Mirai Nikki

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Future Diary)
Ir para: navegação, pesquisa
Ni hon go2.png Este artigo contém texto em japonês.
Sem suporte multilingual apropriado, você verá interrogações, quadrados ou outros símbolos em vez de kanji ou kana.
Mirai Nikki
未来日記
(Mirai Nikki)
Capa da primeira edição do mangá
Gênero Ação, Terror, Sobrenatural, Suspense, Romance
Mangá
Escrito por Sakae Esuno
Editora(s) Japão Kadokawa Shoten
Editora(s)
lusófona(s)
Brasil Editora JBC
Revista(s) Shōnen Ace
Público-alvo Shōnen
Data de publicação 26 de janeiro de 2006 – 27 de dezembro de 2010
Volumes 12 (Lista de Volumes)
Anime
Direção Naoto Hosoda
Estúdio Asread
Emissoras de televisão Japão Chiba TV
Exibição original 10 de outubro de 2011 – 16 de abril de 2012
Episódios 26
Wikipe-tan face.svg Portal Animangá

Mirai Nikki (未来日記? lit. "Diário do Futuro") é um mangá shōnen escrito e ilustrado por Sakae Esuno[1](também criador do mangá Big Order). A primeira edição do mangá foi lançada em 26 de Janeiro de 2006 pela Shōnen Ace. O mangá foi finalizado em dezembro de 2010 no Japão. Uma adaptação de anime foi produzida pelo estúdio Asread e exibida entre 10 de outubro de 2011 e 16 de abril de 2012[2].O mangá foi lançado no Brasil em Janeiro de 2013, pela editora JBC, e teve o mesmo número de edições do original japonês, ou seja, 12 números. Uma continuação, intitulada Mirai Nikki: Redial (未来日記リダイヤル? lit. "Diário do Futuro: Rediscagem"), teve uma amostra lançada na edição de Maio de 2013 da revista Shōnen Ace, vendida em 26 de Março de 2013, e um volume único dele foi lançado em 26 de Julho de 2013, acompanhado de um OVA em DVD. [3] [4] [5]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Yukiteru é um garoto que poderia ser considerado estranho. Com dificuldades de fazer amigos, para ele a vida não passa de um grande reality show, onde ele é mais um espectador. Tudo que ele vê, resolve anotar em seu celular, fazendo dele seu diário. Mais estranhas ainda são as atitudes do garoto, que imagina dentro de seus pensamentos um Deus dominador do tempo e espaço. Mas não era realmente uma imaginação… Yukiteru ganha desse Deus o poder de prever o futuro com seu celular, o seu “diário do futuro”. Porém, Yukiteru terá que usar seu poder para sobreviver em um jogo envolvendo perigosos assassinos e psicopatas, cada um com um poder especial em mãos. Todos eles estarão concorrendo para ser o sucessor de Deus no fim das contas.

Portadores de Diários[editar | editar código-fonte]

Foram escolhidos, por um deus, 12 portadores de diários do futuro. Começou, assim, o jogo de sobrevivência, onde cada portador deveria matar os outros, e o campeão ganharia o trono de deus. Eram estes os 12 portadores:

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.
Portador Diário
Yukiteru Amano (Primeiro)
  • Diário do Acaso: Possui a habilidade de prenunciar informações sobre eventos que ocorrerão ao redor de Yukiteru, de acordo com seu próprio ponto de vista, isto é, as informações podem se distorcer se Yukiteru tiver um mau entendimento da situação pela qual passará. Esse diário atualiza-se mais frequentemente do que qualquer outro, entretanto, não prevê o que acontecerá com seu proprietário, apenas com o cenário ao seu redor.
Gasai Yuno (Segunda)
  • Diário do Yukiteru: Este diário revela a Gasai Yuno informações sobre Yukiteru e atualiza-se a cada 10 minutos. As entradas no diário são baseadas no ponto de vista de Yuno, então normalmente elas são super exageradas. Com esse diário, Gasai pode antecipar ferimentos, mortes, ações, e todo outro tipo de informação sobre Yukiteru. Simplificando, faz o que o Diário do Acaso não é capaz de fazer.
Takao Hiyama

(Terceiro)

  • Diário do Assassino: O diário grava informações sobre os futuros assassinatos de Hiyama Takao ao mostrar o local e que tipos de métodos foram usados para capturar o alvo.
Kusuru Keigo

(Quarto)

  • Diário da Investigação: Como um detetive, Kusuru usa o diário para propósitos investigativos. O campo de previsão é limitado à cidade de Sakurami, da qual Kusuru é encarregado. Já que alguns dos donos de diários são criminosos e assassinos, o Diário da Investigação vem a calhar muito bem, uma vez que Kusuru pode usufruir da força policial para obter alguma vantagem.
Reisuke Houjou (Quinto)
  • Diário da Hipervisão: É um caderno de desenho infantil que prenuncia os principais acontecimentos três vezes ao dia, de manhã, de tarde e de noite.
  • Ocupação: Nenhuma.
Tsubaki Kasugano (Sexta)
  • Diário da Clarividência: O diário é um pergaminho que permite ao portador monitorar o futuro de todos os seguidores do Culto Omekata.
Marco Ikusaba e Ai Mikami (Sétimos)
  • Diário da Troca: São dois diários que permitem que seu portador preveja o futuro do outro portador, ou seja, Marco prevê o futuro de Ai e, Ai prevê o futuro de Marco. Assim, os dois podem proteger um ao outro.
  • Ocupação: Desconhecida ou nenhuma.
Kamado Ueshita (Oitava)
  • Diário Servidor: O Diário Servidor permite ao seu proprietário criar outros diários do futuro, bem como distribuí-los para outras pessoas sem que elas sejam portadoras. A principal desvantagem do Diário Servidor é o fato de não prever o futuro. Por este motivo, o portador deve ter plena confiança em seus aprendizes.
Minene Uryuu (Nona)
  • Diário da Fuga: Em situações de perigo, traça rotas de fuga para que seu portador fuja em segurança. Fora isso, não há utilidade nenhuma.
Karyūdo Tsukishima

(Décimo)

  • Diário da Criação: Permite ao portador criar e adestrar cães assassinos, utilizando comandos de voz para controlá-los.
  • Ocupação: Gerente de canil.
John Bacchus

(Décimo Primeiro)

  • Diário do Observador: Monitora as entradas de todos os outros Diários do Futuro. O único senão deste diário é que ele é suscetível a falsos prenúncios. Isto é, donos de diário podem inserir entradas falsas em seus diários porque o Diário do Observador não julgará a veracidade dessas informações, simplesmente as exibirá.
Yomotsu Hirasaka (Décimo Segundo)
  • Diário da Justiça: Detecta ações perversas que acontecerão no futuro, de acordo com o senso de justiça do portador.

Mídia[editar | editar código-fonte]

Mangá[editar | editar código-fonte]

Escrito e ilustrado por Sakae Esuno, foi serializado pela Shōnen Ace entre 26 de janeiro de 2006 à 27 de dezembro de 2010, e foi compilado em 14 volumes publicados pela Kadokawa Shoten, incluindo os spin-offs. No dia 26 de julho de 2013 foi lançado pela revista Shōnen Ace o mangá Mirai Nikki Redial, que em três partes: A, B e C, conta a historia da Yuno do terceiro mundo.[6]

Spin-offs[editar | editar código-fonte]

Diário do Futuro é complementado por duas histórias paralelas, ambas igualmente escritas e ilustradas por Sakae Esuno. A primeira, Mirai Nikki: Mosaic, tem cinco capítulos e acontece ao mesmo tempo que o início da história principal, mas focaliza acontecimentos da história de outro portador do diário[7]. A segunda, Mirai Nikki: Paradox, também é contada em cinco capítulos, e se passa em uma linha temporal alternativa na qual alguns eventos decisivos se passam diferentemente no início da história[8], e começou a ser publicada na nova revista Young Ace em julho de 2009, sendo encerrada em fevereiro de 2010. Nesta história o Primeiro e o Segundo Portadores de Diários são incapacitados e substituídos, com a intenção de recriar a linha temporal original.

Anime[editar | editar código-fonte]

Antes da estreia do anime um OVA/trailer foi previsto para ser lançado em 9 de setembro de 2010, mas acabou sendo adiado e lançado em 9 de dezembro de 2010. Uma adaptação de anime produzida pelo estúdio Asread e dirigida por Naoto Hosoda, começou a ser exibida a partir de 10 de outubro de 2011. O character design foram feitos por Eiji Hirayama e Watanabe Ruriko. Foi lançado um OVA do mangá Mirai Nikki Redial em julho de 2013,

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Aberturas
  1. "Kuusou Mesorogiwi " por Yousei Teikoku
    • (Episódios 1-14)
  2. "Dead End " por Faylan
    • (Episódios 15-26)
  3. "Kyouki Chinden " por Yousei Teikoku
    • (Exclusiva do DVD)
Encerramentos
  1. "Blood Teller" por Faylan
    • (Episódios 1-14)
  2. "Filament" por Yousei Teikoku
    • (Episódios 15-26)
  3. "Happy End " por Faylan
    • (Exclusivo do DVD);

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre mangá e anime é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.