GE B-B (CPEF - Baratinha)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


GE B-B (Manobra)
Tren.svg
GE B-B (Foto Baratona) CP nº 502, preservada no Museu de Jundiai-SP.
Descrição
Propulsão Elétrica
Fabricante GE ( Estados Unidos)
Modelo B-B[1][2]
Ano de fabricação 1924 - 9 unid.
1947 – 8 unid.
Locomotivas fabricadas 17 – Brasil
Classificação AAR B-B
Tipo de serviço Manobra
Características
Bitola 1,600 m
Diâmetro das rodas 1016 mm
Peso da locomotiva 55.500 kg
Tipo de combustível Eletricidade
Método de eletrificação Corrente Continua
Tensão 3000 V
Tipo de captação de energia Pantógrafo
Performance
Potência total 662 HP
Potência disponível para tração 460 HP
Operação
Ferrovias Originais CPEF
Ferrovias que operou Fepasa
Numeração SIGO 6501-6518
Apelidos Baratinha 1ª série
Baratona 2ª série
Local de operação São Paulo
Ano da entrada em serviço 1924
Situação Uma unidade preservada estática

As locomotivas Elétrica GE B-B foram compradas pela Companhia Paulista em 1924 para a realização de manobras, sendo as únicas locomotivas elétricas de manobra adquiridas por uma grande ferrovia brasileira. A primeira série adquirida em 1924 recebeu o apelido de Baratinha, a segunda série recebida em 1947, denominada de Baratona eram mecanicamente idêntica a série anterior, apresentando a carenagem soldada, ao invés de rebitada.

Foram fabricadas pela GE, com a construção mecânica a cargo da ALCO.

Operaram na Fepasa até a sua desativação na década de 90.

Referências

  1. Philip Wormald. «GE Export builders list - Phil's Loco Page» (DOC) (em inglês). 21 páginas. Consultado em Fevereiro de 2009  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  2. Gorni, Antonio Augusto (2009). A ELETRIFICAÇÃO NAS FERROVIAS BRASILEIRAS. São Vicente-SP: E. F. Brasil. 368 páginas