Frota da Companhia do Metropolitano de São Paulo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A frota operacional de trens do Metrô de São Paulo é composta atualmente por 165 composições de 13 séries diferentes fabricadas entre 1972 e 2017. Trens com bitola larga de 1600 mm e alimentação por terceiro trilho operam nas linhas 1, 2 e 3 enquanto trens com bitola internacional de 1435 mm operam com alimentação via catenária nas linhas 4 e 5.[1]

Em breve, com os processos de modernização, a tendência é de redução no número de frotas de trens, mas com a permanência da quantidade dos mesmos devido a modernização das frotas A, C e D para I, J, K e L.

A frota M do Metrô é pertencente à categoria monotrilho, se diferenciando dos demais trens por ser um veículo leve sobre pneus que circula em vigas elevadas, recebe alimentação por suporte eletrizado na via e também é um modal de alta capacidade.

As frotas operam nas linhas 1e 3 com sinalização ATO, porém estão sendo modernizadas para CBTC enquanto as linhas 2, 4 , 5 e 15 já operam com CBTC sendo a 4 e a 15 sem condutor.

Para melhor visualização desta página acesse via Firefox para PC em monitor 1920 x 1080 (full HD).

Frota atual[editar | editar código-fonte]

  • Frotas marcadas possuem página informativa!
Frota Máscara Linhas em Operação Linhas Anteriores Ano de Fabricação Fabricante Velocidade Máxima[2] Trens / Carros em Operação

(por linha)

Notas
A*
2x Budd-Mafersa Frota A - Estação Armênia - Linha 1 - Azul do Metrô de São Paulo.JPG
1blue.png Azul 2green.png Verde
3red.png Vermelha
1972 / 1974 Budd Co.
Mafersa
100 KM/h 1blue.png 7 / 42
(A01, A17, A18, A21, A28, A29, A35)
  • Sendo modernizada como Frota I e Frota J.
E*
Alstom Milênio - Estação Paraíso - Linha 2 Verde do Metrô de SP.JPG
1blue.png Azul

2green.png Verde

3red.png Vermelha 1998 / 1999 Alstom 100 KM/h

1blue.png 2green.png 2 / 12

( E02, E03)

2green.png 9/ 54

(E01, E04, E05, E06, E07, E08, E09, E10 e E11)

  • E02 e E03 circulam pela linha 1 azul aos finais de semana e em dias de semana em casos de necessidade operacional.
F*
Alstom Metropolis.jpg
5roxo.png Lilás --- 2001 / 2002 Alstom 80 KM/h 5roxo.png 7 / 48
(F01, F02, F03, F05, F06, F07, F08)
  • A composição F06-1 foi elegido pela Companhia do Metropolitano de São Paulo para simulação de descarrilamento/encarrilamento de trem em Setembro de 2009.
  • A composição F04 encontra-se imobilizada devido a prática de canibalismo por parte da manutenção da Companhia do Metropolitano de São Paulo.[3]
G
Alstom A96.2010 068.JPG
2green.png Verde
3red.png Vermelha
--- 2008 / 2010 Alstom 100 KM/h 2green.png 3/ 18
(G22, G23, G24)

3red.png 13/ 78
(G12, G13, G14, G15, G16, G17, G18, G19, G20, G21, G25, G26, G27)
  • Não carregam externamente o prefixo "G", mas sim o número serial da linha, "200". Por exemplo: a identificação do G19 é, externamente, 219.
H
Caf359byhorus.JPG
3red.png Vermelha 1blue.png Azul 2008 / 2010 CAF 100 KM/h 3red.png 16 / 96
(H52, H53, H54, H55, H56, H57 , H58, H60, H61, H62, H63, H64, H65, H66, H67, H68)
  • H59 único trem da frota H que se encontra imobilizado desde 2014 sendo utilizado em processo de remoção de peças conhecido como canibalismo.
I 1blue.png Azul
2green.png Verde
--- 2011 / 2017 Consórcio Modertren:
Alstom
Siemens
100 KM/h 1blue.png 8 / 48
(I06, I11, I13, I15, I16, I22, I24, I25)


2green.png 9 / 54
(I03, I04, I05, I07, I08, I10, I12 , I20, I23)
  • Frota A modernizada. Truques e caixa do ano de 1972/1974.
J* 1blue.png Azul
2green.png Verde
--- 2011 / 2017 Consórcio BTT:
Bombardier
→ Tejofran
→ Temoinsa
100 KM/h 1blue.png 13 / 78
(J31, J33, J34, J36, J37, J38, J40, J41, J44, J45, J46, J50, J51)


2green.png 6/ 36
(J27, J32, J42, J43, J48, J49)
  • Frota A modernizada. Truques e caixa do ano de 1972/1974.
K*
FrotaK307.JPG
3red.png Vermelha --- 2011 / 2014 Consórcio MTTrens:
→ T'Trans
→ MPE
→ Temoinsa
100 KM/h 3red.png 21 / 126
(K01, K02, K03, K04, K05, K06, K08, K09, K10, K11, K12, K13, K14, K16, K17, K18, K19, K20, K22, K24, K25)
  • Frota C modernizada. Truques e caixa do ano de 1984/1986.
  • K07 também encontra-se parado no Pátio Itaquera (PIT) após descarrilamento em 2013 na estação Palmeiras - Barra Funda
  • K15 retirado de operação após descarrilamento em 07/02/2017 em Itaquera.
  • K21 está sendo utilizado para reposição de peças em ação conhecida como canibalismo
  • K23 encontra-se fora de operação, devido a manutenção para a troca de peças danificadas
L 1blue.png Azul 3red.png Vermelha 2011 / 2017 Consórcio Reformas Metrô:
Alstom
→ IESA
100 KM/h 1blue.png 17/ 102
(L26, L27, L28, L29, L31, L32, L33, L34, L35, L36, L38, L39, L40, L41, L44, L46, L47)
  • Frota D modernizada. Truques e caixa do ano de 1984/1986.
M
Monotrilho de SP (2).jpg
15white.png Prata --- 2013 / 2016 Bombardier 90 KM/h 15white.png 9 / 63
(M01, M03, M04, M05, M06, M09, M10, M11, M12)
  • A compra prevê ainda um total de 54 trens / 378 carros, mas devido ao atraso das obras estão previstos até a inauguração da estação São Mateus o recebimento de 32 trens / 224 carros ficando o restante para uma segunda fase.[4]
P 5roxo.png Lilás --- 2013 / 2014 CAF 80 KM/h 5roxo.png 10 / 60 (P09, P10 , P11, P12, P13, P15, P16, P19, P21, P34)
  • Operou pela primeira vez com passageiros por algumas horas em 12/03/2017 os trens P10, P11, P12, P15, P16 e P21 como parte dos testes do sistema CBTC aos domingos.
  • Composições P09, P13, P19 e P34 entraram em operação em 26/03/2017.
  • Esta frota foi comprada visando auxiliar na operação do trecho Largo Treze - Chácara Klabin, mas devido ao atraso das obras parte dos trens estão sem funcionamento e outra parte em testes do sistema CBTC com promessas de inicio da operação comercial no trecho existente da linha desde maio/2016, porém nenhum prazo foi cumprido devido a falhas nos testes.Os outros 19 trens estão estacionados no pátio Capão Redondo .

Situação de trens fora de operação:

  • Em canibalismo: H59 , K21, L43 e F04.
  • Manutenção: K15, K07 , K23 e I19 .
  • Modernizando: L42, I02, I09, J26 , J30 , L45.
  • Testes: L37, I14, J39 , J47 .
  • Em processo de implantação do CBTC: nenhum trem.
  • Em revisão: L30 .

Frota ViaQuatro[editar | editar código-fonte]

  • A linha 4 - amarela do Metrô administrada pela concessionária ViaQuatro conta atualmente com um total de 25 composições/150 carros que operam com operação remota CBTC, bitola Internacional, alimentação por catenária e portas de plataforma. Representam uma série única, a 4000, que está sendo fabricada por via de dois lotes diferentes com pequenas alterações e que vai dos trens 401 até 430.
Frota Linhas em Operação Ano de Fabricação Fabricante Velocidade Máxima[2] Trens / Carros em Operação Notas
4000 fase I Icone linha 4.png Amarela 2009 / 2010 Hyundai Rotem 80 KM/h Icone linha 4.png 14 / 84

(401 a 414)

4000 fase II Icone linha 4.png Amarela 2016 / 2017 Hyundai Rotem 80 KM/h Icone linha 4.png 11 / 66

(415 a 425)

  • Ao todo serão 15 unidades / 90 carros.
  • 1º trem desta fase II (trem 415) iniciou a operação em Setembro/2016. 4 trens (415,416, 417 e 418) já estão em operação.
  • A diferença para o primeiro lote está no design dos faróis e por possuir um banco a menos nos assentos que ficam de costas para as portas, liberando mais espaço no salão.
  • Este segundo lote foi produzido para contemplar a abertura das novas estações da segunda e terceira fase da linha, porém como as obras atrasaram os trens estão operando de forma revezada para não ficarem todos parados.
  • O modelo dos novos bancos são idênticos aos da nova série 9500 da CPTM, mudando apenas a cor.
  • A Via Quatro sofre prejuízo com a acomodação dos novos trens, pois a ampliação do pátio (que seria o espaço para recebê-lo), de responsabilidade do Estado, não esta pronto. A concessionária chegou a pedir indenização na justiça pelo Estado não ter cumprido sua parte na ampliação do pátio no tempo previsto pelo contrato firmado.

Frotas em projeto/construção[editar | editar código-fonte]

Frota Linhas Futuras de Operação Ano Fabricante Velocidade Máxima[2] Trens / Carros Notas
N 17gold.png Ouro INDEFINIDO Scomi 80 KM/h 14 / 70
  • Devido ao atraso das obras, a frota prevista é de 14 trens de 5 carros cada na 1ª fase da linha entre Jardim Aeroporto/Congonhas - Morumbi. [5]
  • Consórcio que operará o ramal ainda está a ser escolhido.[6]
Question mark2.svg Linha 6 identificação.jpg Laranja 2022[7] Alstom[8] Question mark2.svg 22 / 132
  • Linha teve construção iniciada em 2015 pela concessionária Move São Paulo com projeto de ser entregue em 2021 junto com os trens da fabricante Alstom operando por sinalização CBTC e 6 carros por composição com salão contínuo. Ainda não há confirmação, mas rumores apontam alimentação por catenária.

Frotas extintas[editar | editar código-fonte]

Frota Última Linha em Operação Linhas Anteriores Ano de Fabricação Fabricante Velocidade Máxima[2] Trens / Carros Fabricados Notas
C* 3red.png Vermelha --- 1982 / 1986 Cobrasma 100 KM/h 25 / 150
(C01, C02, C03, C04, C05, C06, C07, C08, C09, C10, C11, C12, C13, C14, C15, C16, C17, C18, C19, C20, C21, C22, C23, C24, C25)
  • No dia 10/07/2014 o trem C02 prestou serviço pela última vez no horário de pico da manhã [9], tendo sido recebido pela Companhia já modernizado na semana do dia 02/12/2014 e concluído o lote de modernizações da Frota K. [10].
D* 1blue.png Azul 2green.png Verde
3red.png Vermelha
1982 / 1986 Mafersa 100 KM/h 1blue.png 22/ 132
(D26, D27, D28, D29, D30, D31, D32, D33, D34, D35, D36, D37, D38, D39, D40, D41, D42, D43, D44, D45, D46, D47)
  • D45 era o último trem da frota D ainda em operação, pela linha 1 azul.
  • Operou pela última vez no dia 02/05/2017, de manhã, depois foi recolhido para o pátio e será enviado para a modernização em breve.
  • Foram 10 trens em operação pela linha 1: D29, D30, D34, D35, D37, D41, D42, D45, D46 e D47 desde 2013. Em 2014 alguns trens foram para a reforma até maio de 2017, quando foi extinto.

Referências

  1. GOP/OPC/CTE (31 deadezembro de 2012). «Estrutura física». Companhia do Metropolitano de São Paulo- METRÔ. Consultado em 2 de agosto de 2012  Verifique data em: |data= (ajuda)
  2. a b c d As linhas com trens que alcançam 100 KM/h possuem atualmente uma restrição operacional que limita a velocidade máxima em 87 KM/h.
  3. Redação (23 de fevereiro de 2017). «Usuários da Linha 5-Lilás terão que sair mais cedo de casa | MobilidadeSampa». MobilidadeSampa 
  4. «Até final do ano, Metrô de SP terá 57 trens novos sem uso devido a obras atrasadas». Rede Brasil Atual 
  5. «Metrô planeja testes com monotrilho da Linha 17 em 2017 – Via Trolebus». viatrolebus.com.br. Consultado em 7 de novembro de 2016 
  6. Metrô escolhe consórcio que fará linha entre Morumbi e Jabaquara -Portal G1 - 03/06/2011 [1]
  7. «Linha 6-Laranja do Metrô de SP será entregue com um ano de atraso». 22 de junho de 2016. Consultado em 20 de agosto de 2016 
  8. «Alstom vai fornecer 22 trens de seis carros para a Linha 6-Laranja do Metrô». 2 de março de 2016. Consultado em 20 de agosto de 2016 
  9. Metrô envia último trem da frota Cobrasma para reforma -Via Trólebus - 11/07/2014 [2]
  10. Concluída a reforma da frota K do Metrô de São Paulo -Via Trólebus - 02/12/2014 [3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Metropolitanos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.