Saltar para o conteúdo

Gällivare (comuna)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Suécia Gällivare 
  Comuna  
Símbolos
Brasão de armas de Gällivare
Brasão de armas
Localização
Região Norlândia
Província Lapônia
Condado Norrbotten
Administração
Capital Gällivare
Características geográficas
Área total 15 705 km²
População total (2020) 17 520 hab.
Sítio www.gallivare.se

Gällivare (em sueco: Gällivare kommun; ouça a pronúncia; em finlandês: Jällivaara; em lapão setentrional: Jiellevárri) é uma comuna da Suécia localizada no condado de Norrbotten. Sua capital é a cidade de Gällivare. Possui 15 691 quilômetros quadrados e segundo censo de 2018, havia 17 630 habitantes. A maior parte da comuna está situada a norte do Círculo Polar Ártico. [1] [2] [3] [4]

É uma ”zona administrativa de língua lapónica” (Förvaltningsområdet för samiska språket), onde existem direitos linguísticos reforçados para a minoria étnica dos lapões. [5]

Etimologia e uso

[editar | editar código-fonte]

O nome geográfico Gällivare é uma suequização da palavra Jiellevárre em lapão de Luleå, significando ”fenda; espaço intermédio” em "monte; montanha", possivelmente uma alusão a um vale na montanha Malmberget. [6]

A comuna é composta por alta montanha (fjäll) no oeste e planalto florestal no leste. Existem no seu território várias aldeias de lapões, entre as quais Girja e Unna tjerusj. [3] [7]

Localidades principais

[editar | editar código-fonte]

Localidades com mais população da comuna (2019): [8]

# Localidade População
1 Gällivare &0000000000010638.00000010 638
2 Koskullskulle &0000000000001203.0000001 203
3 Malmberget &0000000000001065.0000001 065
4 Malmberget östra &0000000000000471.000000471
5 Hakkas &0000000000000360.000000360
6 Tjautjas/Čavččas &0000000000000254.000000254

A economia tradicional da comuna de Gällivare está baseada na agricultura e na mineração. Hoje em dia, a atividade económica é dominada pelas empresas de serviços ligados à extração mineira pela LKAB na mina de Malmberget (ferro) e pela Boliden na mina Aitikgruva (cobre, ouro e prata). O hospital de Gällivare (Gällivare sjukhus) serve as comunas de Gällivare, Kiruna, Jokkmokk e Pajala. O turismo tem uma importância crescente graças ao esqui alpino na montanha Dundret, de cujo topo é possível ver o sol-da-meia-noite durante seis semanas. [3] [4] [9] [10] [11]

Comunicações

[editar | editar código-fonte]

A comuna é atravessada pelas estradas europeias E10 (Kiruna-Luleå) e E45 (Karesuando-Gotemburgo). É um nó ferroviário por onde passa a Linha do Minério (Luleå-Narvik) e por onde começa a Linha do Interior (Gällivare-Kristinehamn). O aeroporto de Gällivare fica a cerca de 8 km a leste da cidade de Gällivare.. [12] [2]

Património turístico

[editar | editar código-fonte]

Alguns pontos turísticos mais procurados atualmente são: [11]

  • Museu de Gällivare (Gällivare museum; reconta a história dos três grupos que formaram a região: trabalhadores construtores da ferrovia, lapões e colonos suecos)
  • Parque nacional Muddus
  • Reserva natural Stubba
  • Floresta primitiva de alta montanha Lina fjällurskog

Referências

  1. CP 2018.
  2. a b «Gällivare» (em sueco). Nationalencyklopedin (Enciclopédia Nacional Sueca). Consultado em 17 de junho de 2020 
  3. a b c Anders Jönsson. «Gällivare» (em norueguês). Store norske leksikon (Grande Enciclopédia Norueguesa). Consultado em 17 de junho de 2020 
  4. a b Bent Valeur. «Gällivare» (em dinamarquês). Den Store Danske Encyklopædi (Grande Enciclopédia Dinamarquesa). Consultado em 17 de junho de 2020 
  5. «Stärkta minoritetsrättigheter». Consultado em 9 de outubro de 2021. Arquivado do original em 4 de março de 2016 
  6. Wahlberg, Mats (2003). «Gällivare». Svenskt ortnamnslexikon (Dicionário dos nomes das localidades suecas) (em sueco). Uppsala: Språk- och folkminnesinstitutet e Institutionen för nordiska språk vid Uppsala universitet. p. 101. 422 páginas. ISBN 91-7229-020-X 
  7. «Comuna de Gällivare» (em inglês). Google Maps. Consultado em 18 de junho de 2020 
  8. «Tätorter; arealer, befolkning - Tätorter 2018 – befolkning, landareal, andel som överlappas av fritidshusområden» (em sueco). Instituto Nacional de Estatística da Suécia (Área e população das localidades principais). Statistiska tätorter 2018, befolkning och landareal per tätort och kommun. Consultado em 18 de junho de 2020 
  9. «Gällivare». Norstedts uppslagsbok (Enciclopédia Norstedts) (em sueco). Estocolmo: Norstedts. 2007–2008. p. 465. 1488 páginas. ISBN 9789113017136 
  10. Miranda, Ulrika Junker; Anne Hallberg (2007). «Gällivare». Bonniers uppslagsbok (em sueco). Estocolmo: Albert Bonniers Förlag. p. 353. 1143 páginas. ISBN 91-0-011462-6 
  11. a b Ottosson, Mats; Åsa Ottosson (2008). «Gällivare». Upplev Sverige (Conheça a Suécia). En guide till upplevelser i hela landet (em sueco). Estocolmo: Wahlström Widstrand. p. 204. 527 páginas. ISBN 9789146215998 
  12. Lidman Production AB (texto) e Matton (fotografia) (2011). «Lappland». Libers stora junioratlas (em sueco). Estocolmo: Liber. p. 37. 144 páginas. ISBN 9789147809028 
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Suécia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.