Funtoo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou seção está a ser traduzido de «Funtoo» na Wikipédia em inglês. Ajude e colabore com a tradução.
Funtoo Linux

Desenvolvedor Daniel Robbins
Arquiteturas sparc64 x86 x86-64
Modelo do desenvolvimento Software Livre
Lançado em dezembro de 2007 (11 anos)
Versão estável Rolling release /
Língua natural Inglesa
Mercado-alvo desktop, estações de trabalho, servidores, entusiastas, variado
Família Gentoo Linux
Núcleo Linux
Gerenciamento de pacotes Portage
Interface bash
Licença GNU GPL / Outras
Estado do desenvolvimento Corrente
Website www.funtoo.org (em inglês)., acessado pela última vez há 451 semanas e 1 dia
Origem comum
Portal do Software Livre

Funtoo é um Sistema Operacional livre, baseado em Linux, baseado no Gentoo e iniciado em torno de 2008 por Daniel Robbins, membro criador e lider de projeto do Gentoo.[1](em inglês)[2]

História[editar | editar código-fonte]

No início de 2008, o fundador do Gentoo Daniel Robbins propôs resolver[3] os problemas com a Fundação Gentoo[4]. Porém, ele saiu do projeto em 2004, e sua oferta foi recusada[5] Então, eis que nasce o projeto Funtoo com a iniciativa de implementar esta visão com o foco de compartilhar inovações.

Desenvolvimento no estilo Bazar[editar | editar código-fonte]

O modelo de desenvolvimento é um tanto diferente do processo do Gentoo, assemelhando-se com o modelo [A Catedral e o Bazar|Bazar] onde não há estruturas ou regras "impostas", apenas o lider de projeto com qualificações fortes, e uma discussão de desenvolvimento através do IRC ou da lista de emails do Funtoo.[6] Mudanças são algumas vezes anunciadas através do Atom, permitindo um melhor rastreamento de problemas e novos pacotes "essenciais". Adicionalmente, se algo de força maior acontecer, o lider do projeto anunciará os usuários se algum procedimento especial for requerido.

Ditador Benevolente[editar | editar código-fonte]

Como fundador do Funtoo, Daniel é considerado o Ditador Benevolente e vitalício[7], sendo o Arquiteto Líder do Projeto, cargo semelhante ao de Patrick Volkerding do projeto Slackware.

Principais tecnologias[editar | editar código-fonte]

O Funtoo tem uma série de mudanças em pacotes considerados base, como por exemplo suporte nativo a UTF-8, e já habilitado por padrão.

Git[editar | editar código-fonte]

Funtoo utiliza o git para guardar a árvore do Portage. Este método é descrito como superior ao utilizado pelo Gentoo através do rsync.[8]

Metro[editar | editar código-fonte]

Metro[9] é uma solução de empacotamento automatizada, para a criação dos stages usados durante a instalação do Funtoo

boot-update[editar | editar código-fonte]

boot-update[10] provê um mecanismo unificado de configuração dos bootloaders GRUB 1.9x(sys-boot/grub) e GRUB 0.97 (sys-boot/grub-legacy)

Redes[editar | editar código-fonte]

O Funtoo adicionou uma solução simplificada de redes em suas fundações, permitindo usuários criar de forma fácil interfaces de rede complexas baseadas em perfis preestabelecidos.[11]

XZ[editar | editar código-fonte]

Funtoo mudou a compressão de bz2 para xz em Julho de 2010.[12]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Funtoo Linux (em inglês)., acessado pela última vez há 413 semanas e 4 dias
  2. [https://web.archive.org/web/20081025044351/http://blog.funtoo.org/2008/10/goal-of-funtoo.html Arquivado em 25 de outubro de 2008, no Wayback Machine. Com o objetivo de fazer o Gentoo mais distribuído e colaborativo - em inglês.
  3. Daniel Robbins Arquivado em 13 de janeiro de 2008, no Wayback Machine., 11 de Janeiro de 2008.
  4. A fundação Gentoo perde seu status em 2007 - em inglês Arquivado em 15 de janeiro de 2008, no Wayback Machine..
  5. Oferta de Daniel foi recusada - em inglês Arquivado em 29 de janeiro de 2008, no Wayback Machine. pela comunidade.
  6. Lista de emails funtoo-dev
  7. «Cópia arquivada». Consultado em 25 de janeiro de 2012. Arquivado do original em 12 de fevereiro de 2012 
  8. «Cópia arquivada». Consultado em 25 de janeiro de 2012. Arquivado do original em 7 de agosto de 2011 
  9. http://www.funtoo.org/en/metro/tutorial/
  10. http://www.funtoo.org/en/funtoo/core/boot/
  11. «Cópia arquivada». Consultado em 25 de janeiro de 2012. Arquivado do original em 1 de dezembro de 2010 
  12. http://distro.ibiblio.org/pub/linux/distributions/funtoo/funtoo/i686/

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Origens :
Baseada em :
Projeto GNU
Variantes :
Derivantes :