Fronteiras do Desconhecido

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde setembro de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Fronteiras do Desconhecido
Informação geral
Formato Programa de variedades
Criador(es) Autores da emissora
País de origem Brasil
Idioma original Português
Produção
Apresentador(es) Ronalldo Rosas
Carlos Bianchini
Elenco Diversos atores
Exibição
Emissora de televisão original Brasil Rede Manchete
Transmissão original 20 de março de 19904 de setembro de 1991

Fronteiras do Desconhecido foi um programa de televisão brasileiro exibido semanalmente, no horário das 22h30, pela Rede Manchete.[1]

Foi criado para fazer concorrência com a primeira versão do programa Linha Direta, da Rede Globo.[1]

O programa jornalístico e polêmico, foi apresentado por Ronalldo Rosas (1990) e Carlos Bianchini (1991), vai trazendo as diferentes histórias, os temas polêmicos, os dramas comoventes e as divertidas comédias.[1]

Vários atores estão no elenco, como Nádia Lippi, Ângela Leal, Cristina Prochaska, Fátima Freire, Reynaldo Gonzaga, Cláudio Marzo, Cássia Kiss, Marcos Palmeira, Marcos Winter, Cristiana Oliveira, Betty Erthal e Ewerton de Castro.[1]

Também a autoria variava. Vários autores contratados escreviam os episódios, como Walcyr Carrasco, Paulo Figueiredo, Rita Buzzar, Wilson Aguiar Filho, Alfredo Sirkis, Ewerton de Castro, Leila Miccolis e Lauro César Muniz.[1]

Em 1992, surgiu um novo programa, Histórias Populares, que inicialmente apresentou três histórias inéditas e depois passou a reprisar as histórias de Fronteiras do Desconhecido.[1]

Boa parte das histórias de Fronteiras do Desconhecido e Histórias Populares foram reprisadas em 1993, num programa intitulado Enigma.[1]

A trilha sonora era composta por Marcus Viana.[1]

A minissérie Inimigos Públicos, foi reapresentada em três vezes; Na primeira vez, às 19h30, entre 13 de maio e 5 de julho de 1991, em versão original de 40 capítulos; Na segunda vez, entre 23 de agosto e 3 de dezembro de 1993, às 21h30. Depois do Jornal da Manchete, de segunda à sexta-feira, em 65 capítulos; E na terceira vez, entre 2 de fevereiro e 24 de abril de 1998. às 19h, de segunda à sexta-feira, contando com 60 capítulos.[1]

Episódios[editar | editar código-fonte]

A Personalidade Intrusa[editar | editar código-fonte]

Adaptação: Eloy Santos
Um programa de: Augusto César Vanucci
Direção: Evaldo Ruy

Elenco:

Adelino, Uma Vida de Amor[editar | editar código-fonte]

Adaptação: Paulo Figueiredo
Direção: Evaldo Ruy e Augusto César Vanucci

Elenco:

Inimigos Públicos[editar | editar código-fonte]

Adaptação: Alfredo Sirkis
Direção: Jayme Monjardim

Elenco:

Frei Galvão, Francisco Brasileiro[editar | editar código-fonte]

Adaptação: Eloy Santos
Direção: Evaldo Ruy e Augusto César Vanucci

Elenco:

O Resgate[editar | editar código-fonte]

Adaptação: Paulo Figueiredo
Direção: Henrique Martins

Elenco:

Escrava Anastácia[editar | editar código-fonte]

Adaptação: Paulo César Coutinho
Direção: Henrique Martins

Elenco:

A Rua do Salto[editar | editar código-fonte]

Adaptação: Margareth Boury
Direção: Jorge Queiroz

Elenco:

O Teu Nome: Marília[editar | editar código-fonte]

Adaptação: Eloy Santos
Direção: Jorge Queiroz

Elenco:

A Matéria dos Sonhos[editar | editar código-fonte]

Roteiro: Aloísio Filho
Direção: Tomil Gonçalves

Elenco:

Maria do Cais[editar | editar código-fonte]

Adaptação: Walcyr Carrasco
Direção: Henrique Martins

Elenco:

O Acidente[editar | editar código-fonte]

Adaptação: Lauro César Muniz
Direção: José Louzeiro

Elenco:

Um Grito na Noite[editar | editar código-fonte]

Adaptação: Walcyr Carrasco
Direção: Atílio Riccó

Elenco:

A Casa do Penhasco[editar | editar código-fonte]

Adaptação: Margareth Boury
Direção: Henrique Martins

Elenco: