Universidade Federal do Rio Grande

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Universidade Federal do Rio Grande
FURG
Nomes anteriores Fundação Universidade Federal do Rio Grande, Fundação Universidade do Rio Grande
Fundação 20 de agosto de 1969
Tipo de instituição Pública Federal
Localização Rio Grande, Rio Grande do Sul
Docentes 721
Reitor(a) Cleuza Maria Sobral Dias
Vice-reitor(a) Danilo Giroldo
Total de estudantes 12.432
Graduação 9.016
Pós-graduação 2.400
Campus Rio Grande, Santo Antônio da Patrulha, São Lourenço do Sul e Santa Vitória do Palmar.
Afiliações CRUB, RENEX [1]
Orçamento anual 267.461.654,00 (2011) [2]
Página oficial http://www.furg.br

A Universidade Federal do Rio Grande (FURG)[3] foi fundada em 20 de agosto de 1969, a partir da "Fundação Cidade do Rio Grande", criada no dia 8 de julho de 1953, na cidade gaúcha do Rio Grande.

No início da segunda metade do século XX, havia carência total de escolas de nível superior na cidade de Rio Grande, o que propiciava a evasão de significativo número de estudantes, os quais se dirigiam a outros centros em busca de continuidade para seus estudos. Essa força jovem, concluídos os cursos, raramente retornava.

A percepção dessa realidade, aliada ao propósito de modificá-la, resultou em um movimento cultural, cuja finalidade precípua era a criação de uma Escola de Engenharia em Rio Grande, justificada pelo elevado número de profissionais na área e pelo parque industrial ali existente, sendo que a referida escola deveria ter uma entidade mantenedora, aos moldes exigidos pelo Ministério da Educação e Cultura.

A Universidade tem cerca de 500 professores e destaca-se nos cursos ligados à área dos ecossistemas costeiros e oceânicos, como Oceanologia e Ciências Biológicas, cursos que atuam por exemplo o Museu Oceanográfico.

Pinguim tratado no CRAM, parte integrante do Museu Oceanográfico.

A universidade também promove apoio as espécies que são afetadas pelo desequilibrio ambiental, ou que estão em rota de migração. Os animais que são recolhidos para tratamento, são levados ao Centro de Recuperação de Animais Marinhos, o CRAM, que é parte integrante do Museu Oceanográfico.

Medicina e Engenharia Industrial em Rio Grande unidas à História da FURG:

Em 1950 surge a Sociedade de Medicina do Rio Grande (SOMERIG) em 19 de julho, a qual conteve muitos dos que foram os primeiros professores do curso de Medicina. A sociedade médica criada em Rio Grande precedeu a fundação da Associação Médica do Estado do Rio Grande do Sul (AMRIGS), que foi criada em 27 de outubro de 1951.

Já em 8 de julho de 1953, surge a Fundação Cidade do Rio Grande (FCRG), criada por um grupo de empreendedores da cidade. A missão de tal instituição era implementar e manter os cursos do ensino superior no município. A primeira instituição de ensino criada pela FCRG foi a Escola de Engenharia Industrial. Um dos grandes entusiastas da Fundação era o Engº. Francisco Martins Bastos, que desejava transformar Rio Grande em um pólo de educação universitária.

Desde o final dos anos 1950, muitos jovens médicos da cidade começaram a se questionar sobre a possibilidade de um curso de Medicina na cidade. Embuídos de tal desejo, foi realizada uma reunião no dia 1º de fevereiro na SOMERIG, na qual foi lavrada uma ata criando uma comissão para tratar da fundação de uma escola médica. Encontraram um grande apoio no Engº. Bastos, que tinha um grande desejo criar uma Faculdade de Medicina no município.

Em 11 de março de 1966, é autorizado o funcionamento da Faculdade de Medicina do Rio Grande, por meio do parecer 170 doc. 04 do Conselho Federal de Educação. As salas de aula e a Biblioteca da Saúde foram instaladas nos fundos da ACSCRG.

Em 1969, Em Através do Decreto-Lei 774, promulgado a 20 de agosto pelo então presidente da república Gen. Arthur da Costa e Silva, é instituída a Universidade do Rio Grande (URG). A URG é declarada uma entidade de direito privado e é formada pelas três unidades que tinham os cursos reconhecidos pelo Ministério da Educação: a Faculdade Federal de Engenharia Industrial (que foi federalizada em 2 de maio de 1961), a Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas e a Faculdade de Direito Clóvis Bevilácqua. A Faculdade de Medicina do Rio Grande só faria parte da instituição quando o curso fosse reconhecido. Em 21 de outubro, é fundada a Fundação Universidade do Rio Grande (FURG), entidade mantenedora da URG, via decreto 65462.

Cursos de graduação[editar | editar código-fonte]

Quase dez mil alunos na graduação, nos cursos de:

Área Curso Turno Habilitação
Ciências sociais Administração Noturno Bacharelado
Ciências Agrárias Agroecologia Integral Bacharelado
Ciências humanas Arqueologia Matutino Bacharelado
Ciências da Informação Arquivologia Noturno Bacharelado
Ciências humanas Artes Visuais Integral Licenciatura e Bacharelado
Ciências da Informação Biblioteconomia Matutino Bacharelado
Ciências Biológicas e da Saúde Ciências Biológicas Integral Licenciatura e Bacharelado
Ciências sociais Ciências Contábeis Noturno Bacharelado
Ciências sociais Ciências Econômicas Noturno Bacharelado
Ciências sociais Direito Diurno ou Noturno Bacharelado
Ciências Biológicas e da Saúde Educação Física Matutino Licenciatura
Ciências Biológicas e da Saúde Enfermagem Integral Bacharelado
Ciências exatas e tecnológicas Engenharia Bioquímica Integral Bacharelado
Ciências exatas e tecnológicas Engenharia Civil Integral Bacharelado
Ciências exatas e tecnológicas Engenharia Civil Costeira e Portuária Integral Bacharelado
Ciências exatas e tecnológicas Engenharia Civil Empresarial Noturno Bacharelado
Ciências exatas e tecnológicas Engenharia de Alimentos Integral Bacharelado
Ciências exatas e tecnológicas Engenharia de Automação Integral Bacharelado
Ciências exatas e tecnológicas Engenharia de Computação Integral Bacharelado
Ciências exatas e tecnológicas Engenharia Mecânica Integral Bacharelado
Ciências exatas e tecnológicas Engenharia Mecânica Empresarial Noturno Bacharelado
Ciências exatas e tecnológicas Engenharia Mecânica Naval Integral Bacharelado
Ciências exatas e tecnológicas Engenharia Química Integral Bacharelado
Ciências exatas e tecnológicas Física Vespertino Licenciatura e Bacharelado
Ciências humanas Geografia Vespertino Licenciatura e Bacharelado
Ciências humanas História Vespertino Licenciatura e Bacharelado
Ciências humanas Letras - Espanhol Diurno ou Noturno Licenciatura
Ciências humanas Letras - Francês Noturno Licenciatura
Ciências humanas Letras - Inglês Diurno Licenciatura
Ciências humanas Letras - Português Noturno Licenciatura
Ciências exatas e tecnológicas Matemática Matutino Licenciatura
Ciências exatas e tecnológicas Matemática Aplicada Integral Bacharelado
Ciências Biológicas e da Saúde Medicina Integral Bacharelado
Ciências agrárias e ambiental Oceanologia Integral Bacharelado
Ciências humanas Pedagogia Matutino Licenciatura e Bacharelado
Ciências humanas Psicologia Integral Bacharelado
Ciências humanas Relações Internacionais Integral Bacharelado
Ciências exatas e tecnológicas Sistemas de Informação Integral Bacharelado
Ciências exatas e tecnológicas Química Matutino Licenciatura e Bacharelado
Ciências exatas e tecnológicas Análise e Desenvolvimento de Sistemas Matutino Tecnológico
Ciências exatas e tecnológicas Refrigeração e Climatização Matutino Tecnológico
Ciências exatas e tecnológicas Toxicologia Ambiental Matutino Tecnológico
Ciências exatas e tecnológicas Construção de Edifícios Matutino Tecnológico
Ciências exatas e da terra Gestão Ambiental Integral Tecnológico
Ciências sociais Turismo Binacional Matutino Bacharelado

Reitores da FURG[editar | editar código-fonte]

Reitores da FURG [4]
Reitor(a) Início do Mandato Fim do Mandato
Adolpho Gundlach Pradel 18 de Abril 1969 1º de Dezembro de 1972
Eurípedes Falcão Vieira 2 Dezembro de 1972 17 Abril de 1977
Fernando Lopes Pedone 18 de Abril de 1977 29 de Março de 1981
Fernando Lopes Pedone 30 de Março de 1981 2 Dezembro de 1984
Jomar Bessoaut Laurino 3 de Dezembro de 1984 16 de Dezembro 1988
Orlando Macedo Fernandes 17 de Dezembro de 1988 8 de Janeiro de 1993
Carlos Rodolfo Brandão Harttmann 9 de Janeiro de 1993 8 de Janeiro de 1997
Carlos Alberto Eiras Garcia 9 de Janeiro de 1997 8 de Janeiro de 2001
Carlos Rodolfo Brandão Harttmann 9 de Janeiro de 2001 8 de Janeiro de 2005
João Carlos Brahm Cousin 9 de Janeiro de 2005 8 de Janeiro de 2009
João Carlos Brahm Cousin 9 de Janeiro de 2009 8 de Janeiro de 2013
Cleuza Maria Sobral Dias 9 de Janeiro de 2013 Atualmente

Atual Administração Superior[editar | editar código-fonte]

Reitora: Cleuza Maria Sobral Dias

Vice-reitor: Danilo Giroldo

Pro-reitor de Graduação - RENATO DURO DIAS

Pro-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação - EDUARDO RESENDE SECCHI

Pro-reitora de Extensão e Cultura - DANIEL PORCIÚNCULA PRADO

Pro-reitor de Planejamento e Administração - Mozart Tavares Martins Filho

Pro-reitor de Infra-estrutura - Marcos Antonio Satte de Amarante

Pro-reitor de Assuntos Estudantis - DAIANE TEIXEIRA GAUTÉRIO

Pro-reitor de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas - LÚCIA DE FÁTIMA SOCOOWSKI DE ANELLO

Administração Superior (2005-2013)[editar | editar código-fonte]

Reitor: João Carlos Brahm Cousin

Vice-reitor: Erneto Luiz Casares Pinto

Pro-reitora de Graduação - Cleuza Maria Sobral Dias

Pro-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação - Danilo Giroldo

Pro-reitora de Extensão e Cultura - Inicialmente Darlene Torrada Pereira, sucedida por Rita Pata Racha

Pro-reitor de Planejamento e Administração - Mozart Tavares Martins Filho

Pro-reitor de Infra-estrutura - Alessandro Morello

Pro-reitor de Assuntos Estudantis - Inicialmente Luiz Bessouat Laurino, sucedido por Darlene Torrada Pereira

Pro-reitor de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas - Claudio Paz de Lima

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. http://www.renex.org.br/proreitores.php
  2. Portal da Transparência
  3. Desde 2008, a sua denominação oficial passou a ser “Universidade Federal do Rio Grande – FURG”, sem a palavra "Fundação", mas mantendo a sigla histórica (FURG), conforme Portaria Nº 653/2008 [1]
  4. Reitores da FURG nestes 40 anos

[1]

  1. Medeiros, Marcia da Graça Marques. «FaMed FURG - História». www.medicina.furg.br. Consultado em 24 de outubro de 2017