Friedrich Gottlob Hayne

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Friedrich Gottlob Hayne
Nascimento 18 de março de 1763
Morte 28 de abril de 1832 (69 anos)
Berlim
Cidadania Alemanha
Ocupação botânico, professor universitário
Empregador Universidade Humboldt de Berlim

Friedrich Gottlob Hayne (Jüterbog, 18 de março de 1763Berlim, 28 de abril de 1832) foi um botânico, farmacêutico e professor universitario alemão.[1] Foi laureado em botânica e micologia.

Biografia[editar | editar código-fonte]

De 1778 a 1796 foi farmacêutico em Berlim; para logo iniciar trabalhos em botânica com Carl Ludwig Willdenow.

Em 1797 foi trabalhar na Prússia.

De 1801 a 1808 trabalhou em Schönebeck como assistente na „Königlichen Preußischen Chemischen Fabrique“ (Hermania) e, em 1793, com o farmacêutico Carl Samuel Hermann instalam a primeira indústria química alemã. Nessa época em Schönebeck supervisiona as obras da fábrica e ainda tem tempo para coletar plantas.

Devido ao Tratado de paz de Tilsit de 1807 o Império Prussiano perde a metade do seu território. Como resultado, Hayne se muda para Berlim em 1808, e partir de 1811 assume o cargo de docente de botânica na Universidade de Berlim.

Em 1814 assume a cátedra de professor extraordinario. Em 1828 assume o cargo de de professor de Botânica Farmacêutica, continuando a realizar frequentes excursões botânicas.

Produziu 600 ilustrações de plantas de grande interesse farmacêutico.

Foi membro honorário da Gesellschaft Naturforschender Freunde zu Berlin ( Sociedade de Amigos da Ciência Natural de Berlim.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Termini botanici iconibus illustrati, oder botanische Kunstsprache durch Abbildungen erläutert. 2 vols., 1799–1812, Neuausgabe 1817
  • Botanisches Bilderbuch für die Jugend und Freunde der Pflanzenkunde. 5 vols., 1798–1819, junto com Friedrich Dreves
  • Getreue Darstellung und Beschreibung der in der Arzneykunde gebräuchlichen Gewächse wie auch solcher, welche mit ihnen verwechselt werden können. 11 vols., 1805–1846 ( continuado por Johann Friedrich Brandt, Julius Theodor Christian Ratzeburg e Johann Friedrich Klotzsch)
  • Getreue Darstellung und Beschreibung der in der Technologie gebräuchlichen Gewächse ("Representações e descrições das plantas usadas em tecnologia " . 1809
  • Abbildungen der deutschen Holzarten. 2 vols. com 216 ilustrações coloridas a mão, 1810–1920, junto com Friedrich Guimpel e Carl Ludwig Willdenow.
  • Abbildungen der fremden, in Deutschland ausdauernden Holzarten ( Imagens e ilustrações de diferentes madeiras nativas e exóticas. 24 textos de exercícios e 144 ilustrações coloridas, 1819–1830, junto com Friedrich Guimpel e Cristoph Friedrich Otto
  • Dendrologische Flora oder Beschreibung der in Deutschland im Freien ausdauernden Holzgewächse, ein Handbuch für Kameralisten, Forstmänner, Gartenbesitzer, Landwirthe . 1822.

Referências

  • Zander, R. Fritz Encke, Günther Buchheim, Siegmund Seybold. Handwörterbuch der Pflanzennamen. Auflage 13. Ulmer Verlag. Stuttgart. 1984. ISBN 3-8001-5042-5

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Wikipedia-pt-hist-cien-logo.png Portal de história da ciência. Os artigos sobre história da ciência, tecnologia e medicina.