Gáspár Károlyi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gáspár Károlyi
(1529-1591)
A bíblia de Viszolyi foi impressa em 20 de Julho de 1590
Nascimento 1529
Nagydisznód,  Romênia
Morte 31 de dezembro de 1591
Gönc,  Hungria
Nacionalidade  Hungria
Alma mater Universidade de Halle-Wittenberg
Ocupação Pastor calvinista húngaro e tradutor da Bíblia

Gáspár Károlyi (1529-1591) * Nagydisznód, 1529, † Kolozsvár, 31 de Dezembro de 1591), foi um pastor calvinista húngaro e autor da primeira bíblia completa no idioma húngaro, também conhecida como Bíblia de Vizsoly (1590)

Biografia[editar | editar código-fonte]

Foi educado inicialmente em sua cidade natal, e mais tarde, estudou em Wittenberg e na Suíça, retornando para sua cidade em 1556. Em 1559, tornou-se pastor em Gönc, cargo que ocupou até a sua morte. Em1566 presidiu o Sínodo de Gönc. Em 1584 ele se transferiu para Tállyia.

A sua obra prima foi criada com a ajuda de inúmeros colaboradores: o trabalho foi iniciado em 1586 e a impressão ficou a cargo de Bálint Mantskovits († 1596).

A Bíblia de Viszloy[editar | editar código-fonte]

Estátua de Gáspár Károlyi

Gáspár Károli começou a trabalhar com a sua tradução em 1586 e terminou três anos depois. Como era impossível na época que uma pessoa traduzisse a Bíblia completa num curto período de tempo, outros tiveram de colaborar. A análise do vocabulário e das frases sugere que pelo menos quatro pessoas trabalharam na obra, porém, o Novo Testamento foi inteiramente traduzido por ele.

A impressão foi iniciada no dia 28 de Fevereiro de 1589, tendo-se transferido da oficina em Galgóc para a cidade de Vizsoly. Os tipos foram importandos da Holanda e o papel da Polônia. Mantskovits era de origem polonesa, e em nota ele pede ao leitor que relevasse os possíveis erros encontrados nos textos. Quando a impressão foi iniciada, a tradução completa ainda não havia sido terminada, portanto, os manuscritos de Karolyi eram levados, página por página, por estudantes de Gónc, dentre eles Albert Szenczi Molnár (1574-1634)[1].

No dia 3 de Março de 1589, Ernesto, Arquiduque da Áustria (1553-1595) e o secretário real Faustus Verantius (1550-1617)[2] acusaram Mantskovits de imprimir calendários e outros livros proibidos, e pediram que a oficina tipográfica fosse confiscada. Em 26 de Março, Sigismund Rákóczi (1544-1608)[3], futuro príncipe da Transilvânia, e portanto, com poderes sobre a localidade de Vizsoly, negou as acusações, solicitando permissão para terminar a impressão da Bíblia. Graças à Rákóczi e a outros nobres poderosos que apoiavam a causa, a obra foi concluída no dia 20 de Julho de 1590, sendo impressas nessa época por volta de 700 a 800 cópias.

Em 1890, o escultor húngaro Lajos György Mátrai (1850-1906)[4] esculpu uma estátua em homenagem a Károlyi.

Links Externos[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. (em esperanto) Albert Szenczi Molnár (1574-1634), foi pastor, reformador, filósofo e tradutor húngaro.
  2. (em inglês) Faustus Verantius (1551-1617), foi polímata e bispo da República de Veneza.
  3. (em alemão) Sigismund Rákóczi (1544-1608)
  4. Lajos György Mátrai (1850-1906), foi um escultor húngaro.