G0y

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bandeira do movimento g0y

G0y ou GØy é um neologismo criado para se referir a indivíduos do sexo masculino que alegam não se identificar com a homossexualidade e a bissexualidade, mas que também não se identificam com a identidade hétero normativa vigente, visto que mantém relacionamentos com pessoas do mesmo sexo.[1] Neste tipo de relação homoafetiva são aceitos abraços, beijos na boca, troca de carinhos, frot, amassos, masturbação mútua e felação, sendo vedada a prática do sexo anal, que seria a barreira ou o "limite" do conceito dessa identidade.[2]

A palavra G0y (g-zero-y) é escrita com as Letras "G" e "Y" e o número 0 (zero) entre elas, sendo uma espécie de "código secreto" que vigorou por tempo indeterminado, especialmente dentro das fraternidades masculinas (repúblicas masculinas) nos Estados Unidos. O código GØy e o seu significado homoerótico tornaram-se de conhecimento público apenas após os anos 2000 e não podem se confundir com a palavra Gói ou Goy, com a letra 'O' entre o "G" e o "Y", que vem de גוי do Hebraico Bíblico,[3] enquanto g0y vem de גי (gimmel-yod), transliterado para g-y.

Os G0ys se inspiram da antiga prática homoafetiva da Grécia Antiga, no código de conduta ética platônico, mas não na prática sexual da Roma Antiga, onde homens mantinham relações sexuais com outros homens e o casamento homossexual vigorou durante quatro séculos. Os g0ys não lutam para serem incluídos em movimentos civis LGBT[4]. Nesta mesma filosofia, os G0ys, não gostam de ser comparados aos membros de movimentos civis LGBT, pelo fato de não praticarem penetração com outros homens.[5][6]

Características gerais[editar | editar código-fonte]

O Movimento G0y, se caracteriza por alguns fatores de identificação:

  • Um homem G0y [7] pode beijar outro homem na boca, masturbá-lo, praticar gouinage, trocar carícias e em alguns casos, praticar sexo oral (felação);
  • Não é incentivada a prática de sexo anal com outros Homens, pois o movimento G0y alega que está prática é homossexual (ou seja, caracteriza o comportamento gay);
  • Também se relacionam[8] com o sexo oposto, sendo que praticam sexo (penetrativo) somente com mulheres;
  • Existem g0ys que são homoafetivos exclusivos (alguns considerados próximos do comportamento assexual);[carece de fontes?]
  • Alguns G0ys[9] se consideram "Hétero-G0ys" (ou "heterogoys" em uma versão de amálgama brasileira) e assim se consideram ser uma forma intermediária[10] entre a heterossexualidade e a homossexualidade.
  • Uma nomenclatura bem vista pelo movimento G0y é a de que eles seriam "héteros liberais"[11] ou "heteroflex".
  • G0y não é uma orientação sexual, mas uma identidade sexual baseada, sobretudo, no comportamento e na atitude masculina[12]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Wiik, F. B. (2012). Os G0ys: Religião, Sexualidade, Gênero e Identidades Homoeróticas na Contemporaneidade. In: Revista Psicología, Conocimiento y Sociedad, 2(2), 66-83, ISSN: 1688-7026. Disponivel em: http://www.revista.psico.edu.uy.
  2. «Entenda o g0y e o Bromance». Saúde Plena. Consultado em 30 de maio de 2016 
  3. «Goy / goy - Dicionário Bíblico Hebraico e Grego». Dosenhor.com. Consultado em 20 de outubro de 2016 
  4. «Entrevista com um g0y, um homem com particularidades -». Brasil Post. Consultado em 9 de abril de 2016 
  5. «Conheça os 'g0ys', homens que se relacionam entre si, mas dizem não ser gays». Extra Online. Consultado em 9 de outubro de 2015 
  6. «Dicionário». Significado de Heteroflex. Consultado em 30 de maio de 2016 
  7. «Web Notícias da Universidade Federal de Goiás». Homens que Preferem Homens. Universidade Federal de Goiás. Consultado em 9 de abril de 2016 
  8. «G0ys são heterossexuais mas ficam com outros homens; entenda». Terra. Consultado em 9 de abril de 2016 
  9. «Top Vitrine : : Rol dos novos conceitos». Os Novos Rótulos. Consultado em 30 de maio de 2016 
  10. «Movimento g0y descubra o que é». Portugal gay. Consultado em 9 de abril de 2016 
  11. «Conheça os g0ys e entenda a polêmica do grupo - E! Online Brasil». E! Online Brasil. Consultado em 9 de abril de 2016 
  12. «ALMEIDA NETO, A.J; CASTRO, P.M.R.; RAZUCK, F.B.; MAMEDE, W. Identidades sexuais masculinas do novo milênio e os novos desafios provocados pela homo afetividade e a visão baseada na filosofia Comportamental gøy». Actas del V Coloquio Internacional de Estudios de Varones y Masculinidades, Santiago de Chile, 14-16 enero 2015. ISBN: 978-956-9663-00-0. 2015. Consultado em 31 de maio de 2016 
Ícone de esboço Este artigo sobre sexo ou sexualidade é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.