Fundação Rockefeller

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Fundação Rockefeller
Tipo fundação
Inauguração 1913 (109 anos)
Administração
Presidente(a) Judith Rodin
Website oficial
Geografia
Localização Nova Iorque
País Estados Unidos

Fundação Rockefeller é uma fundação criada em 1913 nos Estados Unidos da América, que define sua missão como sendo a de promover, no exterior, o estímulo à saúde pública, o ensino, a pesquisa e a filantropia. É caracterizada como associação beneficente e não-governamental, que utiliza recursos próprios para realizar suas ações em vários países do mundo, principalmente os subdesenvolvidos.

Projeto MKULTRA e a Fundação[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: MKULTRA
Aprovação por Sidney Gottlieb para sub projeto usando LSD.

O MKULTRA foi um projeto da CIA que envolveu controversos estudos psiquiátricos em que seres humanos foram utilizados como cobaias humanas, sem o consentimento destes e sem o conhecimento de que estavam sendo usados nestas experiências e, em alguns casos, acreditando estarem recebendo tratamento. O projeto foi iniciado em 1953 pelo diretor da CIA, Allen Welsh Dulles, que foi apontado para o cargo pelo presidente republicano Dwight D. Eisenhower. Entre os envolvidos estava Sidney Gottlieb que por sua vez liberou verbas para médicos como o agora infame Ewen Cameron, em Montreal, Canadá, e Harris Isbell.

Como resultados das pesquisas, inúmeras vítimas tiveram suas vidas destruídas ou sofreram até a morte. Os recursos para tais pesquisas eram injetados de maneira que não pudesse ser feita a relação imediata com a CIA. Um dos meios era, por exemplo, através da Fundação Rockefeller, apesar da Fundação divulgar seu trabalho como sendo dedicado ao desenvolvimento de pesquisas médicas em beneficio da sociedade.[1] Na atualidade, entidades como o Activistfacts [2] revelam ao grande público as fontes de financiamento de organizações como a Fundação Rockefeller.[3] Nos anos 20 do século XX ajudou a financiar o programa Aktion T4 na Alemanha.[4]

Atividades no Brasil[editar | editar código-fonte]

No Brasil, a Fundação Rockefeller iniciou suas atividades em 1916 no Rio de Janeiro, em uma comissão médica com o objetivo de promover pesquisas científicas e ações de profilaxia das principais doenças endêmicas do país. Em 1917 instala-se no interior do estado, em Rio Bonito, o primeiro posto de tratamento à ancilostomose.

Na década de 1920, com o controle da saúde com o Departamento Nacional de Saúde Pública, a Fundação expande suas atividades no Brasil, criando postos em Minas Gerais e São Paulo. Em 1942 a Fundação retira-se do país, e os serviços prestados por ela são absorvidos pelo Serviço Especial de Saúde Pública.


Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Instituições Privadas Utilizadas pela CIA em Pesquisas de Lavagem Cerebral New York Times artigo de Nicholas Horrock publicado em 2 de Agosto de 1977 em inglês, acessado em 28 de Agosto de 2009
  2. (em inglês) Activistfacts - Acessado em 29 de Agosto de 2014.
  3. (em inglês) Activistfacts - Rockefeller Foundation. Acessado em 29 de Agosto de 2014.
  4. F. William Engdahl, Seeds of Destruction, Montreal, (Global Research, 2007).

Bibliografia[editar | editar código-fonte]