Gato de Bonsucesso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de GRES Gato de Bonsucesso)
Ir para: navegação, pesquisa
Gato de Bonsucesso
Bandeira do GRES Gato de Bonsucesso.png
Fundação 16 de fevereiro de 1999 (17 anos) [1]
Escola-madrinha Portela [2]
Cores

Azul

Branco
Símbolo Gato [1]
Bairro Maré [1]
Presidente Antônio Caetano Filho [3]
Carnavalesco Marcos Salles [3]
Diretor de carnaval Ana Cristina Menezes [3]
Diretor de bateria Mestres Julinho e Everson [4]
Rainha da bateria Nega Lima [4]
Desfile de 2017
Enredo "A opereta de um Boi em festa"

Grêmio Recreativo Escola de Samba Gato de Bonsucesso (ou simplesmente Gato de Bonsucesso) é uma escola de samba brasileira da Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro. Foi fundada em 16 de fevereiro de 1999. Está sediada no Complexo da Maré, mais precisamente na favela Nova Holanda.[5][6] Suas cores são o azul e branco.

História[editar | editar código-fonte]

Sua história tem início na década de 60, quando uma leva de moradores das comunidades do Esqueleto e do Querosene se mudou para o Complexo da Maré. A nova turma acabou se unindo aos antigos foliões da comunidade de Nova Holanda, originando o Grêmio Recreativo Escola de Samba Unidos da Nova Holanda. Algum tempo depois, sentindo a necessidade de algo mais descontraído que os rigores exigidos por uma escola de samba, seus integrantes formaram um bloco com os amigos das rodas de samba do lugar, brincando juntos e descompromissados o carnaval, dentro da própria comunidade. A falta de preocupação com as regras era tanta, que o bloco sequer possuía nome.

Havia, porém, uma moradora conhecida por Maria Dentão, que não gostava de muita conversa e não dava vida fácil para a garotada da pelada de rua. Sempre que a bola caía em seu quintal, a enfezada moradora a destruía. Certo dia, os rapazes - que também gostavam de implicar com moradores da comunidade - cansados de terem suas bolas furadas, resolveram se vingar. Caçaram o gato de estimação de Maria Dentão, e fizeram um ensopado com ele. Maria não demorou a descobrir o que acontecera com o bichano, e foi diretamente ao posto policial dar queixa do acontecido, bradando desesperadamente: "Mataram meu gato, mataram meu gato".

A polícia prendeu três dos rapazes acusados por Maria Dentão e aplicou neles "um corretivo" com uma palmatória. Mas para se vingar novamente de Maria, os rapazes fizeram tamborins com o couro do gato e foram tarde da noite para a frente da casa da desafeta, batucando e cantando em ritmo de samba: "Mataram meu gato, mataram meu gato...". O refrão acabou "pegando" entre os moradores e terminou batizando aquele bloco que até então, estava sem nome: surgiu o “Bloco Mataram Meu Gato”. A partir daí, a agremiação cresceu, absorveu o que restava da Escola de Samba Unidos da Nova Holanda e, em 1974, foi registrado na Federação de Blocos de Carnaval do Rio de Janeiro.

25 anos depois, a comunidade sentiu a necessidade de transformar o bloco em escola de samba e, em 16 de fevereiro de 1999, a agremiação foi registrada na Associação das Escolas de Samba do Rio de Janeiro, com o novo nome de Grêmio Recreativo Escola de Samba Gato de Bonsucesso.

Em 2008, um grupo de alunos do Instituto do Carnaval da Universidade Estácio de Sá, fazendo um levantamento da história da agremiação para a criação de um Departamento Cultural, descobriu que a escola, ao ser registrada como tal, não havia sido batizada por nenhuma outra agremiação, costume importante no mundo do samba, visando o reconhecimento da escola perante as demais. Após algumas reuniões, a diretoria decidiu que o Gato deveria ser batizado pela Portela, por ser esta a escola de samba mais antiga em atividade no Rio de Janeiro, e de cores azul e branco. O batizado então foi realizado na quadra da Portela, em 14 de dezembro de 2007. Neste dia, a Portela recebia o elenco da novela Duas Caras, da Rede Globo de Televisão, para quem os ritmistas do Gato, assim como passistas e os dois casais de Mestre-sala e Porta-bandeira se apresentaram.

A partir da história das agremiações carnavalescas da Nova Holanda, no Complexo da Maré, Ana Rieper e Maria José Freire, produziram um documentário que começou a ser filmado em 2005, com o propósito de contar através da história da escola, como funcionou a política de remoção de favelas no Rio de Janeiro, durante os anos 60.

O documentário, chamado de Mataram meu Gato, foi lançado em 2006, e trata-se de um curta de 15 minutos de duração, embora inicialmente, uma versão mais longa estivesse prevista para ser exibida na televisão, com 50 minutos de duração.

Em 12 de março de 2009, o Príncipe Charles, herdeiro do trono britânico, desembarcou no Rio de Janeiro para atender compromissos de sua agenda política, que incluía uma reunião com empresários, um encontro com o governador, visita ao Jardim Botânico, quando plantou um Ipê Amarelo, além da comunidade Nova Holanda, quando o Príncipe, acompanhado da esposa, a duquesa de Cornualha, Camilla Parker Bowles, foi recebido por ritmistas do Gato de Bonsucesso e três passistas da comunidade, chegando a receber de dona Maria Luísa da Silva, moradora da comunidade há 35 anos, um chocalho que arriscou tocar juntamente com a bateria:"Ele pegou o chocalho meio sem jeito, de cabeça para baixo. Mas para quem não tem experiência, ele tocou direitinho" disse a ritmista.

Em 2008, o Gato de Bonsucesso apresentou o enredo “Delírios e devaneios de sua alteza real Dona Maria vai com as outras”, onde a escola contou a ensandecida visão de Dona Maria I, a Louca – Rainha de Portugal, com relação à transferência da corte para o Brasil.

Em 2009, com o enredo “Encantos e Bruxarias na corte do Rei-Sol” a agremiação contou as estórias infantis de Charles Perrault, da coletânea Contos da Mamãe Gansa. Mas a evasão de algumas alas e problemas em um dos pneus do carro abre-alas impediram uma melhor colocação da escola.

Para 2010, a escola optou por contar a trajetória das marchas carnavalescas, conhecidas popularmente como marchinhas, através da narrativa de um Pierrô que busca a reconquista de sua Colombina perdida no tempo, com o enredo Bendita Baderna. Apesar do carnaval romântico, bem acabado, com fantasias confeccionadas na Cidade do Samba pela madrinha Portela e grandiosas esculturas, a escola ficou em 5º lugar, frustrando as expectativas da comunidade de Nova Holanda. O regulamento de 2010 permitia a subida de apenas duas escolas para o Grupo C, mas foi ignorado durante a apuração sob alegação de empate pela AESCERJ e quatro escolas acabaram subindo, permanecendo o Gato no Grupo D.

A eleição de 2010 levou o compositor Jorge Canindé ao cargo de presidente do Gato de Bonsucesso, substituindo Nei Costa, que ocupava interinamente o cargo após a renúncia de Mauro José Camillo, depois do carnaval de 2009. Com a recusa de Arthur Reiy para continuar na escola devido outros compromissos, os carnavalescos Marcos Aramha e Marcyo Oliveira, com experiência no Rio de Janeiro e São Paulo, foram convidados a assumir o projeto artístico da escola para o carnaval de 2011. Desta forma, os carnavalescos apresentaram o enredo Desejos, com a proposta de mostrar na avenida os maiores desejos do homem, desde sua criação até a vitória do Gato de Bonsucesso na Marquês de Sapucaí, passando pela Copa do Mundo de 2014 e Olimpíadas de 2016. Com vários problemas durante o desfile, a escola obteve apenas a 9ª colocação e permaneceu no mesmo grupo. Ao sofrer dois rebaixamentos consecutivos, em 2013 e 2014, o Gato de Bonsucesso chegou a ser rebaixado a bloco, mas as mudanças na diretoria na AESCRJ, a agremiação continuou no Grupo D para 2015. Em 2016, quando já não havia mais o rebaixamento a bloco, a escola acabou sendo rebaixada para o Grupo E.

Quadra[editar | editar código-fonte]

A quadra da escola em imagem de 2014.

A quadra da escola, onde também funciona sua sede, está localizada na Rua teixeira ribeiro, s/n, na comunidade Nova Holanda, na Maré, Zona Norte da capital fluminense.[5][6][1]

Segmentos[editar | editar código-fonte]

Os últimos preparativos para o desfile de 2010. Na imagem, o gato, símbolo da escola, em alegoria.
Alegoria no desfile de 2015, sobre o aniversário de 450 anos do Rio de Janeiro.
Casal de Mestre-sala e Porta-bandeira da escola, no desfile de 2015.
Bateria da escola no desfile de 2015.

Presidência[editar | editar código-fonte]

Presidente Período Referência
Leão Ribeiro 1999 - 2003 [7]
Hudson Lima de Oliveira Mendes 2004 - 2006 [7]
Mauro José Camillo 2007 - 2010 [7]
Nei Costa 2011 [7]
Francisco Canindé 2012 - 2013 [7]
Jorge Magrão 2014 - 2015 [8]
Alexandre Feijão 2015 - 2016 [9]
Antônio Caetano Filho 2016 - atualmente [4]

Intérpretes[editar | editar código-fonte]

Intérpretes oficiais Período Referência
Reco 2000 - 2006 [10][11][12]
Doum da Ilha, Wando e Reco 2007 - 2009 [13][14][15]
Mangueira 2010 [16]
Taroba 2011 - 2012 [17][18][19]
Mangueira 2013 - 2015 [20][8]
Diego Natural 2016 - atualmente [21]

Comissão de frente[editar | editar código-fonte]

Coreógrafo(a) Período Referência
Antônio 2007 [22][13]
Paulo Alcântara 2008 [14][23]
Seu Edson 2009 [15][24]
Thiago Sá e Cláudio Cardoso 2011 [25]
Tiago Silva 2012 [26]
Thiago Sá e Cláudio Cardoso 2013 - 2015 [20][8]

Mestre-sala e Porta-bandeira[editar | editar código-fonte]

Casal Período Referência
Buiú Feijão e Thaís 2005 [10][11]
Dércio e Thaís 2006 [12]
Yohji e Maria das Graças 2007 [22][13]
William e Rayanna 2008 - 2010 [14][15][16]
Diego e Monalisa 2011 - 2012 [25][19]
William e Rayanna 2013 - 2015 [20][8]
Bruno Nascimento e Thaís Paiva 2016 - atualmente [21]

Bateria[editar | editar código-fonte]

Mestres[editar | editar código-fonte]

Diretores de bateria Período Referência
Mestres Anderson, Dinin
e Gerson Biguá
2005 [10][11]
Mestre Banana 2006 [12]
Mestres Anderson, Claudinho
e Gerson Biguá
2007 [13][22]
Mestre Carlinhos 2008 - 2010 [14][15][16]
Mestre Banana 2011 [25]
Mestre Julinho 2012 [19][26]
Mestre Banana 2013 [20][8]
Mestre Julinho 2014 - 2016 [27][28][21]
Mestres Julinho e Everson 2017 [4]

Rainhas[editar | editar código-fonte]

Rainha de bateria Período Referência
Isis Christine 2013 [20]
Nega Lima 2016 - atualmente [4]

Direção[editar | editar código-fonte]

Carnaval[editar | editar código-fonte]

Diretores de carnaval Período Referência
Roseni Lima de Oliveira 2005 - 2006 [10][12]
Gentil Venâncio 2007 [13][22]
Nei Costa 2008 - 2011 [14][15][16]
Marcyo de Oliveira 2011 [25]
Dilson 2012 [19][26]
Jorge Azevedo 2013 [20][8]
Nei Costa 2014 - 2015 [27][28]
Gabriel Macedo e Carla Campista 2016 [29]
Ana Cristina Menezes 2017 [4]

Harmonia[editar | editar código-fonte]

Diretores de harmonia Período Referência
Carlos José ("Juca") 2005 - 2006 [10][12]
Jorge Luiz Costa 2007 [13][22]
Jorge Azevedo 2008 - 2011 [14][15][16]
Mary Harmonia 2011 [25]
Sasá 2012 [19][26]
Jorge Azevedo 2013 [20][8]
Sassá 2014 - 2015 [27][28]
Marcão 2016 - atualmente [30]

Carnavais[editar | editar código-fonte]

Carnavais do GRES Gato de Bonsucesso
Ano Colocação Grupo
(Divisão)
Enredo Carnavalesco Compositores
do samba-enredo
Ref.
2000 6.º Lugar Grupo E
(Sexta divisão)
"Maria Helena, a Imperatriz do samba" Comissão de Carnaval Zé do Bié, Araxá e Jorge [31][32]
2001 Vice-campeã Grupo E
(Sexta divisão)
"Ilha Grande, a pérola da Costa Verde" Jorge Fontes Aladir Bom Amigo, Geralda da Ilha, Marcílio e Guerreiro [33][34]
2002 5.º Lugar Grupo D
(Quinta divisão)
"O Gato em alto astral mostra a beleza zodiacal" Comissão de Carnaval Mirim, Preto Velho e Renato Raposo [35][36]
2003 10.º Lugar Grupo D
(Quinta divisão)
"Tem banana na Banda, tem gato na tuba, estou na área, se me derrubar é pênalti" Arthur Alegria Biro Biro, Marrom, Rogério, João e Tarciana [37][38]
2004 3.º Lugar Grupo D
(Quinta divisão)
"O Gato conta e encanta com a estrela, Renato Lage" Comissão de Carnaval
(Roseni Lima, Rafael, Sérgio Marcelo e Carlos Gomes da Costa)
Araxá [39][40]
2005 6.º Lugar Grupo C
(Quarta divisão)
"Rio, a mais maravilhosa das cidades" Comissão de Carnaval
(Roseni Lima, Rafael, Sérgio Marcelo e Carlos Gomes da Costa)
Josuel, Marcílio, Aladir, Canidé e Santos [10][11][41]
2006 12.º Lugar Grupo C
(Quarta divisão)
"No esplendor de uma noite fez-se a magia de um ser milenar: Gato, do Egito ao imaginário popular" Comissão de Carnaval
(Roseni Lima, Rafael, Suelen Brito, Sérgio Marcelo e Carlos Gomes da Costa)
Aldir, Canindé, Mangueira, Marcílio, Tânia, Garalda da Ilha e Reco [42][12][43]
2007 14.º Lugar Grupo C
(Quarta divisão)
"No milagre do povo brasileiro, a esperança é a última que morre" Comissão de Carnaval
(Cláudio de Jesus, Josias Maranhão e Jorge Luiz Costa)
Pessanha, Divino, Geralda da Ilha e Jorge Bob’s [13][22][44]
2008 8.º Lugar Grupo D
(Quinta divisão)
"Delírios e devaneios de sua alteza real Dona Maria vai com as outras" Arthur Reiy e Renato Figueiredo Lamano, Serjão do Cavaco, Bilinha e Geralda da Ilha [14][23][45]
2009 7.º Lugar RJ-3
(Quinta divisão)
"Encantos e bruxarias na corte do Rei-Sol" Arthur Reiy e Gio Salles Daltro Mensageiro, Felipão e Magrão [15][24]
2010 5.º Lugar RJ-3
(Quinta divisão)
"Bendita baderna" Arthur Reiy Lamano, Wando Simpatia, Noronha, Mauricio Sabiá e Carlinhos do Sete [16][46]
2011 9.º Lugar Grupo D
(Quinta divisão)
"Desejos" Marcos Aramha e Marcyo Oliveira Marcílio, Aladir Bom Amigo, Mangueira e Wando Simpatia [18]

[25][47]

2012 7.º Lugar Grupo D
(Quinta divisão)
"Cabo Frio - Terra da costa do sol. Santuário cristalino" Adriana Freitas Edinho, Lucas Moreno, Claudinho e Lindauro [19][26]
2013 11.º Lugar Grupo C
(Quarta divisão)
"Gato malandro sonha mas não engole mosca" Morgana Bastos e José Luís Jorcelino, Wiilsinho da Mangueira, Deja e Jorge Trovão [48][20]
2014 11.º Lugar Grupo D
(Quinta divisão)
"O Gato de Bonsucesso pinta na Intendente com as cores de Caribé!" Morgana Bastos Sergão do Cavaco, Marcelo Kará, Mangueira & Jorginho Bilinha [27]
2015 6.º Lugar Grupo D
(Quinta divisão)
"450 anos do Rio de Janeiro" Rafael Oliveira Tony Bem, Igor Mendonça, Claudinho Raiz, Miquinho Azevedo e Cleber Padrinho [28]
2016 13.º Lugar Série D
(Quinta divisão)
"Catcherê-Doimã - Lendas e festas de Mãdubi" Guilherme Estevão Augusto, Claudinho do pagode, Edson Silva, Flávio Diogo, Jobão, Lucas Moreno, Lourival, Rafael e Waltinho [21]
2017 Série E
(Sexta divisão)
"A opereta de um Boi em festa" Marcos Salles [6]

Premiações[editar | editar código-fonte]

Prêmios recebidos pelo GRES Gato de Bonsucesso.

Ano Prêmio Categoria / premiados Divisão Ref.
2005 Troféu Jorge Lafond Comissão de frente Grupo C [49]
2006 Troféu Jorge Lafond Samba-enredo
("No esplendor de uma noite fez-se a magia de um ser milenar: Gato, do Egito ao imaginário popular" - Compositores: Aldir, Canindé, Mangueira, Marcílio, Tânia, Garalda da Ilha e Reco)
Grupo C [50]
2008 Plumas & Paetês Gestor de carnaval (Arthur Reis) Grupo D [51]
Troféu Jorge Lafond Destaque [52]

Referências

  1. a b c d Galeria do Samba. «Dados básicos». Consultado em 12-06-2016. 
  2. ESquina do Samba (21/12/2007). «Gato de Bonsucesso é batizado pela Portela». Arquivado desde o original em 27/03/2014. Consultado em 27/03/2014. 
  3. a b c Sambario.com. «Ficha». Consultado em 12-06-2016. 
  4. a b c d e f «Gato de Bonsucesso divulga enredo e sinopse 2017». ziriguidum.net.br. Consultado em 2016-06-25. 
  5. a b «Com feijoada, Gato inicia disputa de sambas». Rádio Arquibancada - O melhor do carnaval. 2015-09-02. Consultado em 2016-06-12. 
  6. a b c «'A opereta de um boi em festa' é o enredo de 2017 do Gato de Bonsucesso». SRZD - Sidney Rezende. Consultado em 2016-06-12. 
  7. a b c d e Academia do Samba. «Diretoria». Consultado em 26/05/2014. 
  8. a b c d e f g «Tititi do Samba». archive.is. Consultado em 2016-06-25. 
  9. [1]
  10. a b c d e f «Gato de Bonsucesso - Carnaval de 2005 - Rio, a mais maravilhosa das cidades - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Consultado em 2016-06-25. 
  11. a b c d Acadêmia do Samba. «Gato de Bonsucesso 2005». Consultado em 05/11/2013. 
  12. a b c d e f Acadêmia do Samba. «Gato de Bonsucesso 2006». Consultado em 05/11/2013. 
  13. a b c d e f g «Gato de Bonsucesso - Carnaval de 2007 - No milagre do povo brasileiro, a esperança é a última que morre - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Consultado em 2016-06-25. 
  14. a b c d e f g «Gato de Bonsucesso - Carnaval de 2008 - Delírios e devaneios de sua alteza real D. Maria vai com as outras - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Consultado em 2016-06-25. 
  15. a b c d e f g «Gato de Bonsucesso - Carnaval de 2009 - Encantos e bruxarias na corte do Rei-Sol - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Consultado em 2016-06-25. 
  16. a b c d e f «Gato de Bonsucesso - Carnaval de 2010 - Bendita Baderna - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Consultado em 2016-06-25. 
  17. Lene Santoli (12/02/2011). «Taroba». 12:08. Consultado em 07/06/2013. 
  18. a b «Gato de Bonsucesso - Carnaval de 2011 - Desejos - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Consultado em 2016-06-25. 
  19. a b c d e f «Gato de Bonsucesso - Carnaval de 2012 - Cabo Frio – Terra da Costa do Sol. santuário cristalino - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Consultado em 2016-06-25. 
  20. a b c d e f g h «Tititi do Samba 2013». archive.is. Consultado em 2016-06-25.  Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "Tititi_-_2013" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "Tititi_-_2013" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes
  21. a b c d «Gato de Bonsucesso - Carnaval de 2016 - Catcherê-Dominã - Lendas e festas de Mãdubi - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Consultado em 2016-06-25. 
  22. a b c d e f Acadêmia do Samba. «Gato de Bonsucesso 2007». Consultado em 05/11/2013. 
  23. a b Acadêmia do Samba. «Gato de Bonsucesso 2008». Consultado em 05/11/2013. 
  24. a b Acadêmia do Samba. «Gato de Bonsucesso 2009». Consultado em 05/11/2013. 
  25. a b c d e f Acadêmia do Samba. «Gato de Bonsucesso 2011». Consultado em 05/11/2013. 
  26. a b c d e Acadêmia do Samba. «Gato de Bonsucesso 2012». Consultado em 05/11/2013. 
  27. a b c d «Gato de Bonsucesso - Carnaval de 2014 - O Gato de Bonsucesso pinta na Intendente com as cores de Caribé! - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Consultado em 2016-06-25. 
  28. a b c d «Gato de Bonsucesso - Carnaval de 2015 - 450 anos do Rio de Janeiro - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Consultado em 2016-06-25. 
  29. «Jovens Bambas - Timeline Photos». archive.is. Consultado em 2016-06-25. 
  30. «Jovens Bambas - Timeline Photos». archive.is. Consultado em 2016-06-25. 
  31. Acadêmia do Samba. «Gato de Bonsucesso 2000». Consultado em 05/11/2013. 
  32. «Gato de Bonsucesso - Carnaval de 2000 - Maria Helena, A Imperatriz do Samba - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Consultado em 2016-06-25. 
  33. «Gato de Bonsucesso - Carnaval de 2001 - Ilha Grande, a Pérola da Costa Verde - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Consultado em 2016-06-25. 
  34. Acadêmia do Samba. «Gato de Bonsucesso 2001». Consultado em 05/11/2013. 
  35. «Gato de Bonsucesso - Carnaval de 2002 - O Gato em alto astral mostra a beleza zodiacal - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Consultado em 2016-06-25. 
  36. Acadêmia do Samba. «Gato de Bonsucesso 2002». Consultado em 05/11/2013. 
  37. «Gato de Bonsucesso - Carnaval de 2003 - Tem banana na banda, tem gato na tuba, estou na área, se me derrubar é pênalti - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Consultado em 2016-06-25. 
  38. Acadêmia do Samba. «Gato de Bonsucesso 2003». Consultado em 05/11/2013. 
  39. «Gato de Bonsucesso - Carnaval de 2004 - O Gato Conta e Encanta com a Estrela, Renato Lage - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Consultado em 2016-06-25. 
  40. Acadêmia do Samba. «Gato de Bonsucesso 2004». Consultado em 05/11/2013. 
  41. «Gato de Bonsucesso - CARNAVAL 2005». Arquivado desde o original em 06/01/2009. Consultado em 05/11/2013. 
  42. «Gato de Bonsucesso - Carnaval de 2006 - No esplendor de uma noite fez-se a magia de uma ser milenar: Gato, do Egito ao imaginário popular - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Consultado em 2016-06-25. 
  43. «Gato de Bonsucesso - CARNAVAL 2006». Arquivado desde o original em 06/01/2009. Consultado em 05/11/2013. 
  44. «Gato de Bonsucesso - CARNAVAL 2007». Arquivado desde o original em 20/11/2008. Consultado em 05/11/2013. 
  45. «Gato de Bonsucesso - CARNAVAL 2008». Arquivado desde o original em 28/12/2008. Consultado em 05/11/2013. 
  46. Acadêmia do Samba. «Gato de Bonsucesso 2010». Consultado em 05/11/2013. 
  47. «Gato de Bonsucesso escolheu seu samba enredo». Tititi do Samba. 13 de dezembro de 2010. Consultado em 13 de janeiro de 2011. 
  48. «Gato de Bonsucesso - Carnaval de 2013 - Gato malandro sonha mas não engole mosca - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Consultado em 2016-06-25. 
  49. «Troféu Jorge Lafond 2005». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 2016-06-17. 
  50. «Troféu Jorge Lafond 2006». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 2016-06-25. 
  51. «Plumas e Paetês 2008». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 2016-06-10. 
  52. «Troféu Jorge Lafond 2008». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 2016-06-25. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons
Commons Categoria no Commons