Fulham Football Club

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Fulham
Fulham FC.svg
Nome Fulham Football Club
Alcunhas The Cottagers
The Lillywhites
The Whites
Mascote Billy the Badger (Texugo)
Principal rival Chelsea
Queens Park Rangers
Brentford[1]
Fundação 16 de agosto de 1879 (140 anos)
Estádio Craven Cottage
Capacidade 19.000[2]
Localização Fulham, Inglaterra
Presidente Shahid Khan
Treinador Scott Parker
Patrocinador Dafabet
Material (d)esportivo Adidas
Competição EFL Championship
Copa da Inglaterra
Copa da Liga Inglesa
Website [1]
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

O Fulham Football Club é um clube de futebol inglês, baseado em Fulham, na Grande Londres, fundado em 1879. Atualmente disputa a EFL Championship, equivalente a segunda divisão do futebol inglês.

Introdução[editar | editar código-fonte]

Craven Cottage, para 25.700 torcedores.

O Fulham comemora o seu 139º aniversário em 2018, sendo o clube profissional mais antigo de Londres e disputando a primeira divisão do futebol inglês, a Premier League.[3]

Manda os seus jogos no Estádio Craven Cottage, no bairro que homenageia com o seu nome, com capacidade para 19.000 espectadores e médias de público acima de 16.438 desde a temporada 2008–09, sendo esta a sua casa desde 1896. Seu estádio é um dos mais belos da Inglaterra, ficando localizado próximo ao Rio Tâmisa. O Centro de Treinamento está localizado próximo ao Motsput Park, onde está localizado o alojamento dos jogadores e um pequeno estádio onde os juniores jogam.[4] O time feminino do Fulham também jogava lá, até ser dissolvido em 2006.

Na metade dos anos 90 o Fulham chegou a passar pela quarta divisão, mas se recuperou incrivelmente no inicio dos anos 2000, numa escalada que o levou de volta à primeira divisão, tendo-a disputado em 26 ocasiões até a temporada 2018–19,[5] sendo a sétima colocação na temporada 2008–09, a sua melhor posição na história, até o presente. Seu proprietário é o milionário paquistanês Shahid Khan.

Seu maior destaque foi a conquista do vice-campeonato da Liga Europa em 2010.[6]

História[editar | editar código-fonte]

Craven Cottage, ladeado pelo Rio Tâmisa.

1879–1898: Era amadora

O time nasceu em 1879 como "Fulham St Andrew's Church Sunday School", fundados por membros da igreja "Church of England on Star Road" em West Kensington, onde ainda existe no local uma placa sobre a fundação do clube.

O Fulham conquistou a West London Amateur Cup em 1887 e, quando encurtou seu nome para a forma atual em 1888, venceu a West London League em 1893, na sua primeira tentativa.

Seus primeiros uniformes foram camisas metade vermelhas, metade brancas, e shorts brancos.

1898–1907: Liga do Sudeste

O clube ganhou status profissional em 12 de dezembro de 1898, no mesmo ano em que foram aceitos na Southern League's 2nd division. Eles adotaram um uniforme muito parecido com o do Arsenal. Em 1902–03 eles conseguiram subir para a Southern League's 1st division. A primeira vez que o clube usou o uniforme todo branco foi em 1903.

Décadas de 1960 e 1970

O Fulham ficou muito tempo na velha "Primeira Divisão" nos anos 60 mas não ganhou nenhum título. Em 1975, mesmo com o time na segunda divisão, chegou na final da Copa da Inglaterra, vindo a perder por 2 a 0 para o West Ham United.

Fulham (de branco) contra o Portsmouth (de azul) em frente aos torcedores do Fulham na Tribuna Hammersmith End.

Século XXI

Se classificou para a Copa da UEFA em 2002 e também venceu a Copa Intertoto, ao derrotar o Bologna por 5 a 3 (resultado agregado). Na Copa da UEFA o clube passou por duas fases até ser eliminado pelo Hertha Berlin.

O Fulham fez uma boa temporada em 2009–10, no Campeonato Inglês terminando em 12º, e conseguindo a façanha de ser o primeiro finalista inglês da Liga Europa (novo formato da Copa da UEFA).

Na fase de grupos da UEFA Europa League terminou em segundo lugar, onze pontos atrás da Roma. No mata-mata eliminou times de tradição como Shakhtar Donetsk, vencendo o primeiro jogo por 2 a 1 e empatando na volta na Ucrânia por 1 a 1, depois a Juventus de Turim, perdendo o primeiro jogo no estádio Olímpico de Turim por 3 a 1 e vencendo na volta por 4 a 1, e em seguida eliminou dois times alemães, o Wolfsburg, com duas vitórias por 2 a 1 no jogo de ida e 1 a 0 na Alemanha no jogo de volta.

Nas semifinais enfrentou o Hamburgo, empate por 0 a 0 em Hamburgo, e vitória por 2 a 1 no estádio Craven Cottage, em um jogo dramático, que garantiu classificação para a grande final.

Na decisão o Fulham acabou por perder o título para o Atlético de Madrid na Arena de Hamburgo (mesmo estádio que enfrentara o Hamburgo), em um grande jogo. Diego Forlán, do Atlético, abriu o placar aos 32 minutos do primeiro tempo, cinco minutos depois o Fulham chegou ao empate com Davies, mas Forlán, que mais tarde se consagraria como o melhor jogador da Copa do Mundo de 2010, em noite inspirada, aos 11 minutos do segundo tempo da prorrogação, fez 2 a 1 e decretou o título em favor do clube espanhol.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Continentais
Competição Títulos Temporadas
UEFA Intertoto Cup.svg
Copa Intertoto da UEFA 1 2002
Nacionais
Competição Títulos Temporadas'
Football league championship cup.svg Campeonato Inglês - 2ª Divisão 2 1948-49 e 2000-01
Football League Awards.svg Campeonato Inglês - 3ª Divisão 2 1931-32 e 1998-99

Campanhas de destaque[editar | editar código-fonte]

Inglaterra Copa da Inglaterra

Vice campeão: 1975

União Europeia Uefa Europa League

Vice campeão: 2010

Públicos[editar | editar código-fonte]

Estátua de Michael Jackson no Craven Cottage.

O recorde de média de público do Fulham foi na Temporada 1949-50, quando levou 33.030 torcedores por partida.[7]

  • 1997/98: 9.004
  • 1998/99: 11.387
  • 1999/00: 13.092
  • 2000/01: 14.985
  • 2001/02: 19.389
  • 2002/03: 16.707
  • 2003/04: 16.342
  • 2004/05: 19.838
  • 2005/06: 20.654
  • 2006/07: 22.279
  • 2007/08: 23.774
  • 2008/09: 25.183
  • 2009/10: 25.734
  • 2010/11: 25.043
  • 2011/12: 25.293
  • 2012/13: 25.394
  • 2013-14: 24.977
  • 2014-15: 18.276
  • 2015-16: 17.566
  • 2016-17: 19.199
  • 2017-18: 19.986
  • 2018-19: 24.371
  • Total de público na história da Liga Inglesa: 31.234.275 (até janeiro de 2013).[8][9][10]
  • Média de público total: 15.759 (ranqueado como 31º entre 130 clubes ingleses na História).[8][9]
  • Recorde de público: 49.335 versus Millwall, 8 de outubro de 1938 (2ª Divisão).
  • Recorde de público após modernizações: 25.700 versus Arsenal F.C., 26 de setembro de 2009, (Premier League, repetido algumas vezes depois).

Jogadores notáveis[editar | editar código-fonte]

Jogadores que mais atuaram[editar | editar código-fonte]

Jogadores fazem um minuto de silêncio por Jim Langley.
Johnny Haynes, maior ídolo da história do Fulham.
  1. Johnny Haynes : 658
  2. Eddie Lowe : 511
  3. Les Barrett : 487 (+ 4 tendo entrado no decorrer da partida)
  4. Frank Penn : 460
  5. George Cohen : 459

Maiores goleadores[editar | editar código-fonte]

  1. Gordon Davies : 178
  2. Johnny Haynes : 158
  3. Bedford Jezzard : 154
  4. Jim Hammond : 150
  5. Clint Dempsey : 147
  6. Arthur Stevens : 124
  7. Steve Earle : 108

Treinadores[editar | editar código-fonte]

Desde 1904, ano em que o Fulham foi admitido na liga nacional inglesa, passaram apenas 34 técnicos pelo seu comando em 107 anos de história:

Martin Jol: Fulham v WBA em 2012.
Nome Entrada Saída
Inglaterra Harry Bradshaw 1904 1909
Escócia Phil Kelso 1909 1924
Inglaterra Andy Ducat 1924 1926
Inglaterra Joe Bradshaw 1926 1929
Inglaterra Ned Liddell 1929 1931
Inglaterra Jimmy McIntyre 1931 1934
Inglaterra Jimmy Hogan 1934 1935
Inglaterra Jack Peart 1935 1948
Inglaterra Frank Osborne 1948 1949
Inglaterra Bill Dodgin, Sr. 1949 1953
Inglaterra Frank Osborne 1953 1956
Escócia Doug Livingstone 1956 1958
Inglaterra Bedford Jezzard 1958 1964
Inglaterra Vic Buckingham 1965 1968
Inglaterra Bobby Robson 1968 1968
Inglaterra Bill Dodgin, Jr. 1969 1972
Inglaterra Alec Stock 1972 1976
Inglaterra Bobby Campbell 1976 1980
Inglaterra Malcolm Macdonald 1980 1984
Inglaterra Ray Harford 1984 1986
Inglaterra Ray Lewington 1986 1990
Inglaterra Alan Dicks 1990 1991
Escócia Don Mackay 1991 1994
Inglaterra Ian Branfoot 1994 1996
Inglaterra Micky Adams 1996 1997
Inglaterra Ray Wilkins 1997 1998
Inglaterra Kevin Keegan 1998 1999
Inglaterra Paul Bracewell 1999 2000
França Jean Tigana 2000 2003
País de Gales Chris Coleman 2003 2007
Irlanda do Norte Lawrie Sanchez 2007 2007
Inglaterra Roy Hodgson 2007 2010
País de Gales Mark Hughes 2010 2011
Países Baixos Martin Jol 2011 2013
Países Baixos René Meulensteen 2013 2014
Alemanha Felix Magath 2014 2014

Elenco atual[editar | editar código-fonte]

Soccerball current event.svg Última atualização: 17 de abril de 2020.

Legenda
  • Capitão: Capitão
  • PenalizadoExpulso: Jogador suspenso
  • Lesionado: Jogador lesionado


Goleiros
N.º Jogador
1 Inglaterra Marcus Bettinelli
12 Eslovénia Marek Rodak
26 Inglaterra Jordan Archer
32 Inglaterra Magnus Norman
Defensores
N.º Jogador Pos.
3 Jamaica Michael Hector Z
5 Inglaterra Alfie Mawson Z
13 Estados Unidos Tim Ream Z
15 Países Baixos Terence Kongolo Z
20 França Maxime Le Marchand Z
4 Bélgica Denis Odoi LD
22 República da Irlanda Cyrus Christie LD
23 Inglaterra Joe Bryan LE
43 Inglaterra Stephen Sessegnon LE
Meio-campistas
N.º Jogador Pos.
6 Escócia Kevin McDonald V
8 Noruega Stefan Johansen V
18 Inglaterra Harry Arter V
21 Inglaterra Harrison Reed V
33 Inglaterra Matt O'Riley V
7 República Democrática do Congo Neeskens Kebano M
10 Escócia Tom Cairney Capitão M
25 Inglaterra Josh Onomah M
36 Estados Unidos Luca de la Torre M
56 Inglaterra Sonny Hilton M
Atacantes
N.º Jogador
9 Sérvia Aleksandar Mitrović
14 Inglaterra Bobby Reid
19 Portugal Ivan Cavaleiro
24 França Anthony Knockaert
47 Mauritânia Aboubakar Camara
61 Inglaterra Jay Stansfield
Comissão técnica
Nome Pos.
Inglaterra Scott Parker T

Soccerball current event.svg Última atualização: 2 de setembro de 2018.

Elenco atual do Fulham Football Club[11]
N.º Pos. Nome N.º Pos. Nome N.º Pos. Nome
1 G Inglaterra Marcus Bettinelli 16 V Noruega Håvard Nordtveit
3 LE Inglaterra Ryan Sessegnon 20 Z França Maxime Le Marchand
4 LD Bélgica Denis Odoi 21 V Inglaterra Harrison Reed
22 LD República da Irlanda Cyrus Christie
6 V Escócia Kevin McDonald 23 LE Inglaterra Joe Bryan
7 M República Democrática do Congo Neeskens Kebano 24 A França Anthony Knockaert
9 A Sérvia Aleksandar Mitrović Inglaterra Alfie Mawson
10 M Escócia Tom Cairney 29 V Camarões André-Frank Zambo Anguissa
13 Z Estados Unidos Tim Ream 31 G Espanha Fabri
14 A Inglaterra Bobby Reid 44 V Bélgica Ibrahima Cissé
15 Z Países Baixos Kongolo 30 M Singapura Ben Davis

Técnico: Inglaterra Scott Parker

Transferências[editar | editar código-fonte]

  • Vindo de Empréstimo: Emprestado
  • Volta de Empréstimo: Retornando de empréstimo

Uniformes[editar | editar código-fonte]

1º Uniforme[editar | editar código-fonte]

Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2019–2020
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2018–2019
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2017–2018
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2016–2017
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2015–2016
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2014–2015
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2013–2014
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2012–2013
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2011–2012
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2010–2011
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2009–2010
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2008–2009
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2007–2008

2º Uniforme[editar | editar código-fonte]

Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2019–2020
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2018–2019
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2017–2018
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2016–2017
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2015–2016
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2014–2015
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2013–2014
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2012–2013
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2011–2012
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2010–2011
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2009–2010
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2008–2009
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2007–2008

3º Uniforme[editar | editar código-fonte]

Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2019–2020
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2018–2019
140 Anos
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2017–2018
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2013–2014
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2012–2013
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2011–2012
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2010–2011
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2009–2010
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2008–2009
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2007–2008

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]