Independente de São João de Meriti

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Independente de São João de Meriti
Bandeira do GRES Independente de São João de Meriti.png
Fundação 20 de junho de 2009 (9
anos)
Cores Azul, verde e branco
Símbolo Pandeiro e coqueiro
Bairro Praça da Bandeira

O Grêmio Recreativo Escola de Samba Independente de São João de Meriti foi uma escola de samba de São João de Meriti, que participou do Carnaval carioca.

História[editar | editar código-fonte]

Há controvérsias sobre se a Independente seria uma continuação da Independente da Praça da Bandeira com outro nome, ou uma nova escola, criada a partir desta. O site Academia do Samba cita na lista de presidentes da Praça da Bandeira os nomes de Dom Chico - com final de mandato em 2010 - e Manoel Honorato - 2011 - portanto após à suposta mudança de nome.[1]

A versão mais aceita, no entanto, é que a Independente de São João João de Meriti teria sido uma nova escola, fundada em 20 de junho de 2009, a partir da fusão da Independente da Praça da Bandeira com a Unidos do Coqueiro[2].

Integrantes da agremiação alegaram que teria havido um erro numa matéria jornalística, que teria apontado a extinção da antiga Praça da Bandeira, e criação de outra escola, que teria entrado em seu lugar. Essa matéria errada, segundo eles, teria gerado matérias-espelho falsas, que geraram a desinformação. Fernando José, dirigente da agremiação, afirmou na época que " a madunça da logo da escola Independente de são João de Meriti, no qual tinha um ramo de cana de café e a açucar para palmeira de Buriti e não coqueiro como todos estão pensando, pois foi modificado pelo fato de nós colocar o simbolo de são joão de meriti, pois é só voces ver no logo da Prefeitura que contem a palmeira de Buriti e quanto ao Presidente desta agremiação de dito sobre sua a fusão com a coqueiro a diretoria desconhece"[3]

Em 2010 a escola apresentou na Intendente Magalhães o enredo Da chibata à gravata, São João canta a africanidade, de autoria do carnavalesco Róbson Goulart. Nesse ano, a escola contou com uma policial militar como rainha de bateria, Júlia Liers.[4][5] O enredo abordou as conquista sociais dos negros, citando a recente eleição de Barack Obama. Foi campeã, sendo promovida aos desfiles da Marquês de Sapucaí.

Em 2011, sob a presidência de Jorge Florêncio, desenvolveu um enredo que abordava as favelas[6], mantendo a mesma equipe do carnaval anterior, à exceção de Marcelo Lannes, que se desligou.[7]. Em seu desfile, homenageou Ivo Meirelles, presidente da Mangueira, e as UPPs.[8] Foi novamente rebaixada. Logo após o Carnaval, a agremiação entregou um pedido de licenciamento à AESCRJ, devido a problemas administrativos internos, ficou de fora do carnaval 2012, e sendo automaticamente rebaixada de novo. Especulou-se sobre a sua volta, porém em 2011, foi anunciada a sua saída do Carnaval carioca. Em seu lugar, entraria a tradicional Unidos de Bangu, que estava há 15 anos inativa.[9]

Segmentos[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Independente de São João de Meriti

Rainhas de bateria[editar | editar código-fonte]

2010-2011 Júlia Liers

Carnavais[editar | editar código-fonte]

Independente de São João de Meriti
Ano Colocação Grupo Enredo Carnavalesco Intérprete Ref./Nota
2010 Campeã RJ-2 Da chibata à gravata, São João canta a africanidade Róbson Goulart Diego Chocolate [nota 1]
2011 11ºlugar B Refavela Róbson Goulart Diego Chocolate [nota 2]

Premiações[editar | editar código-fonte]

Prêmios recebidos pelo GRES Independente de São João de Meriti.

Ano Prêmio Categoria / premiados Divisão Ref.
2010 Gato de Prata Melhor escola Grupo RJ-2 [10]
Troféu Jorge Lafond Campeã do Grupo RJ-2 Grupo RJ-2 [11]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Academia do Samba. «Unidos da Ponte - Diretoria». Consultado em 28 de maio de 2013 
  2. «Nova escola de samba em São João de Meriti». O Dia na Folia. Consultado em 4 de novembro de 2013. Arquivado do original em 28 de julho de 2009 
  3. Redação SRZD-Carnavalesco. «Confira o resultado do Grupo Rio de Janeiro II». Consultado em 28 de maio de 2013 
  4. «Tenente da PM recebe convite para ser rainha de bateria». Consultado em 27 de janeiro de 2010 
  5. «Atêlie da Independente para durante visita de tenente da PM». Consultado em 28 de janeiro de 2010 
  6. Rodrigo Coutinho, para o SRZD-Carnaval (8 de março de 2011). «Debaixo de chuva, Independente de São de Meriti sofre na Avenida». 23h07. Consultado em 15 de agosto de 2012 [ligação inativa]
  7. O Batuque.com (1 de novembro de 2010). «Sem receber, Marcelo Lannes se desliga da Independente de São João de Meriti». Consultado em 2 de novembro de 2010 [ligação inativa]
  8. http://extra.globo.com/tv-e-lazer/roda-de-samba/ritmistas-da-independente-de-sao-joao-de-meriti-vao-se-fantasiar-de-ivo-meirelles-1054792.html
  9. O Dia na Folia. «Depois de 15 anos inativa, Unidos de Bangu voltará a desfilar». Consultado em 8 de novembro de 2012. Arquivado do original em 18 de março de 2017 
  10. «SRZD-Carnavalesco ganha mais um prêmio de melhor cobertura de carnaval». SRZD - Sidney Rezende. Consultado em 7 de junho de 2016 
  11. «Troféu Jorge Lafond 2010». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 27 de junho de 2016 

Notas

  1. Jurandi JB, Chiquinho do Bar, Ricardo e Dedelio do Samba
  2. Chiquinho do Bar, JB, Dedelho do Samba e Manelão
Ícone de esboço Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.