Nove de Julho (escola de samba)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de GRCES Nove de Julho)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Nove de Julho
Fundação 1 de maio de 1962 (57 anos)
Cores Vermelho e Branco
Símbolo Coroa
Bairro Taboão
Presidente João César (Césinha)
Presidente de honra Nêne Silva
Desfile de 2020
Título não preenchido, favor adicionar

Grêmio Recreativo Carnavalesco Escola de Samba Nove de Julho (GRCES 9 de Julho) é uma escola de samba da cidade de Bragança Paulista, no interior do estado de São Paulo.[1] Foi fundada em 1 de Maio de 1962, suas cores são o vermelho e o branco. Já conquistou o carnaval de sua cidade 16 vezes.

História[editar | editar código-fonte]

No início dos anos 60, um grupo de jovens do Taboão resolveu formar um bloco, com objetivo de se reunir para a realização de viagens e excursões. Aproveitando a existência dos blocos da época, “Boca de Fogo” (Lavapés) e das “Bruxas” (Centro), o pessoal improvisou alguns instrumentos com tambores de carbureto para desfilarem no Carnaval.

No segundo ano, entusiasmados com o resultado obtido, o grupo de amigos decidiu organizar uma escola de samba. A fundação aconteceu no dia 1º de maio de 1962, sendo a denominação de Grêmio Recreativo Cultural Escola de Samba Nove de Julho, uma homenagem à praça do bairro onde se reuniam os jovens da época. A partir de 1969 o Bloco[necessário esclarecer] foi elevado a condição de Escola de Samba. Entre os fundadores da escola destacam-se os irmãos Antonio José e Benedito Silva, Jaú, Carlinhos, Xandu, Pelézáo, Chico Teixeira, Arizinho, Dirceu e Djair.

A mudança das cores para vermelho e branco (inicialmente eram verde e vermelha), teve também como intenção homenagear o Ferroviários Atlético Clube, que muito colaborou com o início da escola cedendo sua sede para guardar os instrumentos e outros materiais.

Os ensaios eram feitos na rua José Domingues, em frente o antigo Bar do Pitocco e na sede social do FAC, até a construção da sede própria, hoje localizada á Avenida Alpheu Grimelo, as margens do Lago do Taboão. De 1962 para cá, a escola conquistou os seguintes títulos: 1972, 1974, 1975, 1978, 1980, 1981, 1986, 1987, 1994, 1995, 2011, 2012, 2013, 2014 e 2016. Em 2009, sua escola de samba mirim, a Novinhos de Julho, que estava inativa, voltou a desfilar.[2] Sagrou-se tetra-campeã em 2011, 2012, 2013 e 2014.[3]

Em 2016, sem recursos da Prefeitura, a escola foi uma das duas únicas que se apresentaram assim mesmo, junto com a Dragão Imperial. Ambas empataram e foram consideradas campeãs do Carnaval.[4]

Carnavais[editar | editar código-fonte]

Nove de Julho
Ano Colocação Grupo Enredo Carnavalesco
1972 Campeã Especial
1974 Campeã Especial
1975 Campeã Especial
1978 Campeã Especial Xica da Silva Wagner Azevedo (Zuzu)
1980 Campeã Especial Zumbi dos Palmares Wagner Azevedo (Zuzu)
1981 Campeã Especial Marquesa de Santos Wagner Azevedo (Zuzu)
1984 Especial Ecologia é Sonhar
1986 Campeã Especial Com Deuses do Olimpo o Carnaval eu Brinco José Rabello
1987 Campeã Especial Alegria Alegria
1991 Especial Quilombo dos Palmares
1994 Campeã Especial Ponce de leon em busca da fonte da juventudi Avelino Gomes
1995 Campeã Especial Sem Você Não Vivo Tito A. Filho
1996 2º Lugar Especial Epopéia de Gigantes Francisco A. Derolle
1997 - Especial
1998 - Especial
1999 3º Lugar Especial Sonho do Olimpo na noite de esplendor Avelino Gomes
2000 3° Lugar Especial Carnaval na Avenida, Circo da Vida André Acedo
2001 2º Lugar Especial 9 de Julho, a revolução André Acedo
2002 2º Lugar Especial O mundo místico e a cultura cigana Eduardo Rojo
2003 3º Lugar Especial Do Líbano à Bragança 50 anos de amizade Eduardo Rojo
2004 4º Lugar Especial Cacau, presente dos deuses para os homens Eduardo Rojo
2005 2º Lugar Especial As Faces das 5 Deusas de um Povo 5 Estrelas Eduardo Rojo
2006 2º Lugar Especial Asas ao mundo Eduardo Rojo
2007 4º Lugar Especial O fogo que aquece a vida, ilumina o universo Eduardo Rojo
2008 2º Lugar Especial Brasil Japão, 100 anos de imigração Eduardo Rojo
2009 2º Lugar Especial De vermelho e branco em busca do ouro negro Comissão
2010 2º Lugar Especial No Pulsar De Uma Emoção, Bate Forte Uma Paixão, Meu Coração É Vermelho! Comissão
2011 Campeã Especial Espelho, espelho meu, o reflexo da vaidade na avenida sou eu. Comissão
2012 Campeã Especial Realidade ou Ilusão? 50 anos de uma paixão! Chapecó
2013 Campeã Especial 100 anos de alegria e saúde para o mundo, SAKATA paixão por semente Chapecó
2014 Campeã Especial A tentação da criatura, é refazer a criação, A redenção é na folia, levando aos céus meu pavilhão Sidney França
2015 2º Lugar Especial Brilho de Fogo, Chama da Vida...A Nove acende Velas e ilumina a Avenida Sidney França
2016 Campeã Especial Sem Você Não Vivo Comissão
2017 2º Lugar Especial Tatuagem marcada na pele Comissão
2018 - Nao Desfilou Comissão
2019 Campeã Especial Repolho, Taboão, berço do meu Samba Comissão


Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Categoria no Commons

Referências

  1. Academia do Samba. «SP». Consultado em 22 de dezembro de 2010 
  2. liesb. «Cópia arquivada». Consultado em 22 de dezembro de 2010. Arquivado do original em 22 de outubro de 2008 
  3. vnews. «22/02/2012 Nove de Julho é a campeã do grupo especial de Bragança Paulista». Consultado em 16 de julho de 2012 [ligação inativa]
  4. «Carnaval 2016: Dragão Imperial e 9 de Julho empatam». Gazeta Bragantina. Consultado em 10 de março de 2016. Arquivado do original em 10 de março de 2016