Gênero teatral

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Gêneros Teatrais são formas de apresentação teatral. -Será sempre marcado por questões e pontos de vista de cultura e de cada época. -Novas formas de teatro vão surgindo e fundindo-se umas nas outras.

O Gênero Literário Dramático teve suas origens na Grécia Antiga, possivelmente numa manifestação das festas em homenagem a Dionísio. O termo "dramático" quer dizer drama, ou seja, Ação. Ele representa ações vividas pelos personagens num determinado espaço-tempo. Um enredo teatral é limitado, conciso, pois não tem narrador. Tudo é dito e compreendido através de ações, falas e gestos dos personagens. Segundo Aristóteles o gênero dramático apresenta três unidades: a) Ação; b) Tempo; c) Espaço. Tudo é limitado ao palco. -Esses recursos básicos são complementados com outros como iluminação, sonorização e notações cênicas também chamadas

A teoria clássica, de caráter normativo e prescritivo, se importava em quanto cada gênero diferia do outro, quanto a natureza e ao prestígio e considerava que os gêneros "deveriam ser mantidos separados". Esta se preocupava em procurar essências de cada um e discriminar diferenças.

A teoria moderna, por outro lado, de natureza descritiva e pragmática, não limita o número de espécies e nem se preocupa com regras definidoras de cada um, admitindo misturas e o surgimento de novas espécies, assim como o hibridismo entre ambas. A teoria moderna se preocupa mais em buscar pontos de intersecção ou pontos em comum entre o(s) gênero(s).

Gêneros teatrais[editar | editar código-fonte]

Referências