Unidos da Capela

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de GRES Unidos da Capela)
Ir para: navegação, pesquisa
Unidos da Capela
Bandeira do GRES Unidos da Capela.jpg
Fundação 15 de janeiro de 1933 (84 anos)
Cores azul e branco
Bairro Parada de Lucas

Unidos da Capela foi uma escola de samba criada no bairro de Parada de Lucas, Rio de Janeiro.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Fundada em 15 de janeiro de 1933, foi duas vezes Campeã do Carnaval carioca, porém em ambas, dividiu o título com outras escolas.

Localizava-se à direita da Estação de Parada de Lucas (direção Duque de Caxias). Entre seus fundadores, citamos João Lé, Businfa, Alberto de Souza Carvalho, entre outros. Foi possivelmente a primeira escola a ter, entre seus filiados, homens de cor branca.

Nasceu como equipe de futebol, teve como destaque a força de ritmo de sua bateria, que introduziu inovações de vários instrumentos, como o Prato Metálico, Tacos de Madeira e outros, que davam um som especial, e um especial, e um balanço, diferente das outras baterias.

Em 1950, sagrou-se Campeã pela União Geral das Escolas de Samba do Brasil, tendo dividido o título com a Prazer da Serrinha. No mesmo ano, foram realizados mais dois desfiles de escolas de samba paralelos no Rio de Janeiro. O da União Cívica de Escolas de Samba, vencido pela Mangueira, e o da Federação Brasileira de Escolas de Samba, vencido pelo Império Serrano.

Em 1960, chegou novamente ao título do carnaval carioca, agora já unificado, dividindo o título com Salgueiro, Império Serrano, Portela e Mangueira, consideradas as "quatro grandes" escolas até então.

Em 1963, Sagrou-se Campeã do Grupo de acesso, retornando em 1964 à elite do Carnaval Carioca.

De cores azul e branco, que adotou de sua padroeira – Nossa Senhora da Conceição - cultuada na Capela daquela região, daí também o seu nome.

De seus grandes carnavais apresentados, destacamos o de 1960 - "Produtos e Costumes da Nossa Terra” - que levou a Escola ao primeiro lugar.

Dentre as coisas marcantes de sua história, está um refrão que se tornou conhecido em toda parte - ”Oi Abram Alas, Deixa a Capela Passar”. A Unidos da Capela foi pioneira no Brasil, na educação de sua comunidade, tendo a sua sede utilizada para uma escola municipal de Alfabetização.

Em 1966, sua diretoria considerou que a fusão com a rival Aprendizes de Lucas, do mesmo bairro, iria fazer a escola crescer, mas ao contrário disso, a escola Unidos de Lucas, resultado da fusão, entrou em decadência e foi rebaixada para os grupos de acesso.

Em 1997, a Unidos de Lucas homenageou a Unidos da Capela e a Aprendizes de Lucas com o enredo "Capela e Aprendizes - O Galo conta a sua história".

Algumas fontes citam o nome da escola erradamente como União da Capela.

Premiações[editar | editar código-fonte]

Títulos[editar | editar código-fonte]

  • Grupo Especial: 1960
  • Grupo de Acesso A: 1963

Carnavais[editar | editar código-fonte]

  • 1939 - (14º lugar)
  • 1946 - Jardim de Alá (9º lugar)
  • 1947 - (7º lugar)
  • 1948 - Treze de Maio (15º lugar)
  • 1949 - (5º lugar)
  • 1950 - (2º lugar)
  • 1951 - (4º lugar)
  • 1953 - Presente, passado e futuro (8o lugar)
  • 1954 - Brasil primitivo e moderno (12o lugar)
  • 1955 - Saudações aos heróis que lutaram pela Independência (14o lugar)
  • 1956 - Frases que simbolizaram uma pátria (11o lugar)
  • 1957 - Petrobrás (7o lugar)
  • 1958 - Brasil de Cabral a Pedro (5o lugar)
  • 1959 - Petróleo do Brasil (6o lugar)
  • 1960 - Produtos e costumes da nossa terra (Campeã)
  • 1961 - Centenário de Rui Barbosa 1849 - 1949 (5o lugar)
  • 1962 - Da expulsão dos franceses à fundação da cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro (9o lugar)
  • 1963 - (Campeã - Grupo 2)
  • 1964 - Exaltação às beldades de nossa pátria (5o lugar)
  • 1965 - Rio de ontem e de hoje (5o lugar)
  • 1966 - 88 anos de samba (8o lugar)

Referências

  1. José Carlos Netto (19 de julho de 2011). «Parada de Lucas: um bairro onde uma fusão acabou com o samba». Consultado em 1 de dezembro de 2014. Cópia arquivada em 1 de dezembro de 2014