 2 de setembro de 2018 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.