Futebol do Espírito Santo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Federação de Futebol do Estado do Espírito Santo
Espírito Santo (estado)
Fundação 2 de maio de 1917 (101 anos)
Tipo Desportiva
Sede Vitória, ES, Brasil Brasil
Presidente Gustavo Oliveira Vieira
Sítio oficial www.futebolcapixaba.com.br

O futebol de Espírito Santo é dirigido pela Federação de Futebol do Estado do Espírito Santo. A sua principal competição profissional é o Campeonato Capixaba de Futebol.

Os maiores clubes de futebol do Espírito Santo reconhecidos nacionalmente são os que compõem o chamado Trio de Ferro Capixaba: Rio Branco Atlético Clube, Vitória Futebol Clube e Associação Desportiva Ferroviária Vale do Rio Doce, sendo os dois primeiros da capital Vitória e o outro de Cariacica. A competição entre eles também desencadeia os maiores clássicos do estado, sendo Rio Branco e Desportiva responsáveis pelo clássico de maior rivalidade, também conhecido como Clássico dos Gigantes. Ambos já conquistaram juntos o Campeonato Capixaba 55 vezes. Sendo assim, foi contabilizado 37 e 18 títulos para cada equipe, respectivamente.

Escudos do Trio de Ferro Capixaba: Desportiva à esquerda, Rio Branco ao centro e Vitória à direita

A Federação[editar | editar código-fonte]

Foi fundada em 2 de maio de 1917 como Liga Sportiva Espírito Santense (LSES). Em 28 de abril de 1938 passou a chamar-se Federação Desportiva Espírito-Santense e em 21 de setembro de 1984, passou a ser chamada Federação de Futebol do Estado do Espírito Santo.[1]

A FES é filiada à Confederação Brasileira de Futebol CBF e mantém contato permanente com as Federações dos demais estados, principalmente no caso de transferências e empréstimos de atletas profissionais. É de responsabilidade da FES a padronização e confecção dos ingressos dos jogos de seu calendário oficial.

Todos os clubes profissionais são filiados à FES e seus atletas têm seus contratos registrados na FES e CBF. São poderes da Federação de Futebol do Estado do Espírito Santo: Assembléia Geral, Diretoria, Presidência, Conselho Fiscal, Tribunal de Justiça Desportiva, Comissões Disciplinares, Comissão de Arbitragem e Ouvidoria do Futebol .

Firma contratos, convenções ou outros documentos que envolvam responsabilidades. Concede filiação às Ligas e Associações para os campeonatos e torneios, além de coordenar os trabalhos dos Poderes da FES, tomando qualquer medida administrativa necessária para cumprir o Estatuto.

Campeonatos e Ligas[editar | editar código-fonte]

O primeiro campeonato de futebol do Espírito Santo foi o Campeonato de Vitória de 1917 com clubes apenas da capital. A disputa, organizada pela Liga Sportiva Espírito Santense, teve cinco equipes: América, Barroso, Moscoso, Rio Branco e Victoria, atual Vitória Futebol Clube. O América sagrou-se campeão, vencendo o torneio em pontos corridos.[2]

Em 1930, o campeonato passou a ser estadual. Quem atuou como zagueiro no América e se tornaria o governador do estado do Espírito Santo e senador da República na década de 50, foi Carlos Lindenberg.

No Campeonato de 1985 foi instituído o acesso e descenso.

Em 2010 foi disputada a primeira edição da competição estadual feminina, o Campeonato Capixaba Feminino reunindo dez times e vencida pela equipe do Vila Nova-ES.[3]

O Campeonato Capixaba de 2016 foi a 100ª edição do campeonato estadual reunindo dez equipes.[4] com a Desportiva Ferroviária tornando-se campeã ao derrotar o Espírito Santo nas finais.[5]

Já o Capixaba de 2017 marca o centenário da competição com participações de Rio Branco e Vitória que estavam presentes no primeiro campeonato em 1917. Além das duas equipes participam também mais oito clubes totalizando 67 títulos estaduais.[6] Em uma final inédita, o Atlético Itapemirim conquista o título invicto em cima do Doze.[7]

Ranking da CBF[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Ranking da CBF

A Federação de Futebol do Estado do Espírito Santo é apenas a 24ª colocada no Ranking Nacional das Federações, a frente apenas das federações de Rondônia, Amapá e Roraima.[8] No Ranking Nacional dos Clubes, seis clubes capixabas estão ranqueados. Ambos rankings atualizados e divulgados em 4 de dezembro de 2017.[9]

Pos. Clube Pontos
107º Cariacica Desportiva Ferroviária 609
123º Vitória Espírito Santo 524
147º Vitória Rio Branco 289
175º Cachoeiro de Itapemirim Estrela do Norte 179
192º Bandeiraaguiabranca.png Real Noroeste 95
193º Bandeira aracruz es.png Aracruz 76

Estádios[editar | editar código-fonte]

Os principais estádios de futebol do Espírito Santo são o Estádio Kleber Andrade e a Estádio Engenheiro Araripe. O primeiro foi inaugurado em 7 de setembro de 1983 e o segundo em 16 de janeiro de 1966.

Abaixo está a lista dos estádios capixabas com capacidade de pelo menos 3.000 pessoas.[10]

Estádio Cidade Proprietário Capacidade
Estádio Kleber Andrade Cariacica Governo do Estado do Espírito Santo 21.000[11]
Estádio Engenheiro Araripe Cariacica Associação Desportiva Ferroviária Vale do Rio Doce 7.700
Estádio Sumaré Cachoeiro de Itapemirim Estrela do Norte Futebol Clube 6.000
Estádio do Bambu Aracruz Esporte Clube Aracruz 5.058
Estádio Sernamby São Mateus Centro Educativo Recreativo Associação Atlética São Mateus 4.500[12]
Estádio José Olímpio da Rocha Águia Branca Real Noroeste Capixaba Futebol Clube 3.200
Estádio Salvador Costa Bandeira de Vitória.svg Vitória Vitória Futebol Clube 3.000

Arbitragem[editar | editar código-fonte]

Pablo dos Santos Alves é considerado um dos melhores árbitros do estado.

Competições[editar | editar código-fonte]

Campeonato Capixaba - Série A[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Campeonato Capixaba de Futebol
Participantes em 2018
Clube Cidade Temporada 2017 Estádio Capacidade[10] Títulos (último)
Atlético Itapemirim Itapemirim Itapemirim José Olívio Soares 2 000[13] 1 (2017)
Desportiva Ferroviária Cariacica Engenheiro Araripe 7 700 18 (2016)
Doze Bandeira de Vitória.svg Vitória Kleber Andrade 21 000 0 (não possui)
Espírito Santo Bandeira de Vitória.svg Vitória Kleber Andrade 21 000 0 (não possui)
Real Noroeste Águia Branca José Olímpio da Rocha 3 200 0 (não possui)
Rio Branco-VN Bandeira de Venda Nova do Imigrante (Espírito Santo).png Venda Nova do Imigrante 2º da Série B Olímpio Perim 2 100[14] 0 (não possui)
São Mateus São Mateus Sernamby 4 500[15] 2 (2011)
Serra Serra 1º da Série B Robertão 2 000[16] 5 (2008)
Tupy Vila Velha Salvador Costa 3 000 0 (não possui)
Vitória-ES Bandeira de Vitória.svg Vitória Salvador Costa 3 000 9 (2006)

Campeonato Capixaba - Série B[editar | editar código-fonte]

Participantes em 2018
Clube Cidade Temporada 2017 Estádio Capacidade[10] Títulos (último)
Aracruz Aracruz Não participou Estádio do Bambu 5 058 2 (2010)
Castelo Bandeira de Castelo (Espírito Santo).jpg Castelo Emílio Nemer 2 000 1 (1988)
Estrela do Norte Cachoeiro de Itapemirim Sumaré 6 000 2 (1999)
Rio Branco Bandeira de Vitória.svg Vitória 9º da Série A Kleber Andrade 21 000 1 (2005)
Sport Linharense Linhares A definir 1 (2014*)
Vilavelhense Vila Velha A definir 1 (2003)

Nota:

Copa Espírito Santo[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Copa Espírito Santo de Futebol
Participantes em 2017
Clube Cidade Temporada 2015 Estádio Capacidade[10] Títulos (último)
Atlético Itapemirim Itapemirim Itapemirim 4º Colocado José Olívio Soares 1 000 0 (não possui)
Desportiva Ferroviária Cariacica 5º Colocado Engenheiro Araripe 7 700 2 (2012)
Espírito Santo Bandeira de Vitória.svg Vitória Vice-campeão Kleber Andrade 21 000 1 (2015)
Linhares Linhares 10º Colocado Joaquim Calmon 2 000 0 (não possui)
Real Noroeste Águia Branca 6º Colocado José Olímpio da Rocha 3 200 3 (2014)
Rio Branco Bandeira de Vitória.svg Vitória Campeão Kleber Andrade 7 700 1 (2016)
Serra Serra 7º Colocado Robertão 2 000[16] 0 (não possui)
Sport Linharense Linhares 8º Colocado Sernamby 4 500[15] 0 (não possui)
Vitória-ES Bandeira de Vitória.svg Vitória 3º Colocado Salvador Costa 3 000 2 (2010)

Copa dos Campeões do Espírito Santo[editar | editar código-fonte]

A Recopa Capixaba, oficialmente Copa dos Campeões do Espírito Santo, foi um torneio de futebol disputada entre o campeão do Campeonato Capixaba e o campeão da Copa Espírito Santo.[17]

Campeonato Capixaba Feminino[editar | editar código-fonte]

Participantes em 2017
Clube Cidade Temporada 2016 Títulos (último)
Boa Esperança Boa Esperança Não disputou 0 (não possui)
Galácticas Cariacica Não disputou 0 (não possui)
João Neiva Bandeira joaoneiva.jpg João Neiva Não disputou 0 (não possui)
Prosperidade Flag of None.svg Vargem Alta Não disputou 0 (não possui)
Vila Nova-ES Vila Velha Campeão 3 (2016)
Vilavelhense Vila Velha Não disputou 0 (não possui)

Clássicos no Espírito Santo[editar | editar código-fonte]

Estão abaixo relacionados os principais clássicos de futebol capixabas.

Clássicos Municipais
Clássicos Intermunicipais

Desempenho em competições nacionais[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Federação do Estado do Espírito Santo. «FES - A Instituição». Consultado em 16 de fevereiro de 2017. 
  2. «Vitória-ES 100 anos: meninos de 'sangue azul' criam futebol capixaba». globoesporte.com. 1 de outubro de 2012. Consultado em 17 de fevereiro de 2017. 
  3. «Vila Nova-ES vence o Selc e conquista o título do Capixabão Feminino 2015». globoesporte.com. 29 de novembro de 2015. Consultado em 21 de dezembro de 2016. 
  4. «Guia do Capixabão 2016: competição estadual chega à 100ª edição». Gazeta Online. 26 de janeiro de 2016. Consultado em 25 de agosto de 2016. 
  5. «Desportiva vence novamente o Espírito Santo e conquista o Capixabão». globoesporte.com. 7 de maio de 2016. Consultado em 25 de agosto de 2016. 
  6. «Guia do Capixabão 2017: torneio faz 100 anos e tem os maiores campeões». globoesporte.com. 27 de janeiro de 2017. Consultado em 7 de fevereiro de 2017. 
  7. «Atlético vira pra cima do Doze e conquista o Capixabão pela primeira vez na história». globoesporte.com. 6 de maio de 2017. Consultado em 20 de maio de 2017. 
  8. «RNF - Ranking Nacional das Federações 2018» (PDF). CBF. 4 de dezembro de 2017. Consultado em 16 de janeiro de 2018. 
  9. «RNC - Ranking Nacional dos Clubes 2018» (PDF). CBF. 4 de dezembro de 2017. Consultado em 16 de janeiro de 2018. 
  10. a b c d «Cadastro Nacional de Estádios de Futebol - 2016» (PDF). CBF. 18 de janeiro de 2016. Consultado em 25 de fevereiro de 2016. 
  11. «Torcedores assistem jogo do Flamengo até de telhado no estádio Kleber Andrade». Gazetaonline. 30 de junho de 2016. Consultado em 5 de julho de 2016. 
  12. «Sernamby é liberado e São Mateus pode jogar em casa do Capixabão». globoesporte.com. 6 de fevereiro de 2017. Consultado em 6 de fevereiro de 2017. 
  13. «Presidente do Atlético sonha com ampliação do José Olívio Soares em 2018». globoesporte.com. 9 de maio de 2017. Consultado em 21 de dezembro de 2017. 
  14. «Finalizando reforma do estádio, Rio Branco VN planeja retorno à Série A do Capixabão». globoesporte.com. 20 de outubro de 2017. Consultado em 28 de janeiro de 2018. 
  15. a b «Sernamby é liberado e São Mateus pode jogar em casa do Capixabão». globoesporte.com. 6 de fevereiro de 2017. Consultado em 21 de novembro de 2017. 
  16. a b «Serra define preços e venda antecipada de ingressos para a final da Série B». globoesporte.com. 5 de junho de 2017. Consultado em 21 de novembro de 2017. 
  17. «Federação cria a Recopa Capixaba e estuda inserção de anti-doping já na Copa Espírito Santo». Gazetaonline.com. 24 de abril de 2012. Consultado em 15 de dezembro de 2017. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]