Futebol do Espírito Santo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Federação de Futebol do Estado do Espírito Santo
Espírito Santo (estado)
Fundação 2 de maio de 1917 (100 anos)
Tipo Desportiva
Sede Vitória, ES, Brasil Brasil
Presidente Gustavo Oliveira Vieira
Sítio oficial www.futebolcapixaba.com.br

O futebol de Espírito Santo é dirigido pela Federação de Futebol do Estado do Espírito Santo. A sua principal competição profissional é o Campeonato Capixaba de Futebol.

Os maiores clubes de futebol do Espírito Santo reconhecidos nacionalmente são os que compõem o chamado Trio de Ferro Capixaba: Rio Branco Atlético Clube, Vitória Futebol Clube e Associação Desportiva Ferroviária Vale do Rio Doce, sendo os dois primeiros da capital vitória e o outro de Cariacica. A competição entre eles também desencadeia os maiores clássicos do estado, sendo Rio Branco e Desportiva responsáveis pelo clássico de maior rivalidade, também conhecido como Clássico dos Gigantes. Ambos já conquistaram juntos o Campeonato Capixaba 55 vezes. Sendo assim, foi contabilizado 37 e 18 títulos para cada equipe, respectivamente.

Escudos do Trio de Ferro Capixaba: Desportiva à esquerda, Rio Branco ao centro e Vitória à direita

A Federação[editar | editar código-fonte]

Foi fundada em 2 de maio de 1917 como Liga Sportiva Espírito Santense (LSES). Em 28 de abril de 1938 passou a chamar-se Federação Desportiva Espírito-Santense e em 21 de setembro de 1984, passou a ser chamada Federação de Futebol do Estado do Espírito Santo.[1]

A FES é filiada à Confederação Brasileira de Futebol CBF e mantém contato permanente com as Federações dos demais estados, principalmente no caso de transferências e empréstimos de atletas profissionais. É de responsabilidade da FES a padronização e confecção dos ingressos dos jogos de seu calendário oficial.

Todos os clubes profissionais são filiados à FES e seus atletas têm seus contratos registrados na FES e CBF. São poderes da Federação de Futebol do Estado do Espírito Santo: Assembléia Geral, Diretoria, Presidência, Conselho Fiscal, Tribunal de Justiça Desportiva, Comissões Disciplinares, Comissão de Arbitragem e Ouvidoria do Futebol .

Firma contratos, convenções ou outros documentos que envolvam responsabilidades. Concede filiação às Ligas e Associações para os campeonatos e torneios, além de coordenar os trabalhos dos Poderes da FES, tomando qualquer medida administrativa necessária para cumprir o Estatuto.

Campeonatos e Ligas[editar | editar código-fonte]

O primeiro campeonato de futebol do Espírito Santo foi o Campeonato de Vitória de 1917 com clubes apenas da capital. A disputa, organizada pela Liga Sportiva Espírito Santense, teve cinco equipes: América, Barroso, Moscoso, Rio Branco e Victoria, atual Vitória Futebol Clube. O América sagrou-se campeão, vencendo o torneio em pontos corridos.[2]

Em 1930, o campeonato passou a ser estadual. Quem atuou como zagueiro no América e se tornaria o governador do estado do Espírito Santo e senador da República na década de 50, foi Carlos Lindenberg.

No Campeonato de 1985 foi instituído o acesso e descenso.

Em 2010 foi disputada a primeira edição da competição estadual feminina, o Campeonato Capixaba Feminino reunindo dez times e vencida pela equipe do Vila Nova-ES.[3]

O Campeonato Capixaba de 2016 foi a 100ª edição do campeonato estadual reunindo dez equipes.[4] com a Desportiva Ferroviária tornando-se campeã ao derrotar o Espírito Santo nas finais.[5]

Já o Capixaba de 2017 marca o centenário da competição com participações de Rio Branco e Vitória que estavam presentes no primeiro campeonato em 1917. Além das duas equipes participam também mais oito clubes totalizando 67 títulos estaduais.[6] Em uma final inédita, o Atlético Itapemirim conquista o título invicto em cima do Doze.[7]

Posição dos clubes no Ranking da CBF[editar | editar código-fonte]

Ranking atualizado e divulgado em 12 de dezembro de 2016[8]