Friagem

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Friagem é a queda brusca de temperatura, com ventos razoavelmente frios.[1] Pode acontecer mais de uma vez na Amazônia ocidental, de maio a agosto.[1] O fenômeno climático é uma consequência da entrada das massas de ar polar atlântica, por meio das bacias hidrográficas do Prata e do Paraguai, quando recebe o ar frio das regiões de clima temperado da América do Sul.[1] Dura entre três e quatro dias.[1]

Este fenômeno é potencializado pelo homem, pois quando havia floresta, a passagem do ar polar era dificultada, porém com o desmatamento das florestas o ar polar passa com maior facilidade.[carece de fontes?]

Exemplos[editar | editar código-fonte]

Julho do ano de 1975[editar | editar código-fonte]

Cidade Unidade Federativa Temperatura mín. Referências
Rio Branco  Acre 6,0 °C [2]
Porto Velho  Rondônia 7,4 °C [2]
Manaus  Amazonas 17,8 °C [2][3]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Nova Cultural (1998). «Friagem». Grande Enciclopédia Larousse Cultural. 11. São Paulo: Folha de São Paulo 

Referências

  1. a b c d Nova Cultural 1998, p. 2578.
  2. a b c «Onda de frio 1975 x Onda de frio 2013 - parte 1». Consultado em 1 de maio de 2019 
  3. «19 de julho de 1975, o dia em que Manaus tremeu de frio». Consultado em 1 de maio de 2019 
Ícone de esboço Este artigo sobre Meteorologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.