Futebolista sul-americano do ano 1981

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O premio de jogador sul-americano do ano, foi atribuído a partir do ano de 1971 Até 1992 pelo jornal venezuelano "El Mundo". Este premio foi aberto para qualquer jogador sul-americano e foi reconhecído como oficial até o ano de 1985, sendo substituído posteriormente pelo jornal uruguaio, "El País", que recebeu status de oficial em 1986, passando a nomear, o "Rei de futebol da América", Elegendo somente jogadores sul-americanos e de clubes da América do Sul.


Melhores jogadores do ano[editar | editar código-fonte]

Escolhidos Pelo diário venezuelano "El Mundo", por escritores de futebol da America do Sul. Qualquer jogador sul-americano era elegível, não importando qual país ou continente ele jogasse.


Top 10

Vencedores

Brasil 1. Artur Antunes Coimbra "ZICO"        Brasil     Brasil Flamengo (Bra)
Argentina 2. Diego MARADONA                      Argentina  Argentina Boca Juniors (Arg)
Brasil 3. Leovegildo Lins Gama "JUNIOR"       Brasil     Brasil Flamengo (Bra)
Peru 4. Julio César URIBE                   Peru       Peru Sporting Cristal (Per)
Chile 5. Patricio YÁÑEZ                      Chile      Chile San Luis de Quillota (Chi)
Argentina 6. Daniel PASSARELLA                   Argentina  Argentina River Plate (Arg)
Brasil 7. Paulo Roberto FALCÃO                Brasil     Itália A.S. Roma (Ita)
Brasil 8. SÓCRATES Souza Vieira de Oliveira   Brasil     Brasil Corinthians (Bra)
Chile 9. Elías FIGUEROA                      Chile      Estados Unidos Fort Lauderdale Strikers (USA)
Uruguai 10.Ruben PAZ                           Uruguai    Uruguai Peñarol (Uru)

  • Regulamento: Somente os três primeiros são premiados:
  1. Bola de ouro
  2. Bola de prata
  3. Bola de bronze

Referências[editar | editar código-fonte]