Gérard Genette

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Gérard Genette
Nascimento Gérard Raymond Genette
7 de junho de 1930
20.º arrondissement de Paris
Morte 11 de maio de 2018 (87 anos)
Ivry-sur-Seine
Cidadania França
Cônjuge Raymonde Debray-Genette
Alma mater
Ocupação crítico literário, teórico literário, professor universitário
Prêmios
  • oficial das Artes e das Letras (2016)
Empregador École des hautes études en sciences sociales, escola Prática de Altos Estudos, Faculdade de Artes de Paris
Obras destacadas Palimpsests: Literature in the Second Degree
Movimento estético antropologia estrutural, narratologia

Gérard Genette (nascido em 1930, em Paris - 11 de maio de 2018) foi um crítico literário francês e teórico da literatura que construiu a sua própria abordagem poética a partir do cerne do estruturalismo.[1] É um dos responsáveis pela reintrodução do vocabulário em uma retórica crítica literária, por exemplo, termos como Tropo e metonímia. Adicionalmente seu trabalho sobre narrativa, mais conhecido em Inglês através da selecção Narrativa do Discurso: um ensaio em Método, tem sido de importância.

Sua influência internacional não é tão grande como a de alguns outros identificados com o estruturalismo, como Roland Barthes e Claude Lévi-Strauss; seu trabalho é mais freqüentemente incluído em seleções ou discutido em obras secundárias do que estudado em seu próprio direito.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Gérard Genette» (em inglês). BNE. Consultado em 19 de maio de 2020