Friedrich Wetter

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Friedrich Wetter
Cardeal da Igreja Católica
Arcebispo-emérito de Munique e Freising
Hierarquia
Papa Francisco
Atividade eclesiástica
Diocese Arquidiocese de Munique e Freising
Nomeação 28 de outubro de 1982
Entrada solene 12 de dezembro de 1982
Predecessor Dom Joseph Aloisius Cardeal Ratzinger
Sucessor Dom Reinhard Cardeal Marx
Mandato 1982 - 2007
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 10 de outubro de 1953
Collegium Germanicum et Hungaricum
por Dom Clemente Cardeal Micara
Nomeação episcopal 28 de maio de 1968
Ordenação episcopal 29 de junho de 1968
Catedral de Speyer
por Isidor Markus Emanuel
Brasão episcopal
Friedrich WetterSP.jpg
Nomeado arcebispo 28 de outubro de 1982
Cardinalato
Criação 24 de maio de 1985
por Papa João Paulo II
Ordem Cardeal-presbítero
Título Santo Estêvão no Monte Celio
Brasão
Coat of arms of Friedrich Wetter.svg
Lema PAX VOBIS
Dados pessoais
Nascimento Landau
20 de fevereiro de 1928 (93 anos)
Nacionalidade alemão
Progenitores Mãe: Hedwig Agnes
Pai: Peter Wetter
Funções exercidas -Bispo de Speyer (1968-1982)
dados em catholic-hierarchy.org
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Friedrich Wetter (Landau, 20 de fevereiro de 1928) é um cardeal católico alemão e arcebispo-emérito de Munique e Freising.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nasceu como o terceiro filho de Peter Wetter, um trabalhador ferroviário, e sua esposa Hedwig Agnes, sendo que de suas duas irmãs, uma se tornou professora primária e a outra, religiosa que foi superiora-geral do Instituto Beatíssima Virgem Maria.[1]

A educação incial foi realizada em Landau. Em seguida, estudou na Faculdade de Filosofia e Teologia Sankt Georgen, em Frankfurt, na Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma, e residiu no Collegium Germanicum et Hungaricum; também estudou na Faculdade de Teologia de Munique.[1]

Foi ordenado padre em 10 de outubro de 1953, em Roma, na igreja do Collegium Germanicum et Hungaricum, por Clemente Micara, cardeal-vigário de Roma.[1][2] Tornou-se professor de Teologia Fundamental no Instituto Superior de Filosofia e Teologia, entre 1962 e 1967 e professor de teologia dogmática, na Universidade de Mainz, entre 1967 e 1968.[1]

Eleito bispo de Speyer em 28 de maio de 1968, foi consagrado em 29 de junho, na Catedral de Speyer, por Isidor Markus Emanuel, bispo-titular de Marazane, bispo-emérito de Speyer, tendo como co-sagrantes Hermann Volk, bispo de Mainz, e por Alfred Kleinermeilert, bispo-titular de Pausula, bispo-auxiliar de Trier. Em 28 de outubro de 1982, foi promovido à Sé Metropolitana de München und Freising.[1][2]

Em 24 de abril de 1985, foi anunciada a sua criação como cardeal e no Consistório de 25 de maio foi criado cardeal-presbítero, recebendo o barrete vermelho e o título de Santo Estêvão no Monte Celio, que estava vago há 10 anos.[1][2]

Em 2 de fevereiro de 2007, o Papa Bento XVI aceitou sua renúncia do governo pastoral da arquidiocese em conformidade com o cânon 401 § 1 do Código de Direito Canônico.[1][3] Foi administrador apostólico da arquidiocese até a posse de seu sucessor em 2 de fevereiro de 2008.[1][2] Foi o enviado especial papal para as celebrações do milênio da Arquidiocese de Bamberg, em 8 de julho de 2007.[1]

O cardeal Wetter é membro do Conselho de Curadores do Centro Judaico de Munique[4] e é um membro honorário da Congregação dos Homens Marianos da Anunciação, fundada em 1610 na Bürgersaalkirche em Munique.[5] Por ocasião de sua aposentadoria, a Academia Católica da Baviera lançou o Prêmio Kardinal-Wetter-Preis, em sua homenagem, em 2008, que é concedido anualmente para dissertações teológicas ou teses de pós-doutorado.[6]

Conclaves[editar | editar código-fonte]

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Friedrich Wetter: Mit euch bin ich Christ, für euch bin ich Bischof. Mit Fotografien von Thomas Klinger. Verl. Sankt Michaelsbund, München 1998. ISBN 3-920821-04-1.
  • Friedrich Wetter: Wer in der Liebe bleibt – Predigt bei der Eucharistiefeier mit Segnung der Ehepaare am 30. September 2007 im Mariendom zu Freising. Mit Fotografien von Thomas Klinger und Konstanze Klinger. Erzbischöfliches Ordinariat, München 2007.

Referências

  1. a b c d e f g h i The Cardinals of the Holy Roman Church
  2. a b c d Le Petit Episcopologe, pub. 9, num. 433
  3. «Rinuncia dell Arcivescovo di Munchen und Freising» (em italiano). Sala de Imprensa da Santa Sé, 2 de fevereiro de 2007 
  4. «Mitglieder des Kuratoriums» (em alemão). Jüdisches Zentrum Jakobsplatz 
  5. «Die Ehrenmitglieder der Marianischen Männerkongregation Mariä Verkündigung am Bürgersaal zu München». Marianische Männerkongregation Mariä Verkündigung am Bürgersaal zu München (em alemão). Consultado em 5 de janeiro de 2019 
  6. «Katholische Akademie in Bayern» (em alemão). Preisträger 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Peter Pfister, ed. (2003). Ihr Freunde Gottes allzugleich. Heilige und Selige im Erzbistum München und Freising. Erzbischof Friedrich Kardinal Wetter zum 75. Geburtstag (em alemão). München: Don Bosco Verlag. ISBN 3-7698-1405-3 
  • Schlickel, Ferdinand (1992). Hans Ammerich, ed. Friedrich Wetter. Bischof von Speyer (1968–1982). Festgabe zum 60. Geburtstag Seiner Exzellenz Dr. Anton Schlembach, Bischof von Speyer. Col: Lebensbilder der Bischöfe von Speyer seit der Wiedererrichtung des Bistums Speyer 1817/21 (em alemão). 15. Speyer: Archiv des Bistums Speyer: Schriften des Diözesan-Archivs Speyer. p. 339–358 
  • Landersdorfer, Anton (2002). Erwin Gatz, ed. Wetter, Friedrich." Die Bischöfe der deutschsprachigen Länder, 1945 2001 : ein biographisches Lexikon. Unter Mitwirkung von Franz Xaver Bischof ... [et al.] (em alemão). Berlim: Duncker & Humblot. p. pp. 306-307 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Friedrich Wetter


Precedido por
Isidor Markus Emanuel
Brasão episcopal
Bispo de Speyer

19681982
Sucedido por
Anton Schlembach
Precedido por
Joseph Ratzinger
Brasão arquiepiscopal
Arcebispo de Munique e Freising

19822007
Sucedido por
Reinhard Marx
Precedido por
József Mindszenty
Brasão cardinalício
Cardeal-presbítero de
Santo Estêvão no Monte Celio

1985
Sucedido por
incumbente