Futebol do Distrito Federal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Futebol do Distrito Federal, apesar da pequena expressividade do território do Distrito Federal, tem um relativo destaque em relação a outros estados.

História[editar | editar código-fonte]

Em meio à construção de Brasília, os funcionários da Novacap disputavam torneios amadores.[1] O primeiro time foi o Clube de Regatas Guará, fundado em 1957 e que resolveu construir um estádio. Eventualmente cada companhia montava seus próprios times, como os rivais Rabello (Construtora Rabello) e Defelê (Departamento de Força e Luz - DFL). Logo fundaram a Liga Independente do Distrito Federal, o primeiro Campeonato Brasiliense de Futebol, contando com algumas regiões administrativas. Os torneios eram amadores e motivados pela rivalidade entre as empresas.[2] As condições eram paupérrimas, a ponto da final de 1961 ser interrompida por uma tempestade de poeira improvisada que cegou os atletas.[1] Mais tarde na década os times tentavam virar profissionais ou semiprofissionais, principalmente para disputar a Taça Brasil, o Campeonato Brasileiro da época. Porém muitos acabaram sendo extintos por falta de condições financeiras.[2] Os times brasilienses sofriam com a indiferença, com os habitantes do Distrito Federal torcendo por equipes do Rio de Janeiro e São Paulo e não frequentando o torneio local.[1]

Primeira Divisão[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Campeonato Brasiliense de Futebol

Também conhecido como Candangão, a "divisão de elite" do Distrito Federal.

Segunda divisão[editar | editar código-fonte]

O Campeonato Brasiliense de Futebol da Segunda Divisão é a divisão de acesso ao Campeonato Brasiliense de Futebol, o campeonato estadual do Distrito Federal. Foi disputado durante a fase amadora nos anos 60, e novamente desde 1997 já na era profissional do futebol local.

Terceira divisão[editar | editar código-fonte]

O Campeonato Brasiliense de Futebol da Terceira Divisão foi a ultima divisão do Campeonato Brasiliense de Futebol. Foi realizado pela primeira vez em 2006, com apenas 4 equipes. Uma delas era o Brasília Futebol Clube, o segundo maior vencedor da primeira divisão. Após quatro edições, a competição foi extinta, passando o Distrito Federal a contar com apenas duas divisões oficiais.

Clássicos[editar | editar código-fonte]

Defelê x Rabello[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Defelê x Rabello

Foi o primeiro grande clássico do Distrito Federal foi na era do amadorismo entre o Defelê (Departamento de Força e Luz) contra o Rabello (da empreiteira de mesmo nome) de empresas que ajudaram na construção de Brasília.

Brasília x Gama[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Brasília x Gama

Era o principal clássico do campeonato brasiliense no século XX. A rivalidade se acentuou na década de 1990, quando o Gama passou por seu melhor momento no futebol brasiliense e conquistou seis títulos metropolitanos, se aproximando do Brasília, que já possuia oito títulos e era o maior vencedor. No início de 2000 o Gama conquistou outros três títulos e superou o clube colorado, tornando-se o maior vencedor do Campeonato Brasiliense. A rivalidade, a partir de meados da primeira década do século XXI, veio perdendo espaço para a rivalidade entre o Gama e o Brasiliense, devido à ascensão rápida do Brasiliense no futebol candango e a crise que se abateu sobre o Brasília até 2012. No entanto, o alvi-verde vive atualmente o pior momento da história do clube, sofrendo com problemas financeiros e, desde 2011, não se destaca no Campeonato Brasiliense.

Clássico Verde-Amarelo[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Brasiliense x Gama

O maior clássico do Distrito Federal é o Bra-Ga (chamado também de clássico verde-amarelo e Brama), realizado entre Brasiliense Futebol Clube e Sociedade Esportiva do Gama, mas outros duelos também importantes são realizados como o de Brasília Futebol Clube e Sociedade Esportiva do Gama, entre o Brasiliense Futebol Clube e o Ceilândia Esporte Clube e outros clássicos antigos como Sociedade Esportiva do Gama e Taguatinga Esporte Clube, Taguatinga Esporte Clube e Sobradinho Esporte Clube, etc.

Clássico do Rock[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Clássico do Rock

O confronto entre o Legião e o Capital é considerado como o clássico do rock, pela alusão a duas das principais bandas de rock brasilienses, o Legião Urbana e o Capital Inicial. Apesar da origem do nome do capital ser pelo fato do clube estar localizada na capital federal. É o mais novo clássico do futebol brasiliense.[3]

Curiosidade[editar | editar código-fonte]

Cinco dos times que disputam as duas divisões do Campeonato Brasiliense não são do Distrito Federal (quatro de Goiás e um de Minas Gerais). Uma explicação para isso é a distância que esses times teriam que percorrer para disputar seus respectivos campeonatos estaduais.

Referências

  1. a b c Pobreza Federal
  2. a b Treze Anos de Futebol
  3. Emanuel Colombari. «DF: no "clássico do rock", Legião e Capital ficam apenas no empate». Z-Futebol Nacional. Consultado em 26 de outubro de 2014