Miúda da Cabuçu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de GRCESM Miúda da Cabuçu)
Ir para: navegação, pesquisa
Miúda da Cabuçu
Bandeira do GRCESM Miúda da Cabuçu.png
Fundação 14 de julho de 1991 (25 anos) [1]
Escola-madrinha Unidos do Cabuçu
Cores

Azul

Branco
Símbolo Crianças cirandando o símbolo da Unidos do Cabuçu
Bairro Lins de Vasconcelos [1]

Grêmio Recreativo Cultural Escola de Samba Mirim Miúda da Cabuçu (ou simplesmente Miúda da Cabuçu) é a escola de samba mirim da Unidos do Cabuçu.[2] Sua sede funciona na quadra da Unidos do Cabuçu, na Rua Araújo Leitão, número 925, no bairro Lins de Vasconcelos, na Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro.[1] Foi fundada em 14 de julho de 1991 por Elisabeth Rodrigues.[1]

A agremiação participa do desfile oficial das escolas mirins, realizado no Sambódromo da Marquês de Sapucaí.

Fundação[editar | editar código-fonte]

A escola foi fundada em 14 de julho de 1991 por Elisabeth Rodrigues, então integrante da "Ala do Axé" da Unidos do Cabuçu, e que mais tarde viria a se tornar presidente dessa agremiação.[1] A escola foi lançada com o lema do reaproveitamento de materiais, confeccionando suas fantasias através da reciclagem das fantasias do desfile do ano anterior de sua escola-mãe, Unidos do Cabuçu.[3]

Desfiles[editar | editar código-fonte]

Abre-alas do desfile de 2012, quando a escola homenageou a cantora Alcione.

Década de 2000[editar | editar código-fonte]

No carnaval de 2000, a escola realizou um desfile para comemorar os 500 anos do descobrimento do Brasil. Foi a estreia de Luiz Carlos Guimarães como carnavalesco.[4] Em 2001, com o mesmo carnavalesco, apresentou o enredo "A Miúda mostra o que a criança gosta". No carnaval de 2002, desfilou o enredo "É doce viver no mar no reino da pequena sereia". Em 2003 desfilou um enredo sobre as cores. Para o carnaval de 2004, desfilou o enredo "A influência africana no carnaval carioca". Em 2005 fez um desfile em homenagem aos Irmãos Villas-Bôas. No carnaval de 2006, apresentou o enredo "Essa mistura dá samba". Em 2007 reeditou o enredo de 1961 da Unidos do Cabuçu, sobre as belezas do Rio de Janeiro.[5][6] Em 2008 fez um desfile sobre a chegada da Familía Real Portuguesa ao Brasil.[7] Em 2009 reeditou o enredo de 1984 de sua escola mãe, em homenagem à cantora Beth Carvalho.[8]

O casal de mestre-sala e porta-bandeira da escola durante o desfile de 2016, em homenagem à cidade do Rio de Janeiro.

Década de 2010[editar | editar código-fonte]

Em 2010, foi a terceira escola a desfilar, com cerca de 1300 componentes, apresentou como tema de seu carnaval o aquecimento global.[9][10] Em 2011, reeditou o samba-enredo da Cabuçu de 1988, em homenagem aos Trapallões.[11][12] No ano de 2012, a escola preparou uma homenagem à cantora Alcione, que participou do desfile.[13][14] Em 2013 reeditou o enredo de 1989 da Unidos do Cabuçu, em homenagem ao cantor e compositor Milton Nascimento.[15] Em 2014 desfilou um enredo autoral com samba-enredo composto pelo intérprete Maycon Rodrigues.[16] Em 2015 desfilou um enredo ecológico sobre a preservação da natureza.[17][18] Em 2016 apresentou um enredo sobre a cidade do Rio de Janeiro.[19] Em 2017 homenageará José Carlos Machine, conhecido como "o síndico da passarela" por cuidar do palco principal dos desfiles das escolas de samba.[20]

Segmentos[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Miúda da Cabuçu
Ala da escola no desfile de 2011.
O casal da escola em 2014

Presidência[editar | editar código-fonte]

Presidente Período Referências
Paulo César Alves 1999 - 2011 [9]
Antônio Carlos Fernandes Faria 2012 [21]

Intérprete[editar | editar código-fonte]

Intérprete Período Referências
Carlos Júnior 2005 [22]
Carlos Alessandro 2007 [23]
Raphael Carvalho 2008 [7]
Maycon Rodrigues 2008 - 2013 [7][24][15][25]

Comissão de frente[editar | editar código-fonte]

Coreógrafo(a) Período Referências
Tânia (SESC de Ramos) 2009 - 2012 [24][26]

Mestre-sala e Porta-bandeira[editar | editar código-fonte]

Primeiro casal[editar | editar código-fonte]

Casais Período Referências
Rodrigo e Dandara 2005 [22]
Onan Lopes e Yanara Cardoso 2007 - 2009 [23][7][24]
Juan Carlos e Miriam Jales 2010 - 2011 [27][28]
Yuri Pires e Miriam Jales 2012 - 2013 [26]
Kauã André e Anna Clara 2015

Segundo casal[editar | editar código-fonte]

Casais Período Referências
Juan Carlos e Miriam Jales 2008 - 2009 [7][24]
Kauã B. e Maria Clara 2015

Bateria[editar | editar código-fonte]

Mestres[editar | editar código-fonte]

Diretores de bateria Período Referências
Mestre Igor dos Santos 2005 [22]
Mestre Pastel 2007 [23]
Mestre Charles 2008 - 2009 [7][24]
Mestre Joca 2010 - 2013 [27][28][26]
Mestre Yan Capoeira 2014 [17]
Mestres Fernando Silva
e Guilherme dos Santos
2015 [29]

Rainhas[editar | editar código-fonte]

Rainha de bateria Período Referências
Roberta 2005 [22]
Taísa 2007 [23]
Allana Portela 2008 - 2011 [7][24]
Tauane Bittar 2012 [26]

Direção[editar | editar código-fonte]

Carnaval[editar | editar código-fonte]

Diretores de carnaval Período Referências
Antônio Carlos Fernandes Faria 2008 - 2011 [7][24][27]
Paulo Alves 2012 [26]

Harmonia[editar | editar código-fonte]

Diretores de harmonia Período Referências
Ivanildo 2005 [22]
André Jales 2008 - 2012 [7][24][27][26]

Carnavais[editar | editar código-fonte]

Carnavais do GRCESM Miúda da Cabuçu
Ano Colocação Enredo Carnavalesco Intérprete Ref.
2000 Não divulgado Brasil 500 anos: de Cabral à Sapucaí

Compositores:Ala de compositores

Luiz Carlos Guimarães [3]
2001 Não divulgado A Miúda mostra o que a criança gosta

Ala de compositores

Luiz Carlos Guimarães [3]
2002 Não divulgado É doce viver no mar no reino da pequena sereia

Ala de compositores

Luiz Carlos Guimarães [3]
2003 Não divulgado A arte de colorir no mundo mágico das cores

Ala de compositores

Luiz Carlos Guimarães [3]
2004 Não divulgado A influência africana no carnaval carioca

Ala de compositores

Luiz Carlos Guimarães [3]
2005 Não divulgado Sonhos de conquista; Irmãos Villas-Boas

Compositor:Carlos Alessandro

Luizinho 28 [22]
2006 Não divulgado Essa mistura dá samba

Compositores:Charles Braga, Flavio Vianna, Zé Paulo, Marllon Presunto, Rafael da Barreira, Saint Clair Cunha e André Torre

Luiz Carlos Guimarães [3]
2007 Não divulgado Rio, ontem e hoje
(Reedição do enredo de 1961 da Unidos do Cabuçu)
Luiz Carlos Guimarães [23]
2008 Não divulgado A vinda da Família Real faz o desenvolvimento da cultura musical

Compositores:Marcelo Rodrigues e Neca Bittar

Luiz Carlos Guimarães [7]
2009 Não divulgado Jubileu de prata. Beth Carvalho, a enamorada do samba
(Reedição do enredo de 1984 da Unidos do Cabuçu)
Luiz Carlos Guimarães [30]

[24]

2010 Não divulgado Mundo dos mundos

Compositores:Lair Galdino, Silvano Fonseca e Sylvio Ferreira

Luiz Carlos Guimarães [31]

[27]

2011 11º lugar O Mundo Mágico dos Trapalhões
(Reedição do enredo de 1988 da Unidos do Cabuçu)
Luiz Carlos Guimarães [32][28][33]
2012 Não divulgado Marrom canta e pensa no futuro das nossas crianças

Compositores:Maykon Rodrigues e Marcelo Rodrigues

Luiz Carlos Guimarães [34][26]
2013 Não divulgado Milton Nascimento: sou do mundo, sou de Minas Gerais
(Reedição do enredo de 1989 da Unidos do Cabuçu)
Luiz Carlos Guimarães [15]
2014 Não divulgado Na copa sou gaúcho forte, monto a cavalo. Facão na cinta, sigo rumo a vitória

Compositores:Maykon Rodrigues

Luiz Carlos Guimarães [35]
2015 Não divulgado Rios, mares, cachoeiras e cascatas: Onde estão nossas matas?

Compositores:Maykon Rodrigues

[36]
2016 Não divulgado Rio de Janeiro, gosto de você

Compositores:Maykon Rodrigues

[29][37]
2017 Machine - A máquina de fazer sambar [38]

Premiações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria / premiados Ref.
2016 Estandarte do Samba Mirim Ala de Passistas [39][40]
Troféu Olhômetro Ala de Baianas

Referências

  1. a b c d e Academia do Samba. «Fundação». Consultado em 9 de setembro de 2016 
  2. Vai dar Samba. «G.R.C.E.S.M. MIÚDA DA CABUÇU». Consultado em 17 de julho de 2012 
  3. a b c d e f g «Desfiles». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 10 de setembro de 2016 
  4. «Luiz Carlos Guimarães». www.esquinadosamba.com.br. Consultado em 23 de outubro de 2016 
  5. «Carnaval 2007 - NOTÍCIAS - Escolas de samba mirins abrem o carnaval no Rio». g1.globo.com. Consultado em 10 de setembro de 2016 
  6. «Jornal do Brasil - Capa - Muita emoção e animação no desfile das escolas mirins». m.jb.com.br. Consultado em 10 de setembro de 2016 
  7. a b c d e f g h i j «Desfile 2008». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 10 de setembro de 2016 
  8. SRZD (17 de abril de 2008). «Miúda da Cabuçu define enredo para 2009». Consultado em 20 de abril de 2011 
  9. a b «Escolas mirins abrem o carnaval carioca de 2010». Consultado em 20 de abril de 2011 
  10. «Escolas de samba mirins abrem o Carnaval carioca». noticias.r7.com. Consultado em 10 de setembro de 2016 
  11. «Debaixo de chuva, escolas de samba mirins reeditam enredos na Sapucaí». G1.com. 5 de março de 2011. Consultado em 10 de setembro de 2016 
  12. Extra (22 de junho de 2010). «Escolas de samba mirins apresentam enredos e lançam CD». Consultado em 17 de março de 2011 
  13. Ana Paula Moreira/OFuxico. «Alcione é homenageada pela Miúda da Cabuçu». Consultado em 17 de julho de 2012  Nota:apesar de a fonte dizer que as cores da escola, isso não é verdade, como comprovam as demais notas.[ligação inativa]
  14. «Alcione é homenageada pela Miúda da Cabuçu». www.ofuxico.com.br. Consultado em 10 de setembro de 2016 
  15. a b c «Ouça o samba da escola mirim Miúda da Cabuçu para o Carnaval 2013». SRZD - Sidney Rezende. Consultado em 10 de setembro de 2016 
  16. «Áudio, letras e ficha técnica dos sambas de enredo das escolas mirins – Carnaval 2014». 26 de novembro de 2013. Consultado em 10 de setembro de 2016 
  17. a b «Escolas-mirins encerram os desfiles oficiais na Marquês de Sapucaí». www.sidneyrezende.com. Consultado em 10 de setembro de 2016 
  18. «Pequenos sambistas fecham desfiles no Rio». Jornal do Brasil. Consultado em 10 de setembro de 2016 
  19. «Escolas mirins encantam o público no Sambódromo». carnavalesco.com. Consultado em 10 de setembro de 2016 
  20. «Machine será enredo em 2017: 'Estou muito feliz porque serei homenageado ainda em vida'». SRZD - Sidney Rezende. Consultado em 10 de setembro de 2016 
  21. «Presidência». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 10 de setembro de 2016 
  22. a b c d e f «Desfile 2005». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 23 de outubro de 2016 
  23. a b c d e «Desfile 2007». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 10 de setembro de 2016 
  24. a b c d e f g h i «Desfile 2009». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 10 de setembro de 2016 
  25. «Miúda da Cabuçu: ouça o samba de 2014». SRZD - Sidney Rezende. Consultado em 10 de setembro de 2016 
  26. a b c d e f g «Desfile 2012». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 10 de setembro de 2016 
  27. a b c d e «Desfile 2010». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 10 de setembro de 2016 
  28. a b c «Desfile 2011». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 10 de setembro de 2016 
  29. a b «Escolas de samba mirins fechamo carnaval do Sambódromo». www.revistaindoevindo.com.br. Consultado em 10 de setembro de 2016 
  30. «Miúda da Cabuçu 2009». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 10 de setembro de 2016 
  31. «Miúda da Cabuçu 2010». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 10 de setembro de 2016 
  32. «Miúda da Cabuçu 2011». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 10 de setembro de 2016 
  33. TV Rio Samba (março de 2011). «AESM-RIO divulga notas das agremiações mirins». Consultado em 28 de maio de 2011. Cópia arquivada em 5 de novembro de 2013 
  34. «Miúda da Cabuçu 2012». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 10 de setembro de 2016 
  35. «Escolas Mirins preparam desfile para encerrar o carnaval carioca em grande estilo». Galeria do Samba. Consultado em 10 de setembro de 2016 
  36. «Pequenos sambistas fecham desfiles no Rio». Portal EBC. 18 de fevereiro de 2015. Consultado em 10 de setembro de 2016 
  37. «Sambas de enredo das escolas Mirins Carnaval 2016». www.revistaindoevindo.com.br. Consultado em 23 de outubro de 2016 
  38. «Chamaram o síndico! Machine será enredo em 2017». sambarazzo.com.br. Consultado em 10 de setembro de 2016 
  39. «AESM-RIO: Vencedores do Troféu Olhômetro e Estandarte do Samba». www.carnavalcarioca.com. Consultado em 10 de setembro de 2016 
  40. «AESM-Rio define escolas premiadas com os troféus Olhômetro e Estandarte do Samba Mirim». www.obatuque.com. Consultado em 10 de setembro de 2016