Furacão Charlie (1951)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura outros ciclones tropicais chamados Charlie, veja Furacão Charlie (desambiguação).
Furacão Charlie
Categoria 4 (EFSS)
 
Formação 12 de Agosto de 1951
Dissipação 23 de Agosto de 1951
Vento mais forte (1 min) 110 nós (204 km/h, 127 mph)
Pressão mais baixa 964 hPa (mbar) ou 723 mmHg
Danos $75 milhões de dólares americanos
Inflação $595 milhões de dólares
Fatalidades 252
Áreas afetadas Pequenas Antilhas, Jamaica, Península de Iucatã, México e Estados Unidos da América (partes do Texas)
Parte da
Temporada de furacões no Atlântico de 1951

O Furacão Charlie foi um furacão categoria 4 na escala de furacões de Saffir-Simpson.

Ocorreu em 1951 durante a época de furacões do Atlântico, causando um dos piores desastres já ocorridos à população jamaicana.

Em sua totalidade o furacão causou pelo menos 252 mortes e 580 milhões de dólares de danos.[1]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Norton, Grady (1952) (U.S. Weather Bureau). «Hurricanes of 1951» (PDF) (em inglês). 
Ícone de esboço Este artigo sobre ciclones tropicais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.